Conteúdo no site é importante?

Conteúdo no site é importante?

Ter conteúdo para site é importante? Para muitos pode passar despercebido, mas é fundamental e indispensável para você conseguir se posicionar organicamente na internet. 

Hoje, o Google é o principal protagonista das buscas na internet. Para que seu site seja encontrado pelo motores de buscas, não adianta ter apenas um design bonito, mas sim, uma configuração técnica, uma boa otimização por trás do seu site. E isso, envolve diretamente conteúdo no site. 

Pontos que identificam um site sem conteúdo: 

  • Se você possui um site e não aparece na internet;
  • Se o seu site possui um volume baixo de acesso;
  • Quando alguém procura pelo que você oferece e não aparece seu site;
  • Seu site possui um design bonito mas ninguém encontra. 

Se o seu site se encaixar em qualquer destes pontos, está na hora de rever seus conceitos sobre conteúdo, e começar aplicar essa estratégia. 

A construção do conteúdo no site

Muitas empresas quando optam em criar um novo site, se preocupam muito com o design mas esquecem do mais importante, o CONTEÚDO.

A construção de conteúdo no site é um dos maiores problemas que enfrentamos aqui na LABRAQuando vamos desenvolver novos sites, as empresas não possuem conteúdo, e quando possuem, é necessário passar por uma reformulação para deixá-lo na linguagem digital e otimizado para os motores de busca poderem localizá-los.

Para produzir um conteúdo de qualidade e bem otimizado, antes de tudo, é necessário planejamento e pesquisa para entender como o seu possível cliente procura seu produto ou sua empresa no mundo online. 

A partir disso, se inicia a construção do conteúdo, a criação da pauta, um título que estimule a leitura, palavras-chave que auxiliem na indexação do conteúdo, URL, e muitos outros detalhes que ajudarão este conteúdo ser localizado pelos motores de busca.

Agora vamos dar dois exemplos de clientes que deram certo ao usarem o conteúdo como estratégia para serem encontrados nos motores de busca. 

Primeiro exemplo: pegamos o produto principal do cliente X, construímos uma página robusta, com bastante conteúdo otimizado, imagens, vídeos, meios que tornaram ainda mais diferenciada a página.

O resultado foi: levamos essa página, que estava na décima página do Google para a primeira. Mas para alcançar esse objetivo, teve otimização SEO

Segundo exemplo: ao contrário do exemplo anterior, o cliente Y já possuía um site e um blog, com diversos artigos escritos. 

Porém não havia nenhum conteúdo posicionado, isso devido a falta de otimização nos textos, e a falta de linguagem correspondente ao meio online. Isso, fazia com o que os motores de busca não utiliza-se o conteúdo como resposta às perguntas dos usuários. 

Como funciona um ranqueamento através do conteúdo

Tudo funciona de uma forma bastante simples, onde o usuário faz uma pergunta ao Google, e o robô do Google faz uma varredura para localizar a melhor resposta. 

Mas a grande inteligência por trás disso é colocar o seu conteúdo, o seu site ou seu blog, dentre as primeiras posições destas melhores respostas que o próprio Google classifica.

É isso que exige uma grande expertise desde o início de toda a construção do conteúdo, seja para uma página de um site, para uma página de conversão ou para um blog.

Existe uma série de fatores técnicos que farão o conteúdo do seu site estar lá nas primeiras posições, porém os 3 principais são: a otimização do conteúdo, o desempenho do site ou blog e o servidor onde está hospedado e, também o volume de acesso. Sem pelo menos esses 3 pontos estarem super bem configurados e funcionando, o seu conteúdo não será localizado. 

Você pode ter o melhor conteúdo de todos, mas sem estes fatores, de nada adianta, pois como já citamos, é um robô que faz esta busca pela melhor resposta, e não um ser humano. 

Então, o seu conteúdo precisa estar enquadrado dentro dos critérios de seleção que o robô do Google utiliza para ser localizado.

Abaixo segue um exemplo prático de um cliente nosso, que desde o início do nosso trabalho, focamos muito em conteúdo, tanto no site quanto no blog, permitindo este crescimento orgânico exponencial que conquistamos:

Gráfico de exemplo com o crescimento do cliente desde o inicio do trabalho com conteúdo no site | Agência Labra

Por fim, para você saber se o seu site ou blog está com um bom conteúdo, faça uma pesquisa no Google com o seu principal produto e veja se a sua empresa aparece organicamente, abaixo dos anúncios patrocinados e do maps.

Um exemplo com a própria LABRA, conforme imagem abaixo que mostra a nossa posição orgânica, buscamos por uma palavra chave específica, de um serviço que entregamos.

