Aprenda a conquistar novos clientes com marketing digital

Aprenda a conquistar novos clientes com marketing digital

O marketing digital tem se consolidado como uma opção efetiva para prospectar e conquistar novos clientes, além de divulgar a sua marca. Mas, mais que isso: é também uma opção de grande valia para fidelizar clientes. Muitos empreendedores, no entanto, se perguntam como atingir tais objetivos.

E é justamente o grande objetivo deste post. Ao longo dos próximos tópicos nós vamos explorar a relevância atual do marketing digital, bem como as principais ações para colher bons resultados e, assim, aumentar o alcance de sua marca.

Confira, e descubra conosco como prospectar clientes com o marketing digital e fidelizá-los posteriormente!

Por que usar o marketing digital?

Com a internet, o comportamento do consumidor foi profundamente transformado. As pessoas têm acesso a informações que antes, só conseguiam na ponta da língua do vendedor bem treinado.

Portanto, o marketing digital surgiu como uma resposta a essa nova demanda: contribuir com dados precisos e que facilitem a tomada de decisão.

Por que usar o marketing digital?

Só a partir dessa premissa já podemos destacar outros motivos para você investir em marketing digital e, assim, conquistar novos clientes:

  • O uso estratégico de campanhas digitais contribui, gradualmente, para a consolidação de sua imagem como referência no seu ramo de mercado;
  • Em vez de correr atrás do consumidor, você distribui conteúdos relevantes, que vão atrair os clientes em potencial;
  • A segmentação do marketing digital é ampla. Ajuda a impactar diretamente a pessoa certa e, no momento exato em que ela estiver mais próxima da decisão de compra;
  • Todas as campanhas podem ser monitoradas em tempo real, bem como as métricas dos seus objetivos. Assim, tudo o que estiver em desacordo com o previsto pode ser modificado, o que valoriza o seu investimento ainda mais;
  • São ações acessíveis e personalizáveis, cabendo tanto no seu orçamento quanto no grau de precisão dos seus objetivos.

Quer dizer: são benefícios que permitem que sejam analisados, com o tempo, a performance de cada campanha. Algo que define aquilo que funciona, o que pode ser descartado e outros insights valiosos para planejar as próximas etapas.

Vale destacar, ainda, que o marketing digital serve para atrair novos clientes e, também, fidelizá-los. Um diferencial e tanto em uma época de elevada concorrência — e, o melhor: com ações focadas tanto no consumidor final quanto para outras empresas, como é o caso do marketing digital para indústrias.

Por isso, se os motivos para começar a investir em marketing digital acenderam a luz do seu interesse, a seguir vamos apontar os caminhos mais produtivos para você prospectar novos clientes!

Como prospectar novos clientes com o marketing digital?

Existem diversas maneiras de atração dentro do marketing digital. Uma das mais populares, é a produção de um conteúdo relevante e alinhado ao perfil de sua persona. É o marketing de conteúdo aplicado em suas páginas digitais para construir e nutrir um relacionamento com o consumidor e clientes em potencial.

Só que essa estratégia pode ser desmembrada em outras ações, como as que veremos a seguir!

Blog corporativo

Além de um site institucional, é importante contar com um blog bem estruturado. Com uma produção consistente, você consegue prospectar clientes por meio de um assunto que ele pesquisa nos mecanismos de busca — como o Google — e é redirecionado ao seu blog.

Ao clicar e ter a sua dúvida sanada, o usuário passa a consumir os conteúdos de seu blog e, consequentemente, a se relacionar com a sua marca. Em seguida, ele cadastra seu e-mail para receber os conteúdos de sua empresa e, assim, você passa a prospectar clientes com o blog.

Redes sociais

Para fidelizar clientes e aumentar o alcance digital de sua marca, as redes sociais possuem elevado poder entre as estratégias de marketing digital. Afinal, por meio dela o consumidor pode engajar com as suas postagens, tirar dúvidas e avaliar os seus serviços ou produtos.

Consequentemente, mais pessoas vão visualizar as suas páginas, conhecer o seu negócio e interagir com o seu atendimento. São ferramentas de relacionamento que podem fazer toda a diferença para divulgar sua empresa e reter os interessados em seus produtos ou serviços.

