Saiba como vender mais otimizando seu funil de vendas

Saiba como vender mais otimizando seu funil de vendas

Em um plano de marketing não pode faltar a elaboração de um bom funil de vendas. Afinal, é por meio dele que as empresas conseguem apostar na geração de leads de maneira eficaz, alinhando-se precisamente às necessidades e objetivos do seu público-alvo.

Por isso, perguntamos a você: em sua empresa todos já estão cientes da relevância do funil de vendas e como usá-lo para aumentar qualitativamente os resultados?

Para quem ainda não tem plena noção disso e como usar as principais ferramentas digitais, como a automação de marketing, este post vai esclarecer todas as suas dúvidas e ensinar como vender mais a partir do uso estratégico do seu funil de vendas. Confira!

[e-book]  As melhores estratégias para aumentar as vendas na indústria | Baixar grátis | Agência LABRA

Por que usar o funil de vendas?

O autor de The Ultimate Sales, Chet Holmes, tem uma notícia interessante para você: aproximadamente, 3% do seu público-alvo já está pronto para adquirir os seus produtos ou serviços.

Ele vai além: no máximo, 7% está pronto para receber uma proposta. E o que isso significa para você? Que o funil de vendas é a melhor maneira de identificar em que etapa o seu consumidor em potencial se encontra, para que você elabore a estratégia mais assertiva possível.

Assim, em vez de encaminhar uma proposta para quem sequer saber ter um problema, você pode nutrir esse lead com um conteúdo diferenciado, tirando as suas dúvidas, para então abordá-lo com uma negociação em momentos mais oportunos.

Isso, por si só, já soa mais interessante, não é mesmo? Mas perceba que não é tarefa fácil, já que entender como aumentar as vendas com o funil de vendas significa marcar presença a todo instante no processo de compra dos clientes e de consumidores em potencial.

E como fazer isso?

Não basta desenhar o funil de vendas e achar que isso vai resolver o problema e, da noite para o dia, sua empresa vai aprender como vender mais. A estratégia demanda planejamento e, essencialmente, a execução de ações que visam o monitoramento das ações desses prospectos.

Só assim, o seu negócio vai decolar com o uso estratégico do funil de vendas. Vamos ver, então, quais ações aplicar para isso?

Quais ações usar para entender como vender mais com o funil de vendas?

A seguir, as nossas sugestões para que o funil de vendas se torne uma figura elementar no aumento do seu faturamento. Veja só quais são!

Aplique testes A/B

Da mesma maneira que o teste A/B funciona no e-mail marketing ele também tem efeito positivo na otimização do seu funil de vendas. Troque, por exemplo:

  • Imagens;
  • Tamanho do texto;
  • Abordagem e tom de voz dos conteúdos;
  • Chamadas.

Lembre-se de monitorar os resultados e, assim, identificar o melhor tipo, formato e tamanho de conteúdo para encantar o seu consumidor em cada etapa do funil de vendas.

Qualifique mais para a geração de leads

A integração entre os setores de marketing e vendas tem sido amplamente incentivada por especialistas. E motivos para isso não faltam, já que um pode enriquecer o trabalho do outro.

O marketing, por exemplo, pode indicar aos vendedores os leads mais qualificados. E a força de vendas, por sua vez, deve repassar um feedback à equipe de marketing. Assim, ocorre um contínuo alinhamento para que toda a empresa se dedique mais aos leads com mais potencial de gerar resultados.

Invista na automação de marketing

A automação de marketing é uma solução necessária, praticamente, quando o número de leads ultrapassam — e muito — a capacidade produtiva de sua equipe de vendas. Mas não apenas nessas situações, já que as soluções , como o CRM, ajudam a otimizar o trabalho.

Assim, é possível organizar e compilar as informações para facilitar o trabalho e, assim, construir um relacionamento verdadeiramente rico com a sua base de consumidores e os clientes em potencial em contato com os seus vendedores.

Atenção às métricas relevantes para o funil de vendas

Um cuidado forte a ser tomado, ao lidar com o funil de vendas, é relacionado às métricas. Afinal de contas, muitas delas são consideradas “métricas de vaidade” que não traduzem, de fato, os resultados que você busca.

Atenção às métricas relevantes para o funil de vendas | Agência LABRA

São as curtidas, número de seguidores e pageviews, entre outras, enquanto sua equipe deve se atentar às taxas de conversão, número de leads (e também de clientes) gerados e outras que apontam, com precisão, o quanto sua empresa está navegando na direção certa.

Aposte na flexibilidade do seu funil de vendas

Nem todo cliente vai chegar até você ainda na primeira etapa de sua jornada de compra e, tampouco, vai seguir cada uma delas em ordem. Por isso, é fundamental ter um funil de vendas flexível, que se adapte rapidamente ao percurso dos clientes e, assim, evite que uma potencial venda se perca em um desalinhamento estratégico.