Ou seja pesquisando por “conteúdo marketing industrial”, estamos na primeira posição do Google, tirando a primeira posição da imagem abaixo, que se trata de um anúncio patrocinado.

image1 - Conteúdo no site é importante?

Gostou desse conteúdo? Leia também o nosso post sobre marketing de conteúdo e saiba como aumentar suas vendas com tráfego orgânico. 

Dicas para sua marca se destacar

Dicas para sua marca se destacar

Destacar a marca no mercado é algo essencial para atrair novos clientes e garantir a fidelização dos antigos, certo? Por isso, um dos grandes desafios para o marketing das empresas é encontrar formas de aumentar a relevância da sua marca frente aos clientes e concorrentes.

Uma das mais poderosas ferramentas para conquistar este destaque, atualmente, é a internet. Com ela, você pode fazer da sua marca uma referência na área em que atua.

Quer saber, então, como usar as conexões para fortalecer a sua marca, gerar presença digital e relacionar-se com o seu público-alvo de maneira eficiente? Para isso, convidamos você a conferir nossas dicas para isso logo abaixo!

Como dar destaque à sua marca

O mercado digital está em efervescência, sempre em renovação para garantir que o caminho entre a sua marca e o público-alvo seja o mais objetivo possível.

E, a seguir, destacamos algumas das soluções mais consolidadas para atingir os seus objetivos. São elas:

1. Conheça o seu público

Ações de marketing digital só surtem o efeito esperado quando a empresa conhece o seu público. Só assim, é possível saber o tom da linguagem e o tipo de conteúdo que devem ser utilizados para atingir a audiência certa.

Por isso, o primeiro passo é analisar quem são e quais são os interesses dos seus potenciais clientes. Isso é essencial para garantir que a marca tenha mais destaque.

Afinal de cintas, quanto mais bem direcionados são os conteúdos e as propagandas produzidas, melhores resultados elas alcançam, maior é a visibilidade da empresa e, consequentemente, maior é o seu destaque no mercado.

2. Crie conteúdo relevante para o seu público

A criação de conteúdos relacionados à área de atuação da empresa é uma das grandes estratégias para atração de novos clientes e aumento da visibilidade da marca. Quando bem utilizada, esta estratégia também contribui para que a empresa se torne uma referência na área. Para isso, é importante:

Promova e monitore os conteudos - Dicas para sua marca se destacar

  • Escolher temas que sejam úteis para o seu público;
  • Checar a veracidade das informações compartilhadas;
  • Fazer uma boa divulgação dos conteúdos publicados;

Também é importante ficar de olho nas tendências e novidades da área. Se você é um dos primeiros a falar sobre o assunto, isso mostra que a sua empresa está bem informada. Quanto mais valor a marca gera, maior é a probabilidade de conquistar uma boa audiência.

3. Analise a eficácia do seu site

O site da empresa também é uma ferramenta que ajuda a aumentar a visibilidade da marca. Para isso, a página deve ser interessante e agradável.

Avalie o seu site e saiba como ele está posicionado, veja a relação do layout com as cores utilizadas e os menus do seu endereço virtual: eles garantem uma boa experiência de navegação?

Isso é essencial para que o internauta passe mais tempo no espaço e volte a visitar o site – ações que contribuem para o aumento da relevância digital da empresa.

4. Use as redes sociais

Não basta criar um perfil no Facebook, LinkedIn e no Twitter – é preciso mantê-los ativos. Compartilhe notícias relevantes, responda às interações dos consumidores e fique de olho no que é dito sobre a sua marca.

As redes sociais são excelentes meios de divulgação, para atrair mais atenção para a empresa, e de relacionamento com o cliente: aproveite o potencial destes sites!

5. Tenha uma identidade bem definida

Quanto mais forte é a identidade da empresa, mais facilmente ela pode ser reconhecida pelo público. Assim, também é mais fácil destacá-la da concorrência.

A sua marca já conta com elementos de comunicação bem definidos? Se não, é hora de pensar em uma logo, em cores e em uma linguagem que caracterizem a empresa. Também é fundamental pensar em materiais promocionais que fortaleçam a identidade da marca.

6. Explore as tendências

A sua empresa deve ser única: diferenciada, mostrar-se profundamente alinhada ao perfil do seu público-alvo e esbanjando identidade no processo.

Soma-se a isso, agora, a atenção às principais tendências do mercado para alinhá-las a tudo o que foi dito no parágrafo anterior. Parece um gigante desafio, mas é mais uma atividade investigativa para encontrar as soluções que deram certo no mercado, para replicá-las à sua realidade.

