Persona: O que é e por que são importantes no Inbound Marketing.

Persona: O que é e por que são importantes no Inbound Marketing.

Público-alvo se tornou uma das questões mais repercutidas no marketing digital. Se não por esse termo, talvez por Persona— ou mesmo buyer persona.

Em tese, são todas facetas de um mesmo objetivo na construção de estratégias de Inbound Marketing: definir o público ideal e, assim, elaborar as melhores práticas para atrair esse consumidor que pode encontrar necessidade em suas soluções.

Claro que isso é apenas um resumo da relevância em estabelecer a persona de sua empresa. Por isso, ao longo deste post vamos avaliar o que são as buyer personas e o que elas podem fazer para impulsionar o seu negócio!

O que é Persona

Identificar o público-alvo é um trabalho que demanda tempo e atenção às movimentações do mercado. Quem, afinal de contas, pode se interessar pelo que você tem a oferecer?

Com isso, uma pesquisa em seu setor de atuação se faz necessária para colher informações de todo tipo, como:

  • O comportamento de consumo dos clientes em potencial;
  • As características demográficas;
  • Suas motivações;
  • Objetivos;
  • Desafios e preocupações.

Isso tudo ajuda a criar a Persona: uma representação fictícia do seu público-alvo. Uma etapa fundamental para que você consiga abordar, interagir e se relacionar com usuários anônimos, na internet, até que se tornem clientes em potencial.

Diferença entre público-alvo e Persona

Embora sejam muito similares, ambos os conceitos divergem. Confira a diferença:

Público-alvo:  mulheres, de 20 a 35 anos, recém-casadas, graduadas em engenharia, com renda mensal de R$ 2.500;

Persona: Juliana tem 29 anos, é engenheira e recém-casada, deixando-a preocupada com os rumos de sua carreira para complementar a renda. Está em busca de uma empresa que ajude-a a organizar sua rotina de trabalho com soluções práticas e acessíveis.

E, caso ainda não entenda a relevância disso, vale observar o poder de segmentação do e-mail marketing, por exemplo. Com ele, você envia campanhas personalizadas para diferentes perfis de consumidor, tornando suas campanhas mais assertivas.

Outras possibilidades estratégicas com a buyer persona

No Inbound Marketing, a questão central está no envio da mensagem certa, para a pessoa certa, e no momento certo. Como a buyer persona é um perfil inicial do seu público-alvo, você já tem um dos elementos dessa equação estipulado.

As etapas seguintes consistem em elaborar a mensagem e definir o momento ideal, portanto. E isso se dá por meio de algumas ações:

  • O tipo de linguagem adotada em sua empresa, interna e externamente;
  • O tom e o conteúdo de suas publicações — seja no site, blog ou nas redes sociais;
  • Em qual(is) rede(s) social(is) você vai concentrar a sua produção de conteúdo;
  • As palavras-chave essenciais para a construção de sua estratégia.

Viu como ter a sua Persona definida abre caminho para tornar sua campanha mais eficiente? A buyer persona é um caminho meio andado para trazer resultados satisfatórios às suas estratégias de Inbound Marketing.

Do contrário, você pode estar produzindo conteúdo para quem não demonstra interesse em suas soluções. Ou, pior: conteúdos de qualidade dos quais o seu público-alvo dificilmente vai encontrar, em suas pesquisas on-line.

Enriqueça os resultados de suas estratégias on-line

O próximo passo consiste em encontrar o momento ideal para disparar as suas mensagens. Para isso temos a jornada de compra de sua Persona, e a melhor estratégia para construir o relacionamento com esses clientes.

Para analisar, na prática, como isso funcionaria em suas ações de Inbound Marketing, convidamos você a baixar, gratuitamente, o nosso e-book com 101 dicas para trazer resultados às suas estratégias de marketing digital!

 

Marketing B2B e B2C: O que é e qual a diferença

Marketing B2B e B2C: O que é e qual a diferença

Com a precisão assertiva do marketing digitalnovos termos foram idealizados. Só que não se trata apenas de nomes diferentes: no caso do marketing B2C (Business to Consumer) e B2B (Business to Business), por exemplo, a questão é fundamentalmente distinta.

Como o próprio nome sugere, B2C se refere ao marketing elaborado para impactar o consumidor final. Já o marketing B2B é destinado aos empreendedores em busca de soluções para o seu negócio.

E, neste post, vamos falar um pouco sobre cada um, além das principais diferenças entre o marketing B2C e o marketing B2B. Confira!

O que é o marketing B2C

Como mencionamos, o marketing B2C se dirige estrategicamente ao consumidor final: são as ações planejadas para atrair o cliente até o seu negócio. Um dos grandes atrativos, inclusive, que ajudou a popularizar o marketing digital.