Saiba apresentar a solução que você tem a oferecer

Entenda que ninguém melhor do que os seus vendedores para apresentar uma solução diferenciada para o seu público-alvo. Ainda que o consumidor tenha o hábito de pesquisar on-line, é o marketing digital quem permite que eles cheguem até a sua empresa.

E, quando ele não está pronto para adquirir o seu serviço ou produto, é esse conteúdo qualificado que municia o consumidor. Quando ele se sente qualificado para entender o problema e as soluções, o seu vendedor já deve compreender, exatamente, o problema dele e como a sua solução pode se associar diretamente na resolução dessa questão em particular.

Difícil? Nem tanto. Por meio das dicas anteriores, o marketing e vendas passam a ser setores integrados, e ambos capazes de monitorar todos os comportamentos dos consumidores em potencial. Com isso, aprender como vender mais é uma natural consequência do uso otimizado do funil de vendas.

Inicie as negociações

O funil de vendas não deve fazer os seus vendedores terem receio de abordar o consumidor — apenas identificar a melhor hora para isso.

Portanto, assim que o setor de marketing tiver encaminhado os dados de cada cliente em potencial, facilitando o argumento de venda, por que não experimentar uma primeira abordagem?

Respeite o tempo do cliente e, principalmente, tenha em mãos os dados para compor argumentos convincentes para desmanchar a resistência natural que os clientes têm ao serem abordados.

Seguindo nossas dicas, você se aproxima muito de um relacionamento rico com o consumidor, aprendendo a gerar valor continuamente para ele.

E é por isso que, para construir um funil de vendas arrasador e de acordo com as dicas aqui propostas, nós recomendamos o auxílio de uma empresa profissional para planejar as melhores estratégias.

Quer saber como? Então, descubra conosco qual é o retorno que uma agência de marketing digital traz para você! Por tanto, aproveite para entrar em contato com um de nossos especialistas para entender, de maneira personalizada, como o funil de vendas pode ser usado em benefício do seu negócio!

Funil de Marketing: a importância da etapa do relacionamento para nutrição de leads

Funil de Marketing: a importância da etapa do relacionamento para nutrição de leads

O funil de marketing é um excelente instrumento de orientação, navegação e de vendas. Só que é importante enfatizar também os seus diferenciais para a construção e a manutenção do seu relacionamento com o público-alvo.

Afinal, por meio da nutrição de leads é que a sua marca se destaca e trabalha qualitativamente na evolução da jornada de compra do seu consumidor.

Que tal, então, nos aprofundarmos na relevância dessa postura inovadora, e conferir como é necessário que a etapa do relacionamento para nutrição de leads seja devidamente planejada? Confira aqui!

[e-book] As melhores estratégias para aumentar as vendas na indústria | Baixar grátis | Agência Labra

A importância do funil de marketing

O funil de marketing é um mapeamento de todas as etapas pelas quais um consumidor dos seus produtos ou serviços atravessa até tomar a decisão de adquiri-los.

Dentro marketing digital, nós podemos fragmentar todo o funil de marketing em etapas distintas. São elas:

Funil de Marketing | Agência Labra

Atração e descoberta

É a primeira etapa, em que o consumidor em potencial desconhece as suas soluções e até mesmo que ele enfrenta um problema.

Para tanto, no contexto do inbound marketing essa etapa consiste em gerar respostas às primeiras perguntas que o seu consumidor faz, nos mecanismos de busca, para iniciar um poderoso e duradouro relacionamento de confiança com ele.

Reconhecimento do problema

Aqui, a partir dos conteúdos anteriormente citados você mostra ao seu consumidor que conhece a sua realidade e sabe como apontar resultados para esses problemas identificados.

Vale aqui, analisar quais conteúdos podem contribuir para que o usuário passe a se transformar em um cliente em potencial, compartilhando informações pessoais que permitam a produção e o envio de conteúdos mais personalizados à sua demanda.

Consideração de solução

Estamos diante de uma etapa na qual a sua empresa já sabe que é aquele consumidor, quais são os seus problemas e objetivos e ele precisa conhecer, agora, as melhores alternativas.

É o momento de trabalhar essa relação para que, cada vez mais, ele tenha a certeza de que o investimento nos seus produtos ou serviços é, de fato, a melhor solução para o seu caso.

Decisão de compra

Etapa final do funil de marketing, em que o cliente em potencial da sua marca já tem tudo o que ele precisa saber: o problema e as soluções. Agora, é hora de fazê-lo entender quem é o melhor provedor desse tipo de alternativa para a sua situação.