E-mail marketing

Com o e-mail marketing você consegue prospectar clientes e ter um aliado de peso em suas estratégias de marketing digital. Isso porque você pode usá-lo para:

  • Relacionar-se com o seu consumidor;
  • Nutrir os leads com conteúdos relevantes;
  • Newsletters;
  • Divulgar novidades de sua empresa.

Toda essa versatilidade permite que você use o e-mail marketing da maneira que melhor se adapta às suas necessidades e objetivos.

Materiais ricos

Além dos já citados, o marketing digital também se apoia em outras ações eficazes, como:

  • E-books;
  • Webinars;
  • Infográficos;
  • Checklists;
  • Planilhas;
  • E, vídeos.

Todos eles, quando alinhados ao perfil do seu público-alvo, ganham muito mais poder de conversão e a oportunidade de prospectar clientes de maneira prática, acessível e eficaz.

{E-BOOK} MARKETING INDUSTRIAL COMO GERAR NOVAS VENDAS

Vale destacar, ainda, que o seu site também pode ter a mesma funcionalidade que as outras ações de marketing digital. Para isso, é importante otimizá-lo com técnicas de SEO, aumentando as suas chances de prospectar clientes que buscam por soluções em suas pesquisas on-line.

E, agora que já vimos o que o marketing digital pode fazer pelo desenvolvimento de sua marca, que tal conferir se o seu negócio já está alinhado às boas práticas desse tipo de estratégia? Para isso, acesse a nossa página que oferece uma avaliação gratuita do seu marketing digital! Dessa forma, você vai entender, de maneira personalizada, reais oportunidades de negócio!

Como criar um blog bem estruturado

Como criar um blog bem estruturado

É indiscutível saber da importância sobre como criar um blog, hoje em dia, e como alinhá-lo em suas ações de marketing de conteúdo. Afinal, todo conteúdo criado deve estar amplamente associado aos objetivos e necessidades do seu público.

Isso ajuda a ranquear as suas páginas entre os principais resultados de busca on-line. Mas, além disso, explora a eficácia de suas ações de marketing de conteúdo, permitindo um relacionamento muito mais consistente com o consumidor.

Por isso, confira conosco a importância de como criar um blog bem estruturado e quais aspectos ter em mente para personalizá-lo e focar, exclusivamente, em um marketing para indústrias muito bem direcionado à demanda do seu consumidor!

Por que saber como criar um blog bem estruturado?

Os seus canais de comunicação corporativos devem ser altamente funcionais. E isso serve também para as ferramentas de relacionamento, como é o caso das redes sociais e do blog.

Por que saber como criar um blog bem estruturado?

Isso porque eles são meios de informação, entretenimento e educação: uma tríade que se traduz em postagens relevantes, criativas e que respondam às principais dúvidas de sua audiência. Como dissemos, é um dos pilares do marketing de conteúdo.

E por mais que você terceirize os serviços de marketing digital em sua empresa, o conhecimento por si só já é valioso. Você deve estar à frente das questões que mais permeiam o imaginário do seu público e, assim, convertê-las em respostas objetivas e eficazes com base nos conteúdos planejados e produzidos.

O blog tem se convertido, para muitos, no cartão de visita das empresas. É o primeiro contato dos usuários e, por isso, um blog de sucesso gera tráfego para o seu site, atrai clientes e os fideliza com o tempo. E é aí que reside a importância em saber como criar um blog, falta compreender quais são os principais benefícios de sua implementação!

Quais os benefícios de um blog para empresas?

Abaixo, destacamos as vantagens que o seu negócio vai acumular ao aprender como criar um blog que vai estar profundamente alinhado às suas ações de marketing para indústrias:

  • o marketing de conteúdo ajuda a construir uma imagem de autoridade para a sua empresa. Assim, quanto mais respostas e soluções você agregar à demanda do seu público-alvo, mais eles vão procurar pelos seus conteúdos diante de uma nova dúvida;
  • saber como criar um blog foca também no engajamento. As pessoas se relacionam mais com a sua marca e passam a atuar, indiretamente, como meios de divulgação da sua marca;
  • o marketing de conteúdo também ajuda a ranquear as suas páginas nos principais mecanismos de busca da internet, como o Google. Assim, o público vai se deparar com a sua empresa presente nos primeiros resultados pesquisados, o que aumenta o tráfego para as suas páginas e, consequentemente, contribui com a valorização de todo o processo de vendas da empresa.