Um exemplo: para o YouTube, os vídeos vão ser responsáveis por cerca de 80% de todo o tráfego on-line até 2019. Motivo mais que suficiente para considerá-lo entre as suas ações de atração, divulgação e vendas, não é mesmo?

7. Mensure os resultados de suas estratégias

Independentemente do que você faça na internet, tenha a certeza de que você possui os meios para registrar os dados dessa ação estratégica.

Labra inbound marketing - Dicas para sua marca se destacar

Em uma época na qual o Big Data dominou o mercado e a mente do empreendedor, é fundamental saber como absorver essas informações digitais e usá-las em benefício do desenvolvimento da sua marca.

Um exemplo são as principais ações do marketing digital. Quando os dados são constantemente monitorados, pode-se alterar o planejamento em tempo real para render resultados melhores.

Esse monitoramento é essencial para que o seu investimento gere um retorno elevado, e que você não gaste-o — e tampouco o tempo dos seus colaboradores — em ações que não estão rendendo o esperado. Flexibilidade e mobilidade são palavras-chave para o sucesso da sua marca: aplique-as!

8. Invista em mídia paga

Seja por meio do display do Google ou por meio de banners em sites parceiros, você pode direcionar ainda mais as suas ações para impactar, de fato, o seu público-alvo.

Assim, as suas campanhas de mídia digital vão aparecer apenas para quem demonstra interesse nos seus produtos ou serviços. Um diferencial e tanto para fazer valer cada centavo do investimento para promover a sua marca com eficácia.

9. Considere o uso do remarketing

Com bons resultados no mercado, o remarketing é aquela ação na qual o usuário de internet visita uma página — sobre produtos ou serviços similares aos seus — e, momentos depois, ele passa a encontrar ofertas similares nos banners de sites que ele visita.

Inclusive, em páginas do seu site que ele tenha visitado. Isso ajuda, por exemplo, a reduzir a taxa de abandono do carrinho e também fortalece a sua marca na percepção do consumidor e clientes em potencial ao navegar on-line.

Como colocar a divulgação da sua marca em prática?

Por fim, convém observar quais oportunidades a sua marca tem deixado passar a partir de um constante monitoramento da concorrência. Algo que permite avaliar os acertos e erros, dos rivais, a fim de verificar a possibilidade de usá-los em benefício da sua marca.

E aí, quais das estratégias acima citadas você já aplica na realidade do seu negócio, e quais têm potencial para complementar a eficácia das suas ações já implementadas? Se estiver em busca de novas técnicas e ferramentas para potencializar os resultados e dar mais visibilidade à sua marca, conheça nossas dicas sobre como usar o marketing de conteúdo para indústrias!

Mudança do Google AdWords em mais de 10 anos

Mudança do Google AdWords em mais de 10 anos

O marketing digital ainda está esticando o seu alcance no mercado, mas ele já está há um bom tempo sendo desenvolvido. Prova disso é que o Google AdWords, uma das ferramentas mais necessárias para a elaboração e o monitoramento de estratégias, chega à maioridade legal em 2018.

Criada em 2000, a plataforma já passou por uma série de modificações. Em especial, como consequência da vasta popularidade das ações de marketing digital e a entrada de empresas de todos os portes e segmentos ao jogo.

E, como o SEO é uma ação em contínua ascendência para divulgar melhor os diferenciais do seu negócio, neste post vamos falar mais sobre o Google AdWords. Confira, e entenda a sua relevância para compor cada uma de suas campanhas de marketing digital!

O que é o Google AdWords

A plataforma é uma das grandes aliadas do empreendedor e de agências especializadas em marketing digital. Afinal, ela concentra os dados e informações necessários para estar ao alcance do seu público-alvo. Sem falar que representa uma enormidade representativa no lucro do Google.

Isso porque é possível montar campanhas por meio dos mecanismos de busca — nos resultados orgânicos das pesquisas on-line — e também com a elaboração de links patrocinados. Essa diversidade de ações faz com que o empreendedor invista de acordo com as suas necessidades, orçamento e objetivos.

As mudanças ocorridas no Google AdWords

Por ser a “galinha dos ovos dourados” do Google, o AdWords apontou uma série de mudanças, ao longo do tempo. As mais recentes dizem respeito à remoção de Links Patrocinados de texto, anteriormente exibidos na lateral dos resultados de busca. A ideia é alocar, no espaço, mais retornos de anúncios do Google Shopping.

Além disso, mais resultados de Links Patrocinados passam a surgir na parte superior da página. Isso permite uma competitividade maior entre os anunciantes, o que também pode influenciar nos custos para investir nessas campanhas.