Vale destacar que, para cada etapa do funil de marketing, existem conteúdos específicos capazes de contribuir ricamente para que o seu consumidor vá da primeira à última etapa dessa jornada — lembrando que, nem sempre, você vai abordá-lo nessa primeira etapa.

O relacionamento inserido no contexto de nutrição de leads

Agora que entendemos um pouco mais a respeito do funil de marketing, vamos analisar especificamente os seus diferenciais para a nutrição de leads.

Recapitulando, apenas, a conceituação: a nutrição de leads é a alternativa mais considerada para agregar um relacionamento com o público.

Isso significa que, para nutri-lo é fundamental conhecê-lo profundamente para manter o interesse e a atenção dele em alta. Para tanto, os conteúdos específicos são a melhor escolha.

Não por menos: ao construir o funil de marketing, você precisa compor esse relacionamento. Só assim ele vai avançar às etapas seguintes até tomar a decisão de comprar com você.

Como fazer a nutrição de leads por meio do relacionamento

Abaixo, uma lista pontual de estratégias que são consideradas para a nutrição de leads dentro do funil de marketing:

  • conteúdos relevantes e que respondam às principais dúvidas do seu público-alvo dentro dos mecanismos de busca, como o Google;
  • produção de materiais ricos que contribuam com a conversão. Casos de e-books, vídeos, palestras on-line ou demonstrações gratuitas do seu produto ou serviço;
  • contato contínuo a partir do e-mail marketing;
  • bônus exclusivos para manter o lead qualificado em contato com a sua marca;
  • apresentação dos diferenciais da sua marca;
  • site e blog continuamente atualizados com novidades relevantes para o seu público;
  • atuação distinta nas redes sociais — especialmente, nas que o seu público está concentrado;
  • suporte imediato, solícito e personalizado ao consumidor (já fidelizado e também os potenciais).

Essa quantidade elevada de possibilidade, no entanto, é facilmente suprimida com o uso da automatização de processos promovida por produtos do marketing digital.

Nutrição de leads - Relacionamento com seu público | Agência Labra

Assim, você consegue lidar com um número elevado de informações ao mesmo tempo por meio de tarefas programáveis. Um bom exemplo disso é o disparo automático de e-mails com base em cada etapa do funil de marketing que um usuário específico se encontre.

Dá para entender o impacto disso para a nutrição de leads? Sua empresa permanece ao redor, guiando e orientando o consumidor em cada etapa, fortalecendo os elos e fazendo com que sua marca conheça cada vez mais o seu público.

Os benefícios em praticar a nutrição de leads

Com base no que vimos acima já dá para ter uma perspectiva clara do quanto o funil de marketing é fundamental. E, principalmente, o quanto ele é usado para uma nutrição de leads de qualidade.

Como resultado, nós abaixo vamos apresentar alguns dos principais benefícios dessa prática planejada na sua empresa. São eles:

  • otimização do tempo de sua equipe, que vai automatizar uma série de atividades e, assim, ter mais tempo para identificar boas oportunidades de negócio;
  • segmentação precisa do seu público, gerando um retorno elevado das suas estratégias a partir dessa personalização;
  • melhorias no processo de vendas, uma vez que o seu negócio vai saber como se relacionar melhor com o seu público-alvo;
  • flexibilização das estratégias para ajustar, em tempo real, o que não está rendendo o esperado.

Para tanto, o primeiro passo para um bom funil de marketing é o conhecimento do seu público-alvo. Por meio dessa etapa preliminar você trabalha a nutrição de leads da maneira que o seu consumidor ideal mais deseja: personalizada.

E essa experiência de compra única é um fator determinante para que o cliente opte pela sua marca em detrimento da concorrência. Claro, envolve também outros fatores, mas a abordagem e a construção de um relacionamento partem dessa premissa.

Que tal, agora, entendermos melhor como a nutrição de leads é trabalhada por meio do funil de marketing. Para isso, convidamos você a ler outro artigo nosso, que explica como funciona a conversão no funil de marketing!

Funil de Marketing: entenda como funciona a primeira etapa

Funil de Marketing: entenda como funciona a primeira etapa

Se você já pesquisou um pouco a respeito do marketing digital, deve ter descoberto que um dos grandes trunfos de sua aplicação está na segmentação de estratégias. E que, como resultado, você se aproxima mais das necessidades e objetivos do seu público-alvo, certo? Pois essa jornada tem um nome: funil de marketing. 

A ideia é simples: o seu consumidor passa — simbolicamente — por um afunilamento desde o momento em que ele descobre ter um problema a ser resolvido até decidir-se pelos seus produtos ou serviços. No marketing digital o funil de marketing possui uma jornada de compra que seu público-alvo percorre, dividida em 3 etapas.