Ótimos valores que só têm a acrescentar à reputação da sua marca, não é mesmo? Que tal vermos, então, como criar um blog, na prática, promovendo o seu marketing para indústrias?

Quais são as principais etapas sobre como criar um blog?

Abaixo, nós preparamos uma listagem rápida, mas completa, para que você saiba por onde começar sua estratégia de marketing de conteúdo e sem pestanejar sobre como criar um blog:

  • todos que se perguntam como criar um blog devem iniciar nessa etapa, que consiste em registrar o domínio de sua página, existindo serviços diversos para isso;
  • a hospedagem é a etapa seguinte. Não economize nisso, pois o servidor é o responsável por gerar estabilidade à navegação dos usuários;
  • hora de configurar o servidor para que o seu blog esteja preparado para abrigar os artigos alinhados com a sua estratégia de marketing de conteúdo (adiante ainda daremos algumas dicas sobre o visual do seu blog corporativo);
  • saber como criar um blog também consiste em planejar o calendário de conteúdos, apontando os temas, a periodicidade de publicação e a otimização deles para ranquearem nos mecanismos de busca.

Em seguida, o seu marketing para indústrias vai seguir o planejamento — que, por sua vez, está profundamente alinhado à jornada de compra do seu público-alvo e ao funil de vendas.

Só que isso não é tudo, abaixo também vamos disponibilizar algumas inspirações visuais para que o design do seu blog tenha tudo a ver com a sua marca, facilitando a identificação dos seus clientes em potencial gradualmente.

O design é valioso

O aspecto estético é tão relevante quanto o conteúdo. Eles são complementares, afinal de contas, e devem resgatar a sua identidade visual para fixá-la, lenta e gradativamente, na mente dos seus clientes em potencial.

eBook As melhores estratégias de Inbound Marketing para aumentar as vendas na indústria

No entanto, outros detalhes devem ser considerados para ver como criar um blog estruturado traz altos retornos para o seu negócio, como:

  • Pense na cor de fundo da tela, devendo ser relaxante e de fácil visualização das palavras;
  • Atenção também ao uso de imagens — dica: por mais que use fotos de bancos gratuitos, atente-se ao uso de conteúdos visuais que façam o seu público gerar identificação com elas;
  • Cuidado com as cores em geral do blog, pois elas devem ser agradáveis e não podem cansar os olhos do leitor rapidamente;
  • Pense também em associar o design do blog com a sua identidade visual.

Ou seja: ainda que a relevância e frequência de conteúdo sejam fatores fundamentais, eles podem ganhar muito mais valor com um design bem planejado.

Foco também na usabilidade

Muito se diz, atualmente, a respeito da experiência do usuário. Nada mais justo, uma vez que uma navegação on-line dificultada espanta, em instantes, o seu leitor e cliente em potencial. Por isso, bastante foco na facilidade de acessar, transitar entre páginas e encontrar conteúdos.

Só que o cuidado com a usabilidade se estende também ao dispositivo que sua audiência acessa o seu blog por meio de suas ações de marketing de conteúdo: hoje em dia, os computadores deixaram de ser o principal meio de navegação on-line dos usuários.

Por isso, o blog e o site devem ser responsivos — adaptáveis para outras tecnologias, como os smartphones e tablets. Com isso, eles podem acessar quando quiserem, e de onde estiverem, sem que a sua experiência seja prejudicada.

O planejamento se estende ao conteúdo

Por fim, um dos grandes mantras do marketing digital: conteúdo. É ele quem vai atrair os usuários com “dores” que a sua empresa pode resolver por meio dos seus produtos ou serviços. Sem falar que essa produção é o diferencial que gera autoridade para o seu negócio, e aumenta o alcance de sua marca na internet.

Por isso, estabeleça objetivos e trace um perfil detalhado do seu público-alvo. Com isso, suas ações de marketing de conteúdo são altamente beneficiadas, bem como o seu relacionamento com os clientes.

E, agora que você já sabe a importância de como criar um blog bem estruturado, que tal ampliarmos o conhecimento no assunto? Para isso, descubra porque você deve escolher uma agência especializada para cuidar do seu marketing para indústrias!