Engana-se, no entanto, quem vê nisso uma simples tentativa de encarecer os produtos. Isso porque o Google AdWords também teve uma mudança significativa no algoritmo que determina a posição dos anúncios — tanto na lateral quanto no topo das páginas.

Até então, ele era formulado a partir do lance máximo por CPC, que é estimulado pelo usuário, e o índice de qualidade — referente ao anúncio e à sua respectiva página de destino. Era assim que empresas de todos os portes competiam em igualdade. Agora, para não perder esse fator, um novo elemento foi adicionado: as extensões de anúncio.

O que são as extensões de anúncio

Parte elementar do Google Meu Negócio, trata-se de mais uma maneira de otimizar o seu site e outras páginas a partir das pesquisas on-line. São as informações complementares que aproximam o público de um negócio com mais credibilidade, como o endereço de sua empresa e meios de contato — que aparecem na lateral da página, nos resultados das buscas.

Daí a relevância em ajustar as suas campanhas no Google AdWords com base nessas mudanças. Pois existem diferentes tipos de extensões, como:

  • Localização: exibe o seu endereço, telefone e a localização no mapa;
  • Chamada: são usadas para exibir anúncios em dispositivos portáteis, possibilitando a ligação direta para a sua empresa com um toque em botões específicos;
  • Sitelinks: linkagem direta para o site de sua empresa;
  • Redes sociais: aponta as últimas atualizações em suas redes sociais.
  • Aplicações: permite que o usuário baixe seus aplicativos diretamente dos resultados da pesquisa;
  • Comentários: destaca as últimas avaliações que o seu negócio recebeu.

Deu para perceber como essas mudanças são de grande impacto para suas ações de marketing digital? E, principalmente, para se relacionar com muito mais qualidade com o seu consumidor?

Agora, para complementar a qualidade de suas atuais campanhas de marketing digital, confira também a importância e as nossas dicas para você criar um blog estruturado!

e book lading page - Mudança do Google AdWords em mais de 10 anos

Copywriting: a importância na produção de conteúdos no blog

Copywriting: a importância na produção de conteúdos no blog

Você já se pegou refletindo a respeito do impacto da produção de conteúdo em seu blog?Não há como negar que é uma das etapas mais significativas das ações de marketing digital. Acontece que, dentro desse conceito, temos um mais amplo e pouco difundido: o copywriting.

Já adiantamos: não se engane pensando que é tudo farinha do mesmo saco digital que compõe um blog de sucesso. O copywriting é, na verdade, um conceito mais aprofundado e estratégico da produção de conteúdo, e entenderemos o seu impacto ao longo deste post.

Confira, e entenda como enriquecer a produção de conteúdo em seu blog com todo o poderio do copywriting!

O que é copywriting?

O copywriting, no marketing digital, nada mais é do que o ato de produzir textos. Só que não se trata apenas de um blog post, mas de toda ação estratégica que envolva a produção de conteúdo. Em uma rápida análise, podemos considerar copywriting:

  • Blog posts;
  • Posts em suas redes sociais;
  • Whitepapers;
  • O conteúdo de seu site institucional;
  • Whitepapers;
  • Email marketing;
  • E-books.

Entre outros tipos e formatos de conteúdos. Tecnicamente, por sua vez, o copywriting é a maneira estratégica de impactar o seu público-alvo. Portanto, é o planejamento para “vender” uma ideia capaz de cativar e reter os usuários para conhecer a sua produção de conteúdo.

Qual é a relevância do copywriting?

Aí é que está: embora o termo seja pouco usado, o copywriting é a estrutura de boa parte das ações do marketing digital. E tenha em mente que, ao planejar sua estratégia de produção de conteúdo, ela deve se propor a realizar 3 tipos de reações em seus leitores:

  • Inspiração;
  • Influência para construir um relacionamento com a sua marca;
  • Motivação para guiar os usuários a tomarem uma decisão com relação ao seu produto ou serviço.

Por isso dissemos que o copywriting é o elemento estratégico por trás da produção de conteúdo. E, a seguir, vamos entender como suas ações podem atingir as reações acima.

Como impactar meu público com a produção de conteúdo?

