Como o Marketing funciona no B2B

Como o Marketing funciona no B2B

É possível que o marketing seja direcionado de acordo com o segmento de mercado que cada empresa trabalha. Hoje, existe o marketing B2C, direcionado para o comércio e bens de serviço para pessoas físicas e, o B2B, que são as transações entre as empresas.

Porém, hoje, queremos apresentar um pouco do funcionamento do B2B. Ele se caracteriza pela atuação em várias funções distintas no processo de venda e também de compra.

A prioridade primária do marketing B2B é capturar o lead, qualificá-lo de modo que ele possa ser preparado para receber a abordagem do setor de vendas da empresa.

Para ajudar ainda mais na compreensão, enquanto os clientes finais realizam a compra a partir do preço e da popularidade, as empresas, que são o foco do B2B, analisam questões como potencial de lucro e também preços. 

Vamos de exemplos

Se ainda não ficou tão claro o que o marketing significa, pense em empresas que realizam a venda de grandes máquinas para os mais diferentes segmentos, as quais não tem utilidade para o consumidor comum, como máquina de corte a laser e máquina de solda

Pensou? Pois bem, esses equipamentos podem ser extremamente úteis para outras empresas que realizam serviços e produções em grande escala e demanda.

É nessa hora que o marketing B2B entra em ação, para falar de forma direta com essas empresas e mostrar a importância de um bom equipamento e como adquiri-lo.

E com o crescimento das indústria da internet, o marketing industrial e B2B tem acompanhado e se mostrado uma estratégia extremamente boa. 

E quais são os benefícios?

Utilizado de forma estratégica e muito bem pensada, o aumento de lucros de uma empresa pode ocorrer por conta do marketing B2B, já que o alcance dos mais diferentes tipos de clientes e empresas pode acontecer.

Quando realmente feitas de forma eficaz, bem planejadas e estruturadas, as estratégias tendem a promover diferenciação de mercado de atuação, além de mostrar aos potenciais clientes a credibilidade da empresa. 

Um ponto importante para ser lembrado no marketing B2B, é buscar realizar uma comunicação que seja mais voltada para a garantia de desempenhos e resultados, bem mais do que o consumo/compra de algum produto.

Essa comunicação feita pelo marketing, precisa além de tudo, ser explicativa para o cliente, sendo detalhado e relevante para que ele consiga compreender de maneira eficiente o para o público. 

Os conteúdos mais extensos tendem a ser melhores no marketing B2B, exatamente pelo fato das altas explicações e detalhamento dos produtos e todo processo feito por uma indústria. 

Estratégias certeiras

Nada melhor do que dicas que funcionem para um marketing B2B certeiro. Para começar, é muito importante que seja feita uma análise de concorrentes e perceber o que pode funcionar também para o seu negócio, de uma forma diferente, e o que não. 

A segmentação do público também é muito importante. Se uma empresa vende equipamento de segurança individual, o público-alvo precisa ser os trabalhadores de ambientes com algum tipo de risco físico, não os de trabalhadores de escritório, por exemplo.

E a definição de metas é o que vai ajudar o marketing de fato deslanchar e conseguir os resultados desejados e esperados.

Por isso, não deixe de analisar todos os tipos de estratégias de marketing B2B para que o sucesso da sua empresa seja de fato eficaz e proporcionar todos os resultados esperados.

Fale com

Criando estratégias de marketing B2B no Linkedin

Criando estratégias de marketing B2B no Linkedin

Usar os meios digitais para prospectar clientes é uma necessidade para empresas que querem se manter competitivas no mercado. Isso inclui fazer das redes sociais uma das mais poderosas estratégias de marketing B2B — capaz de promover a marca e de aumentar a rede de relacionamento da empresa.

A questão-chave é: como fazer esse marketing digital quando o foco da empresa são outras empresas? Antes de tudo, é essencial acertar o meio em que devem ser focadas as ações promocionais e de captação de leads.

Se o Facebook apresenta grande potencial para atingir audiências B2C, no comércio B2B o LinkedIn é a rede social com maior probabilidade de conversão de leads. Por isso, neste post vamos explorar as estratégias de marketing mais produtivas nessa plataforma, que é uma das favoritas dos empreendedores dialogarem com outros empresários. Acompanhe!

Por que usar o LinkedIn?

Exclusivamente idealizada para a qualificação das relações profissionais, o LinkedIn logo evoluiu junto com as grandes tendências das estratégias de marketing digital.