Marketing industrial: a maioria dos sites industriais e de manufatura ainda estão presos na internet 1.0

Marketing industrial: a maioria dos sites industriais e de manufatura ainda estão presos na internet 1.0

Aqui, no blog da Agência Labra, apontamos constantemente os benefícios do marketing industrial e o quanto as estratégias digitais ajudam a alinhar as empresas à irrefreável indústria 4.0.

Acontece que muitos empreendimentos do setor continuam na internet 1.0. Ou seja: pouco fazem a respeito dos benefícios em inserir os seus negócios no meio digital para atrair mais clientes, fortalecer a sua marca e, claro, aumentar as vendas.

Vamos entender, então, os motivos pelos quais a maioria dos sites industriais e de manufatura ainda está presa à internet 1.0 — e o que o marketing industrial pode fazer para reverter o cenário?

eBook As melhores estratégias de Inbound Marketing para aumentar as vendas na indústria

Qual é o problema em estar na internet 1.0?

O marketing digital tem um apelo diversificado para colocar a sua empresa — e suas páginas virtuais, como o site, o blog e as redes sociais — ao alcance do seu público-alvo.

Acontece que, hoje em dia, ter um site desatualizado há tempos deixou de ser algo que o mercado releva. Sem isso, as empresas são sufocadas por um volume intenso de dados gerados diariamente.

Como resultado, qualquer busca que o seu consumidor em potencial fizer nos mecanismos on-line, como o Google, vai levá-lo à concorrência — e não ao seu site.

Isso significa, então, que a internet 1.0 já está tão defasada quanto as tecnologias pioneiras da transformação digital ocorrida na virada do último século.

Como ultrapassar a internet 1.0?

Antes de falarmos especificamente sobre o marketing industrial, confira algumas dicas úteis para alinhar o site da sua empresa com as atuais tendência e, assim, iniciar o trabalho de gerar leads qualificados e nutrir qualitativamente a sua presença digital:

  • invista em serviços de chat para o seu site quando os visitantes se demoram na página de um dos seus produtos ou serviços;
  • tenha um catálogo on-line para download. Isso ajuda a identificar clientes em potencial e enviar, posteriormente, conteúdos por meio de suas ações de marketing industrial;
  • invista em um formulário de “entre em contato conosco” para identificar oportunidades de negócio com base no preenchimento de cada cliente em potencial;
  • promova conteúdos gratuitos — para download ou visualização no seu site/blog — para gerar um relacionamento com a sua audiência, aprender mais sobre a demanda do seu consumidor e passar a acompanhá-lo ao longo de sua jornada de compra.

Isso, por si só, já tende a impulsionar a sua empresa para longe da internet 1.0. Mas, como havíamos mencionado anteriormente, não se trata apenas disso.

Quais são os benefícios do marketing industrial?

Além de cuidar continuamente das atualizações do seu site, o marketing industrial também oferece uma imensidão de possibilidades e novas oportunidades de negócios.

Afinal de contas, toda essa estratégia é construída a partir do perfil do seu público. Consequentemente, você atrai interessados até você, e não o contrário, como ocorre com as técnicas tradicionais de marketing.

Quais são os benefícios do marketing industrial?

Com isso, alguns benefícios podem ser colhidos continuamente, como:

  • presença on-line maciça para atrair mais clientes até o seu negócio e relacionar-se com eles;
  • gerar mais engajamento por meio de conteúdos relevantes e que ajudem o consumidor a ter as suas dúvidas solucionadas;
  • identificar e estruturar a jornada de compra do seu cliente em potencial, para tornar a experiência mais prática, conveniente e qualitativa;
  • fidelização dos clientes;
  • mais autoridade para a sua marca, que vai se tornar referência à medida que mais pessoas estiverem satisfeitas com a experiência criada por você;
  • personalização de ofertas com base no conhecimento adquirido;
  • capacidade de mensurar os resultados em tempo real, valorizando ainda mais o seu investimento em marketing industrial.

Como complemento, convém ficar de olho nas principais tendências do marketing digital para que a sua indústria comece a trilhar um caminho paralelo aos grandes competidores do setor.

Afinal de contas, a indústria é, atualmente, 4.0. Onde você diria que a sua empresa se posiciona?

Mas, caso ainda não saiba por onde começar, nós damos um empurrãozinho extra na direção certa. Para isso, confira também as novidades para os setores da indústria brasileira!