A seguir, separamos algumas dicas práticas para alcançar os resultados esperados e, quem sabe, superá-los gradativamente. São elas:

  • O impacto positivo é um reforço criado a partir da repetição. Por isso, não tema se os conteúdos forem similares, mas tenha em mente que todos eles devem agregar algo ao longo da leitura;
  • Lembre-se manter a produção de conteúdo em profundo alinhamento com as técnicas de SEO, bem como as palavras-chave mais utilizadas pela sua audiência;
  • Analogias são determinantes para comprovar uma afirmação. Use-as, e procure mantê-las bem próximas da realidade do seu público para que absorvam melhor o conteúdo;
  • Provocações — desde que bem dosadas — também são bem-vindas. O ideal é mostrar ao cliente como ele está fazendo algo que todos também fazem, mas que não é o ideal. É importante apontar, ao longo do texto, o caminho ideal para convencê-lo;
  • Ao conhecer o perfil do seu público, você consegue compor uma produção de conteúdo sólida contra todo tipo de objeção que ele, de acordo com os seus objetivos e necessidades, possui;
  • Use o storytelling para diferenciar os conteúdos. Eles tendem a tornar a leitura mais cativante
  • Lembre-se de manter a estrutura dos seus conteúdos alinhada a uma pirâmide de boas práticas: clareza, objetividade e persuasão.

Lembre-se, por fim, que o copywriting deve ser constantemente monitorado para você avaliar o impacto em seu público. Com o tempo, você terá uma estratégica sólida e imbatível para se manter relevante para a sua audiência.

E, agora que você já entendeu os conceitos práticos do copywriting, que tal conhecer também como criar um blog bem estruturado?

Saiba porque investir em Marketing de Conteúdo em pequenas empresas

Saiba porque investir em Marketing de Conteúdo em pequenas empresas

O marketing de conteúdo para pequenas empresas sempre foi um assunto delicado: com orçamentos enxutos era impossível competir com o investimento de grandes marcas no setor. Com a chegada do marketing de conteúdo, entretanto, a democratização chegou ao mercado.

Afinal de contas, a produção de conteúdo é uma estratégia acessível e que rende resultados. Sem falar no direcionamento cada vez mais preciso nas ações planejadas. Em uma época em que a experiência do usuário na internet é valiosa, o marketing de conteúdo se apresenta como um diferencial para o desenvolvimento de sua marca.

Quer saber, exatamente, como o marketing para pequenas empresas é potencializado com a produção de conteúdo? Basta seguir com a leitura deste post!

A produção de conteúdo ajuda no fluxo de vendas

Indiretamente, o marketing de conteúdo é mais uma ferramenta de vendas para o seu negócio. Isso porque a produção consistente e alinhada às principais dúvidas, desafios e objetivos do seu público-alvo permite que eles encontrem você em suas pesquisas on-line.

Assim, sem a necessidade de prospectar o mesmo, você constrói um site, blog de sucesso e marca presença nas redes sociais. E isso, somado ao conhecimento do perfil e das necessidades do seu consumidor, atrai ele até a porta — virtual — do seu negócio.

Ou seja: ao analisar cuidadosamente, não é exagero dizer que o marketing de conteúdo ajuda no aumento de vendas em sua empresa.

O marketing de conteúdo tem excelente custo/benefício

Já reparou como os anúncios na TV, rádio ou na mídia impressa alcançam milhões de pessoas? Já percebeu também que muitas dessas pessoas não têm interesse algum no produto ou serviço anunciado?

Dessa maneira, é possível avaliar que a produção de conteúdo é uma fundamental estratégia de marketing para pequenas empresas. Afinal, são ações pensadas para atrair pessoas interessadas no seu negócio. Clientes em potencial que sequer conheciam sua empresa e que chegam até o seu site a partir desse conteúdo relevante que eles encontraram em suas buscas.

Sem falar que o investimento é incomparavelmente menor do que a produção de um comercial para a TV, por exemplo. O marketing de conteúdo é, portanto, economicamente viável e com muito mais chances de impactar pessoas interessadas no seu negócio — o que aumenta também o ROI em marketing.

A fidelização de clientes é promovida pelo marketing de conteúdo

A produção de conteúdo ajuda a gerar valor para o seu cliente, sabia? Mostra que você entende do assunto, é uma autoridade e referência, em seu setor de atuação, e entende as “dores” do seu público-alvo — e sabe como saná-las.

Daí a relevância do marketing de conteúdo na fidelização: ele se aproxima dos seus clientes e estabelece uma conexão. Quando você entrega aquilo que promete, a sua marca é fortalecida na mente do consumidor, fortalecendo gradativamente esse relacionamento qualitativo.

Vale apontar, então, que o marketing de conteúdo, por si só, não faz milagres. Trata-se de um esforço estratégico e que combina diferentes ações com o objetivo principal de atrair, encantar e fidelizar os clientes.

Tratando-se de marketing para pequenas empresas, é uma solução prática, viável e de alto retorno para o desenvolvimento de sua marca. Quer saber, então, mais a respeito do marketing de conteúdo e como ele pode fazer a diferença para o seu negócio? Entre em contato conosco!

Pin It on Pinterest