Afinal, que lugar melhor para dialogar com o público B2B? A rede social é uma concentração massiva de oportunidades para explorar as necessidades e os objetivos do seu público-alvo, na mesma proporção que é possível construir e desenvolver um relacionamento sólido com ele.

No entanto, atenção para que o uso estratégico da plataforma seja um complemento às suas ações, e não uma simples formalidade para gerar presença digital. Para isso, vamos apontar na sequência algumas ações eficazes para o sucesso da sua empreitada!

Marketing B2B: como fazer do LinkedIn um aliado na prospecção de clientes?

Se o seu público-alvo são outras empresas, então o LinkedIn é uma rede social que não pode ser ignorada nas suas estratégias de marketing digital. De acordo com um infográfico publicado no site Bussiness 2 Community, 80% dos leads B2B gerados em redes sociais vêm do LinkedIn. Os outros 20% são divididos entre outras redes, como o Facebook e o Twitter.

Para garantir uma estratégia de marketing B2B eficiente é preciso, portanto, ter um bom planejamento de ações focadas na rede social de negócios. O primeiro passo é criar uma página para a empresa no LinkedIn. Se você já tem uma página na rede, pode ser uma boa ideia avaliar se ela está bem estruturada para gerar leads para a empresa.

As características de uma página que gera leads

Dê importância a campos como a descrição da empresa, especialmente às duas primeiras linhas, que devem ser interessantes o suficiente para que os seus potenciais clientes cliquem em “Visualizar mais”.

Estratégias de marketing B2B | Agência Labra

Não comece contando toda a história do seu negócio ou os prêmios acumulados – estas são informações para compartilhar mais tarde. Uma das primeiras coisas que a pessoa que entra na sua página quer saber é se ela está no lugar certo – ou seja, se o seu conteúdo é relevante para ela. Uma boa estratégia para isso é informar nas duas primeiras linhas quem é o público-alvo da empresa.

Crie uma Company Page

Não muito diferente das outras redes sociais nesse sentido, o LinkedIn permite a elaboração de uma página específica para o seu empreendimento, e não um perfil pessoal.

Pode parecer detalhe, mas faz toda a diferença para construir uma presença digital confiável para o público, ao passo que esse tipo de página permite a análise qualitativa (e quantitativa) de dados para avaliar a eficácia de cada uma das suas estratégias de marketing.

Monte uma Showcase Page

Dentro do perfil corporativo é possível estabelecer uma série de vitrine virtual dos seus produtos ou serviços. Por meio da Showcase Page, você tem múltiplas possibilidades de engajar o interesse da sua audiência via a produção de conteúdos multimídias.

Assim, além de ter acesso às informações básicas sobre o seu negócio, o usuário já pode transitar também por entre o que você tem a oferecer — cujos diferenciais são expostos pelos meios favoritos do seu público em consumir conteúdo.

E-mails

Uma das estratégias de marketing mais eficazes, no LinkedIn, é a partir do uso do recurso de InMail. Embora não seja gratuito, ele permite o contato direto com outros usuários da rede social, facilitando a abordagem, o relacionamento e a solução de problemas enfrentados pela sua audiência. Uma valiosa ferramenta de divulgação e vendas.

Participação em grupos

Muitos grupos de áreas ou assuntos específicos são fundamentais para a consolidação das suas estratégias de marketing. Afinal, lá estão concentradas as dúvidas que o seu negócio pode responder efetivamente, e associar também com as suas soluções.

Expor as opiniões que refletem os valores da sua marca é uma oportunidade valiosa para apresentar-se como um dos diferenciais do mercado. Aproveite, e construa uma rede de relacionamentos mais qualificada com essa ação de marketing digital.

Mantenha a regularidade nas postagens

Uma das principais estratégias de marketing para o público B2B, no LinkedIn, é produção de conteúdo. Mas, de nada adianta a periodicidade irregular se o objetivo da sua empresa é construir e nutrir um relacionamento com os seus leads.

Conteúdo no LinkedIn - marketing B2B | Agência Labra

Por isso, é sempre importante experimentar e entender a demanda que o seu público-alvo gera, e como os seus conteúdos podem ajudar a solucionar os seus problemas.

Quanto mais respostas eles encontrarem nas suas estratégias de marketing, por meio do conteúdo exibido no LinkedIn, melhor será para a construção de uma marca de autoridade.