A importância do Marketing de Conteúdo para todos os tipos de empresa

A importância do Marketing de Conteúdo para todos os tipos de empresa

O marketing de conteúdo tem sido amplamente divulgado como uma estratégia fundamental no desenvolvimento de empresas. A questão é: ele é realmente tão relevante assim?

Nós acreditamos, definitivamente, que sim! A importância do marketing de conteúdo é de se destacar, compondo o planejamento de sua empresa com mais precisão em sua busca por novos clientes, no relacionamento com eles e na propagação de sua marca.

E, para provarmos que o marketing de conteúdo não é uma aposta, mas sim um investimento, nós vamos mostrar para você, neste post, porque ele é importante para sua empresa — e como evitar erros na condução de sua estratégia. Confira!

O que é e qual é a importância do marketing de conteúdo?

Em resumo, o marketing de conteúdo é um planejamento estratégico que compreende a produção de um conteúdo relevante e direcionado a uma audiência qualificada — o seu público-alvo. Além disso, também é composto pelas etapas de distribuição desse conteúdo e de amplificação do alcance dos materiais elaborados.

Dessa maneira, esses conteúdos se convertem em mais visitas às suas páginas e, consequentemente, mais possibilidades de vendas. Isso porque o seu cliente em potencial vai reconhecer você, ao longo do tempo, como uma referência em seu campo de atuação.

Isso significa que, diante de uma eventual necessidade pelos seus produtos ou serviços, a sua marca estará na superfície de suas lembranças.

Sem falar que a importância do marketing de conteúdo também se dá pela possibilidade de conhecer melhor o seu consumidor, facilitando a elaboração de estratégias personalizadas e mais eficientes para impactá-los. Uma dica é você procurar uma agência de marketing digital para facilitar seus resultados.

Vale apontar que o marketing de conteúdo também é relevante por outras razões, como:

  • ajuda a gerar ou promover mais reconhecimento à sua marca;
  • incentivar mais lealdade do consumidor à sua empresa;
  • atrai e possibilita a interação com leads qualificados;
  • educa, informa e entretém os seus clientes em potencial;
  • cria um relacionamento e engaja os clientes;
  • torna o investimento em marketing mais acessível.

Ou seja: é uma ação que envolve diversos canais digitais — como o seu site, blog e redes sociais — e tem um grande impacto positivo no desenvolvimento de sua marca. Sem falar que é uma estratégia conveniente a empresas de todos os ramos de atuação e porte.

Vamos ver, então, como você pode usufruir do marketing de conteúdo em sua empresa?

Como começar uma estratégia de marketing de conteúdo?

Agora que já entendemos um pouco mais a respeito dos diferenciais do marketing de conteúdo, vamos colocar em ação alguns dos conhecimentos adquiridos?

Para isso, tenha em mente que os primeiros passos, para o planejamento de sua estratégia de atração de clientes, consistem em:

  • identificar o perfil do seu público-alvo, compreendendo as suas dores, desafios, objetivos e necessidades;
  • costurar os seus produtos e serviços a essa demanda gerada pelo seu consumidor e clientes em potencial (que, no marketing digital, são conhecidos como personas).

Com tais informações devidamente mapeadas, é hora de fazer o uso combinado de tecnologia e boas práticas para que suas campanhas de marketing de conteúdo permaneçam alcançando resultados cada vez melhores, como:

Tenha em mente quais são os seus objetivos

Você pode, a princípio, querer aumentar a sua base de e-mails cadastrados ou aumentar as vendas. Independentemente do objetivo, saiba onde você deseja chegar com eles.

O motivo para isso é facilmente explicado: suas metas definem as métricas a serem acompanhadas e, também, as principais ações que vão orientar o seu cliente em potencial ao longo de toda a sua jornada de compra.

Planeje o DNA da sua marca

Seja pelas redes sociais, na abordagem via telefone dos vendedores, na linguagem adotada nos posts do seu blog ou mesmo em contatos presenciais, é importante que toda a sua equipe tenha um discurso padronizado.

Sabe por quê? Isso facilita a absorção de uma linguagem única, gerando a personalidade de sua empresa, mas também aproxima-se do público-alvo por meio da identificação.

