É inegável que o email marketing possui um custo/benefício invejável. Não à toa, é um dos diferenciais das principais estratégias no plano de marketing de conteúdo. A questão é: como criar um email marketing que contribua, ativamente, no seu volume de vendas?

Por meio dessa premissa é que nós vamos nos embrenhar na questão, desmistificando as boas práticas que tornam o email marketing uma ação fundamental para o marketing de sua empresa. Quer saber quais são? Basta acompanhar-nos ao longo desta breve leitura!

Utilize apenas uma base de emails própria

Esta dica é tanto proveitosa para vender mais quanto para manter a sua reputação no mercado. Pense como um consumidor por um instante: quando você passa a receber emails de uma empresa que nunca solicitou a sua permissão para o envio, qual é a sua reação?

A da maioria das pessoas é simples: bloqueia o endereço de email e segue com a sua vida. Uma oportunidade de venda perdida, portanto. Dessa maneira, é importante iniciar suas estratégias de email marketing apenas com os endereços solicitados e devidamente cadastrados. Do contrário, trata-se apenas de uma ação mal vista no mercado.

Faça uso de ferramentas de envio de email marketing

Inclua, em seu plano de marketing, o investimento em uma ferramenta de envio de emails. Afinal, disparar o email marketing diretamente de sua caixa de emails é uma ação limitada. Com esses programas específicos para a tarefa, você ganha uma série de atrativos.

Há, por exemplo, a possibilidade de segmentar os disparos, testar diferentes títulos para diferentes bases de emails para, assim, descobrir qual obtém o maior impacto. É possível até mesmo criar personalizações que vão gerar mais valor ao envio de sua mensagem.

Crie um calendário de frequência e relevância no disparo

Da mesma maneira que ocorre com um blog estruturado, ao aprender como criar um email marketing você entende, também, que relevância e frequência são fundamentais no processo.

Embora não exista uma regra específica para a melhor periodicidade, é importante avaliar de acordo com o perfil do seu público. Pergunte-se:

  • Há assunto suficiente para enviar emails com uma frequência maior?
  • O público demanda por mais emails ou a taxa de abertura diminui à medida que aumento a frequência de disparos?

Vale pautar-se nas respostas para as perguntas acima, mas, também, pelo bom senso. Você e sua equipe gostam de receber emails, de uma mesma empresa, mais de uma vez por semana?

Evite ao máximo caracterizar suas mensagens como spam

Todo provedor de emails possui seus filtros contra spam, mas compartilham algumas regrinhas que você deve evitar ao compor o seu email marketing, como:

  • Títulos em caixa alta;
  • Mensagens em vermelho;
  • Uso excessivo de termos apelativos, como crédito, promoção e grátis;
  • Uso excessivo de pontuação, como exclamações seguidas;
  • Uso de links suspeitos ao longo da mensagem.

Isso tudo, além de quebrar a fluidez de sua mensagem — que deve ser o verdadeiro atrativo do email marketing —, não cai bem aos olhos dos servidores e dos seus clientes em potencial.

Personalize as mensagens

Por fim, vale analisar cuidadosamente o quanto a sua mensagem vai se dirigir, diretamente, ao perfil do seu público. Cabe, aqui, a segmentação de listas para tornar as mensagens mais atrativas e personalizadas, além do uso inteligente de imagens: elas devem causar identificação e estimular os desejos do público.

É importante ter em mente, também, que a opção de descadastramento do envio deve constar em suas mensagens. Trata-se de uma política de boa vizinhança para estabelecer uma relação de confiança com os destinatários.

E então, o que achou de nossas dicas para montar um email marketing arrasador? Para saber mais a respeito de outras dicas para fortalecer suas estratégias de marketing digital, assine a nossa newsletter — localizada no canto superior esquerdo de nosso blog — e fique por dentro de nossas novidades em primeira mão!

Pin It on Pinterest

Share This