Afinal de contas, são ações planejadas em cima do perfil do consumidor, visando impactá-lo em suas necessidades e objetivos. Assim, é gerada uma demanda constantemente nutrida para estimular o desejo de compra.

O que é o marketing B2B

Já o marketing B2B, o planejamento estratégico costuma ser mais complexo ou mesmo longo. Afinal, aqui é gerada a demanda para uma empresa, como serviços de consultoria, por exemplo, ou uma agência de marketing digital.

As etapas de persuasão do marketing B2B, portanto, são construídas gradativamente. Basta pensar que o marketing B2C dialoga com um perfil de público-alvo por vez. Você elabora e nutre a demanda para esse usuário.

Quando falamos no marketing B2B, existem muitas variáveis a serem consideradas para instigar a decisão de compra. Afinal, você está falando com uma empresa inteira, e não só com uma pessoa.

As diferenças entre o marketing B2B e B2C

Com base no que vimos acima, as distinções já foram claramente estabelecidas. Só que é importante se atentar que a abordagem e o perfil do público não são as únicas diferenças.

A principal particularidade a ser observada em ambos os modelos de negócio é a sua essência: uma prima pela razão, enquanto a outra, pela emoção.

No caso do marketing B2B, como vimos, a estratégia não deve se concentrar em cativar o usuário pelos seus desejos e desafios. Estamos dialogando com os desafios que a sua empresa enfrenta.

É importante, então, alinhar o discurso para que ele verifique vantagens palpáveis para o seu negócio, como:

  • Aumento em vendas;
  • Redução de custos;
  • Motivação dos colaboradores;
  • Mais alcance digital de sua marca.

Entre outros fatores. À medida que, no marketing B2C, antecipamos soluções para aplacar os desafios, desejos e as necessidades desse público-alvo. São fundamentos diferentes, que exigem estratégias e ações igualmente diversificadas — ainda que os canais sejam os mesmos.

São os blogs, as redes sociais, o e-mail marketing ou mesmo o seu site institucional. A fronteira entre ambos está na maneira de usar esses canais de comunicação.

Agora, sabe o que ambos têm em comum, ao planejar uma estratégia de marketing digital? A relevância de um conteúdo com alto valor informativo. Isso gera credibilidade à sua marca e mais segurança para que o cliente confie em você.

Para que fique mais claro o que estamos falando, confira nosso case da Engecass, com os resultados obtidos em apenas 6 meses de estratégia!

Newsletter: você pode estar perdendo futuros clientes por não utiliza-la

Newsletter: você pode estar perdendo futuros clientes por não utiliza-la

Entre algumas das estratégias de marketing digital mais relevantes, podemos destacar a newsletter. E, caso você já possua essa prática inserida em sua rotina, perfeito!

Caso contrário, é fato concreto que você pode estar perdendo grandes oportunidades de negócio, sabia? A começar pelo fato de que 70% dos visitantes de seu site podem nunca mais voltar, o que torna a newsletter uma maneira de fazê-los retornar até você.

Vamos entender, então, como adotar uma eficaz estratégia para que os seus clientes — e clientes em potencial — percebam a relevância em assinar a sua newsletter? Confira!

O que é uma newsletter?

Trata-se de um boletim informativo com periodicidade fixa, em sua maioria, e que tem o principal objetivo de despertar — e manter — o interesse do público-alvo em seus conteúdos.

Quer dizer: diferentemente do e-mail marketing, mais focado em vendas, a newsletter trabalha a construção e manutenção do relacionamento com o seu consumidor e clientes em potencial. Nela, você reforça a sua marca como autoridade em seu ramo de atuação.

Só que o uso da newsletter também pode obedecer algumas orientações para converter novos assinantes e mantê-los em sua base de e-mails. E, a seguir, vamos avaliar algumas delas.

Valorize o uso do CTA em e-mails

O Call-to-Action é um botão de grande relevância e impacto, que busca converter o visitante ao objetivo desejado. Pode ser, por exemplo, o download de um material gratuito ou mesmo fazer com que o usuário assine a sua newsletter.

E, como a sua interação diária pode abrir diversas oportunidades, o CTA pode fazer parte de sua assinatura de e-mails. Assim, a sua frase chamativa pode fazer com que um parceiro, fornecedor ou cliente em potencial se torne um assinante de sua newsletter.

Trabalhe diferentes mensagens de CTA

Como o CTA é focado no incentivo a uma ação específica, é comum observarmos as seguintes mensagens presentes no botão:

  • Assine;
  • Cadastre-se;
  • Inscreva-se.

Acontece que, ao trabalhar a mensagem com criatividade, você pode melhorar os resultados. Para isso, é importante trazer valor ao conteúdo, bastando modificar algumas palavras e manter a objetividade para tornar o CTA da newsletter mais atrativo.