Afinal de contas, sua empresa carrega essências similares à de sua audiência. Assim, com o tempo o público vai reconhecer rapidamente alguma ação de sua autoria, o que contribui para a construção de uma imagem de referência e autoridade no assunto.

Avalie os canais a serem utilizados

No marketing de conteúdo, você pode diversificar a produção entre diversos canais e meios de comunicação. Só que nem todos podem fazer a diferença para os seus objetivos.

Por exemplo: dentro do seu nicho, as redes sociais mais utilizadas pelo consumidor são o Facebook, o Instagram e o YouTube. Com isso, o Twitter talvez não seja a ferramenta ideal para as suas primeiras campanhas.

Isso não exclui a sua utilização, é claro, mas ajuda a orientar a sua equipe a focar em ações onde o seu público-alvo mais esteja concentrado para obter resultados melhores.

Monitore os resultados

Por fim, não se esqueça de ter devidamente monitoradas as métricas relacionadas aos seus objetivos. Assim, eventuais ajustes são realizados em tempo hábil, valorizando ainda mais o seu investimento.

eBook As melhores estratégias de Inbound Marketing para aumentar as vendas na indústria

Esse gerenciamento deve ser contínuo, para que as metas alcancem com facilidade as projeções estipuladas. Além, é claro, de agregar resultados confiáveis com rapidez.

Quais são os erros a serem evitados ao usar o marketing de conteúdo?

Como já vimos a importância do marketing de conteúdo, achamos que pode ser tão relevante quanto explorar os seus diferenciais.

No entanto, faremos isso apontando os erros que muitos empreendedores cometem, prejudicando o alcance de resultados ainda melhores. Entre eles, destacamos os seguintes:

  • desatenção à persona de sua empresa, o que torna a produção de conteúdo menos relevante. Conhecer sua persona é fundamental, portanto;
  • falta de planejamento de um calendário editorial, pois a constância na produção de conteúdo é o que realmente ajuda a fisgar o interesse e atenção do seu público;
  • pouco planejamento no monitoramento de palavras-chave, o que condiz com o primeiro erro que apontamos neste tópico. O SEO é uma das principais sacadas para que você entenda o seu público e crie um conteúdo relevante e do interesse do seu consumidor em potencial;
  • superficialidade nos conteúdos é um erro grave. Pense que a sua produção deve ser consistente, mas resolver dúvidas e problemas do seu público. Do contrário, por que eles procurariam as suas postagens?
  • foco em um canal e formato de conteúdos, engessando o seu planejamento. O ideal é entender quais são os tipos de conteúdo que a sua persona consome, para focar em diversidade e amplitude na distribuição de informações relevantes.

E aí, o que achou da importância do marketing de conteúdo? Ficou com alguma dúvida sobre como essa estratégia pode se moldar aos seus objetivos e necessidades? Então, confira também nosso artigo que explora, detalhadamente, as maiores dificuldades em implementar o marketing de conteúdo nas indústrias!

Conquistando mais clientes para cross selling e upsell no setor industrial

Conquistando mais clientes para cross selling e upsell no setor industrial

Cross selling e up-sell ainda são termos pouco explorados, no setor industrial. Só que, na Era Digital, ambos os conceitos ganharam mais apelo. E isso se explica, em partes, pelo esforço em gerar experiências de compras memoráveis ao consumidor.

Isso porque cross-sell e up-sell são duas ideias práticas para aumentar as vendas. E, o melhor: explorando justamente as necessidades do seu público-alvo.

Por isso, este post vai se aprofundar no uso dessas técnicas para que você idealize possibilidades frutíferas em sua empresa. Confira!

O que é cross selling?

Para entender o seu significado, vamos a uma aplicação prática: imagine que um vendedor tente empurrar para você uma solução complementar à que você já adquiriu. Havendo a necessidade disso, para o cliente, o cross selling é bem feito.

 cross selling

Trata-se daquela oportunidade que os colaboradores vão enxergar se estiverem alinhados com as necessidades do público. Além, é claro, de conseguir alinhá-las às soluções do seu negócio.

O que é up-sell?

Seguindo na mesma linha, o up-sell é a oferta de um serviço ou produto melhorado, com um acréscimo no valor. Aqui, é importante avaliar e transmitir ao cliente o valor dessa mudança. Quando o valor agregado é percebido, o up-sell é bem feito.