Seja ativo

Depois de criada a página, é fundamental mantê-la ativa. O LinkedIn disponibiliza uma série de recursos para que empresas possam aumentar a sua rede de contatos. Um deles é a busca avançada, que permite que sejam realizadas pesquisas com base em parâmetros como localização, setor e idioma. Você pode encontrar boas oportunidades de novos negócios usando a busca do LinkedIn.

Usando os recursos citados — e de maneira complementar —, você pode gerar mais leads, fortalecer a sua rede de contatos e aumentar as oportunidades de vendas.  Lembre-se, apenas, de pensar em uma comunicação padronizada, relevante e que desperte o interesse do seu público.

Afinal, não é a toa que o LinkedIn é considerado uma rede de negócios. Diversas empresas estão presentes no site e o usam para encontrar talentos, conteúdos interessantes e parceiros de negócio. Aproveite o potencial da rede nas suas estratégias de marketing B2B!

Agora, queremos ouvir um pouquinho mais sobre você: você já usa o LinkedIn como uma potencial ferramenta de geração e conversão de leads B2B? Deixe uma resposta nos comentários.

Marketing B2B e B2C: O que é e qual a diferença

Marketing B2B e B2C: O que é e qual a diferença

Com a precisão assertiva do marketing digitalnovos termos foram idealizados. Só que não se trata apenas de nomes diferentes: no caso do marketing B2C (Business to Consumer) e B2B (Business to Business), por exemplo, a questão é fundamentalmente distinta.

Como o próprio nome sugere, B2C se refere ao marketing elaborado para impactar o consumidor final. Já o marketing B2B é destinado aos empreendedores em busca de soluções para o seu negócio.

E, neste post, vamos falar um pouco sobre cada um, além das principais diferenças entre o marketing B2C e o marketing B2B. Confira!

O que é o marketing B2C

Como mencionamos, o marketing B2C se dirige estrategicamente ao consumidor final: são as ações planejadas para atrair o cliente até o seu negócio. Um dos grandes atrativos, inclusive, que ajudou a popularizar o marketing digital.

Afinal de contas, são ações planejadas em cima do perfil do consumidor, visando impactá-lo em suas necessidades e objetivos. Assim, é gerada uma demanda constantemente nutrida para estimular o desejo de compra.

O que é o marketing B2B

Já o marketing B2B, o planejamento estratégico costuma ser mais complexo ou mesmo longo. Afinal, aqui é gerada a demanda para uma empresa, como serviços de consultoria, por exemplo, ou uma agência de marketing digital.

As etapas de persuasão do marketing B2B, portanto, são construídas gradativamente. Basta pensar que o marketing B2C dialoga com um perfil de público-alvo por vez. Você elabora e nutre a demanda para esse usuário.

Quando falamos no marketing B2B, existem muitas variáveis a serem consideradas para instigar a decisão de compra. Afinal, você está falando com uma empresa inteira, e não só com uma pessoa.

As diferenças entre o marketing B2B e B2C

Com base no que vimos acima, as distinções já foram claramente estabelecidas. Só que é importante se atentar que a abordagem e o perfil do público não são as únicas diferenças.

A principal particularidade a ser observada em ambos os modelos de negócio é a sua essência: uma prima pela razão, enquanto a outra, pela emoção.

No caso do marketing B2B, como vimos, a estratégia não deve se concentrar em cativar o usuário pelos seus desejos e desafios. Estamos dialogando com os desafios que a sua empresa enfrenta.

É importante, então, alinhar o discurso para que ele verifique vantagens palpáveis para o seu negócio, como:

  • Aumento em vendas;
  • Redução de custos;
  • Motivação dos colaboradores;
  • Mais alcance digital de sua marca.

Entre outros fatores. À medida que, no marketing B2C, antecipamos soluções para aplacar os desafios, desejos e as necessidades desse público-alvo. São fundamentos diferentes, que exigem estratégias e ações igualmente diversificadas — ainda que os canais sejam os mesmos.

São os blogs, as redes sociais, o e-mail marketing ou mesmo o seu site institucional. A fronteira entre ambos está na maneira de usar esses canais de comunicação.

Agora, sabe o que ambos têm em comum, ao planejar uma estratégia de marketing digital? A relevância de um conteúdo com alto valor informativo. Isso gera credibilidade à sua marca e mais segurança para que o cliente confie em você.

Para que fique mais claro o que estamos falando, confira nosso case da Engecass, com os resultados obtidos em apenas 6 meses de estratégia!

Pin It on Pinterest