Dois exemplos disso:

  • Receba novidades sobre (o seu ramo de atuação) diretamente em seu e-mail;
  • Tenha em sua caixa de entrada as melhores dicas sobre (o seu ramo de atuação).

Existem inúmeras possibilidades que podem ser trabalhadas e testadas para aumentar o número de conversão. Experimente!

Use as redes sociais para cadastrar novos assinantes

Além do uso de publicações que reforçam a solicitação de assinatura, as redes sociais também podem ser a porta de entrada para aumentar o número de assinantes de sua newsletter.

O Facebook, por exemplo, possui uma funcionalidade que dá mais visibilidade a um botão de cadastro. Assim, fica mais fácil promover a ação para que os usuários se cadastrem.

Faça uso do pop-up de saída

Lembra da estatística que mencionamos sobre os visitantes que abandonam o seu site e não voltam mais? Pois uma maneira de reduzir o índice é por meio do pop-up de saída (exit intent).

Trata-se de um CTA que surge na tela assim que o sistema detecta a intenção do usuário em fechar a janela e sair de seu site. Dessa maneira, você ganha um argumento sutil e eficaz para converter novos assinantes.

Use os seus artigos para aumentar a conversão

Sejam artigos extensos ou curtos, um CTA ao longo dele, ou após a conclusão, podem ajudar a aumentar a conversão, uma vez que esse é o momento em que eles estão mais engajados com o que você tem a dizer.

Assim, caso o usuário demonstre interesse na leitura, a solicitação para que ele se cadastre em sua newsletter pode ser o argumento certo, feito na hora certa.

E, para obter um auxílio especializado no assunto para a elaboração e desenvolvimento de suas estratégias, entre em contato conosco, e confira como podemos personalizar a sua newsletter para converter mais assinantes e, consequentemente, clientes para o seu negócio!

Email Marketing: Por que utilizar esta super ferramenta?

Email Marketing: Por que utilizar esta super ferramenta?

Quando as redes sociais tomaram força e volume, muitos apostaram que o email marketing estava com os dias contados. Ledo engano que, hoje, se apresenta como uma as ferramentas mais impactantes para as suas estratégias de marketing.

Isso porque elas são incríveis ferramentas de segmentação e encantamento do seu público-alvo, sem falar na sua versatilidade para servir como canal de divulgação, interação e comunicação com o seu consumidor.

Quer saber um pouco mais sobre a relevância do email marketing para o desenvolvimento de sua marca? Acompanhe as dicas que reunimos neste artigo!

Por que apostar em estratégias com o email marketing?

Sim, as redes sociais dominaram a predileção do usuário e fazem parte de grande parte das ações de marketing digital, mas vale lembrar que o e-mail é uma ferramenta usada diariamente, também. Se não no trabalho, para assuntos pessoais.

Esse fato por si só já é de grande relevância para usar o email marketing entre as suas estratégias. Mas existem outras razões que deveriam fazer você considerar o seu uso, como:

  • Você pode ampliar o alcance de sua marca, considerando que existe a expectativa de que, até 2019, tenhamos cerca de 2,9 bilhões de endereços ativos;
  • O e-mail é um canal de comunicação direta com o seu público, aumentando a visibilidade de suas mensagens;
  • As mensagens podem ser personalizadas e segmentadas, fisgando o seu público com a abordagem certa para cada perfil de cliente que você possua;
  • O seu ROI é elevado, com um retorno estimado em 3.600%.

Razoes suficientes para contar com uma boa agência especializada, capaz de trabalhar esses índices positivos em sua empresa, não acha?

Vamos ver, então, quais são as principais maneiras de traduzir a sua estratégia em resultados?

Com usar o email marketing?

O uso do email marketing vai muito além da promoção dos seus serviços ou produtos. Com uma estratégia de marketing digital bem elaborada, você pode usar essa ferramenta para:

Engajar seus leads

Trata-se, apenas, de um cuidado e atenção em trabalhar o relacionamento com os seus clientes com mensagens personalizadas, periodicamente, para mostrar a eles que você se lembra deles e que, diante de uma necessidade, eles se lembrem da sua marca.

Divulgar os seus conteúdos

A newsletter é uma popular maneira de se aproximar do seu público-alvo e, ainda, manter o interesse elevado a respeito das novidades que você alimenta em suas páginas, como o blog.

Aumentar as vendas

O e-mail pode facilitar o interesse do consumidor em adquirir um produto ou serviço ou, até mesmo, a entrar em contato com você, uma vez que você pode segmentar as suas campanhas.

Dessa maneira, ao conhecer o perfil de cada cliente, você cria mensagens personalizadas para trazer oportunidades de negócio até eles.