Vamos entender como essas estratégias podem fazer parte de suas ações de marketing industrial?

Mapeie o perfil dos seus clientes

Como dissemos, cross selling e up-sell são oportunidades e sua eficácia é maior quando o vendedor sabe com quem está falando. Ou seja: quando compreende quais são os objetivos, desafios e problemas do cliente.

Do contrário, os esforços farão pouco sentido ao consumidor e as oportunidades não vão se encaixar harmoniosamente. Agora, ao mapear o histórico de compra, identificando melhorias para o cliente gastar mais e enxergar valor nisso, é outra história.

Up-sell

Aborde o cliente estrategicamente

Ainda que a sua tática traga melhorias visíveis nos processos de seus clientes, o investimento fala mais alto. Por isso, é importante que os vendedores consigam apresentar uma proposta de valor antes de apontar a diferença de preço.

Só quando um cenário promissor é desenhado, que o seu cliente pode avaliar o gasto a mais com mais atenção.

Quais estratégias de upsell e cross selling são bem-sucedidas no mercado?

Como vimos, tudo tem início com o impacto que você causa no consumidor a partir do seu conhecimento nas necessidades e objetivos dele. E isso vale para todas as etapas: desde o momento em que ele desconhece ter um problema à solução identificada.

Até por isso, podemos diagnosticar algumas estratégias acessíveis, práticas e que podem ser implementadas em curto prazo com base no que já sabemos sobre upsell e cross selling:

Satisfação do cliente

Experiência de compra é um termo em alta. Trata-se de tratar o cliente de maneira tão personalizada e assertiva que a experiência vai ficar marcada, na memória, fazendo com que ele procure novamente pela sua empresa diante de uma nova necessidade.

Isso significa que você deve conhecer, profundamente, cada cliente, bem como o seu histórico de compra, objetivos, reclamações anteriores com soluções similares etc.

Compreensão do cliente

Muitas vezes, o consumidor já usufrui de algum produto ou serviço que não seja o seu. Portanto, não adianta denegrir a escolha dele, mas compreender os motivos e transformá-los em argumentos irrefutáveis para que ele considere a sua solução.

Do contrário, você aparente uma atitude de menosprezo com o cliente, perdendo a oportunidade de explorar os diferenciais positivos da sua marca.

Treinamento dos vendedores

Peça que eles esqueçam as metas: oriente os vendedores para que sejam consultores. Especialistas que usam o upselling e o cross selling para ajustar uma oferta de maneira personalizada, e que agrupe todas as dicas anteriores.

Por exemplo: uma venda conjugada aumenta o ticket médio, mas ela só faz sentido se estiver de acordo com a demanda daquele cliente em particular. Daí, a importância em saber antecipadamente o que cada consumidor necessita. Flexibilidade e conhecimento, acima de tudo, para criar uma oferta de valor para os clientes.

Use o marketing digital para encantar seu cliente

Uma das premissas do marketing digital consiste em analisar o perfil do seu consumidor. Pois os dados obtidos são fundamentais para a construção de uma boa estratégia de cross selling e up-sell.

Com os dados obtidos e analisados, fica mais fácil cruzar soluções com as necessidades e históricos de cada cliente. Consequentemente, vocês planejam abordagens mais precisas e personalizadas, o que pode qualificar os resultados.

Os benefícios de investir nessas estratégias

Além de proporcionar um lucro maior no valor médio de cada compra, ambos os conceitos ajudam a desenvolver o valor de sua marca.

Em primeiro lugar, porque mostra o quanto você conhece o seu mercado e quem depende dele. Além disso, desenvolve ainda mais o relacionamento com o seu consumidor.

Dessa maneira, a fidelização é uma natural consequência, da mesma maneira que fortalece a marca do seu negócio. Como dissemos, no início deste artigo, a experiência do consumidor vale muito hoje em dia. E conhecer as melhores maneiras de solucionar (e antecipar) os desafios dele é o caminho mais prático para encantá-los.

E, como o assunto de hoje é o aumento de vendas no setor industrial, convidamos você a complementar o que aprendemos neste artigo com a leitura de nosso post sobre o alinhamento estratégico dos setores de marketing e de vendas: o smarketing.

Baixe nosso e-book gratuitamente sobre Marketing Digital para Pequenas e Médias Empresas

Pin It on Pinterest