Dicas para criar e-mails impactantes

Todo esse retorno positivo de uma campanha de email marketing deve ser trabalhado cuidadosamente para que a sua periodicidade ou falta de objetividade não incomodem os usuário — a ponto de colocarem o seu endereço de e-mail na lista de spam.

Para isso, convém se atentar a algumas dicas para criar e-mails memoráveis, como:

  • Textos objetivos e impactantes são preferíveis, pois ganham a atenção do leitor de imediato;
  • A linguagem e a abordagem também são determinantes, por isso, conhecer o perfil do seu público importa bastante para adequar às suas campanhas de email marketing;
  • O mesmo podemos dizer do tom do e-mail: reproduza um diálogo — o mais personalizado possível — para que o leitor se sinta interagindo com você, e não com uma mensagem genérica, disparada para milhares de contatos.

Dessa maneira, você tem muito mais chances de empreender uma estratégia de email marketing capaz de chamar a atenção do seu público. Entre em contato conosco, e veja como podemos personalizá-la para atingir em cheio a demanda do seu mercado!

Saiba como aumentar as vendas com o seu site institucional!

Saiba como aumentar as vendas com o seu site institucional!

Atualmente, as marcas se relacionam cada vez mais com as empresas capazes de atender às suas demandas. E, por conta da popularização da internet, muitos relacionamentos começam com uma simples pesquisa on-line, sabia?

Inclusive, não é de hoje que a Era Digital se mostra relevante para a indústria. Afinal, vivemos on-line o dia inteiro, atualmente, e é exatamente por isso que o seu site institucional não pode ser, simplesmente, um site — mas um instrumento para aumentar as vendas.

Quer entender como fazer de sua página virtual um verdadeiro aliado para aumentar as vendas em sua empresa e se relacionar cada vez mais com o seu público? Entenda, a seguir, como aperfeiçoar o seu site!

A indústria na Era Digital

Independentemente do perfil do seu público, dificilmente ele vai deixar toda a informação concentrada na lábia dos seus vendedores. Eles procuram por soluções, na internet, e estão cada vez mais informados.

Dessa maneira, ao desenvolver um site institucional para aumentar as vendas, você está construindo uma relação com o consumidor, informando-o a respeito de tudo o que ele precisa saber.

E, quanto melhor estruturada estiver essa ponte comunicativa, melhores serão os resultados colhidos. E não estamos falando de um e-commerce, mas de um site responsivo, completo, informativo e que direcione o seu público para os canais de venda da sua empresa.

A indústria já está se adaptando a este novo capítulo de uma Revolução Industrial. E você?

Como aumentar as vendas com um site institucional

Para começar, o seu site deve ser planejado de acordo com o perfil do seu público e, em seguida, com uma apresentação rica a respeito dos seus produtos e serviços — visando a otimização do conteúdo com técnicas de SEO. Assim, você se aproxima dos termos mais pesquisados pelo consumidor, o que destaca o seu site entre os resultados mais relevantes.

E isso é alcançado com maestria quando a sua indústria conta com o auxílio de uma agência de marketing especializada no seu setor. Gradativamente, estratégias são boladas para fazer com que o seu site institucional consiga aumentar as vendas de sua marca sem, necessariamente, ter um e-commerce para isso.

Vale salientar que cada estratégia é única, personalizada para atender especificamente ao seu público e relacionar as suas demandas com as soluções que você tem a oferecer. E isso pode ser feito das seguintes maneiras:

  • A definição do consumidor que você deseja impactar e se relacionar;
  • A elaboração de um site institucional otimizado;
  • A criação de um blog e páginas de conversão (que ajudam a atrair e captar as informações de um público qualificado a se tornar seu cliente);
  • Presença e ações em suas redes sociais;
  • Ações com e-mail marketing.

Entre outras ações e estratégias. Mas é importante apontar que isso tudo pode ser elaborado com uma comunicação uniforme, na qual o seu site se torna o caminho natural dos clientes até os seus vendedores.

A importância de uma agência de marketing digital para potencializar os resultados

Não menos importante, devemos destacar que as estratégias digitais planejadas para atrair mais clientes até você são mensuradas constantemente. Assim, caso algo não esteja surtindo o efeito desejado, pode-se analisar os resultados em tempo real, permitindo ajustes imediatos.

Aqui, volta a relevância de uma agência de marketing para destacar o retorno e benefícios que a sua indústria pode colher com um site institucional de impacto.

Mas, para que você não se restrinja apenas à nossa opinião sobre o assunto, convidamos você a baixar, gratuitamente, o nosso e-book Como Vender com Sites Institucionais — um material muito mais profundo e que vai apresentar os diferenciais de um site para aumentar as vendas. Boa leitura!

Pin It on Pinterest