Neste post, vamos falar sobre a primeira etapa dele, expondo tudo o que você precisa saber para alinhar com mais qualidade suas estratégias com o perfil do seu consumidor ideal e atraí-lo até você. Boa leitura!

As etapas do funil de marketing

Como destacamos, acima, a jornada de compra do funil de marketing é tradicionalmente dividida em 3 etapas. São elas:

  • Topo de funil — onde estão os momentos de aprendizado e descoberta do consumidor;

Nesta fase os visitantes estão interessados em satisfazer uma necessidade ou resolver um problema que na maioria das vezes nem sabem que possuem, muito menos que tipo de empresa contratar ou produto a ser adquirido.

  • Meio de funil — onde estão os momentos de reconhecimento do problema e consideração da melhor solução;

No meio do funil os visitantes já estão avançados no processo de compra, pois eles já sabem o problema que possuem e estão em busca de uma solução para resolve-los, mesmo que ainda não saibam como fazer. Esta é a hora da sua empresa converter estes visitantes em leads, e ajuda-los a identificar a solução para o seu problema.

  • Fundo de funil — onde está o momento de decisão da compra.

Esta é a fase onde você precisa convencer os leads qualificados que a sua empresa possui a solução ideal para resolver o problema dele, tornando-os oportunidades de negócio para o time comercial realizar a venda.

Em baixo, uma imagem para explicar de maneira mais simples esse processo:

Funil do marketing | Agência LABRA

Cada uma delas possui, portanto, uma maneira de abordar, relacionar-se e instigar continuamente a curiosidade e o interesse do cliente em potencial.

Como o marketing digital está profundamente ligado ao mantra de enviar a mensagem certa, para a pessoa certa, no momento certo, o funil assume o protagonismo de suas ações estratégicas.

O topo do funil

Vamos considerar que, no topo do funil, você sabe quem é o seu público-alvo, mas ele desconhece a sua empresa e, tampouco, os seus resultados. Ele ainda pesquisa termos genéricos nos mecanismos de busca (como o Google) sobre o problema que ele enfrenta.

E é aí que o funil de marketing deve ser trabalhado: de modo que o usuário (ainda anônimo, nessa etapa) tenha as suas dúvidas plenamente esclarecidas. É aqui também que você precisa agregar valor ao conteúdo que foi gerado para isso.

Afinal de contas, a concorrência também está de olho no seu funil e em criar as mesmas respostas para o usuário. Nessa competitividade exclusivamente digital, ganha quem conhece melhor o seu público e se posiciona melhor entre os resultados da busca on-line.

Ou seja: para cada etapa do funil, uma abordagem diferenciada deve ser adotada e fazer parte do seu planejamento. Quer saber a importância disso?

É o primeiro contato com a sua marca

A primeira impressão ainda é a que fica. Especialmente, em um mundo tão dinâmico quanto este digital em que vivemos. O tempo que um usuário leva para decidir se vai continuar a leitura ou não é muito rápido. E, por isso, seus conteúdos devem ser únicos!

Por unicidade, vamos entender que o conteúdo criado deve ser:

  • exclusivo;
  • impactante;
  • relevante;
  • encantador.

Do contrário, o que diferencia a sua empresa de tantas outras no mercado? Por isso, no topo do funil de marketing você já deve se apresentar como a principal referência naquele assunto.

É a hora de se apresentar

Complementando o que falamos acima: quanto mais relevante o seu conteúdo, mais o consumidor vai acompanhar as novidades — seja no blog, nas redes sociais ou em seu site institucional.

Com o tempo, ele vai buscar automaticamente as suas páginas para encontrar uma resposta similar à dúvida esclarecida anteriormente. Isso, sem dúvidas, é o diferencial que vai construir a sua autoridade no mercado. Para aquele usuário, a princípio, mas que se estende facilmente para os outros clientes em potencial com as mesmas dúvidas.

O conteúdo de marketing digital para o topo do funil

Pois se o tempo todo falamos de direcionamento e segmentação, é de se imaginar que cada etapa do funil possui um ou, mais tipos específicos de conteúdo para engajar o consumidor.

Funil de vendas: etapa de atração | Agência Labra

E, no topo do funil, a intenção principal é:

  • criar estratégias de fácil entendimento para resolver um problema do público-alvo;
  • gerar conteúdos acessíveis e presentes onde a sua audiência mais passa o tempo (nos mecanismos de busca e nas redes sociais, por exemplo);
  • atrair potenciais clientes.

Para atingir esses objetivos, uma série de estratégias de conteúdo pode ser desenhada para colocar o consumidor em contato com a sua empresa. Algumas delas:

A importância do blog e das redes sociais

Por meio de um blog corporativo você pode concentrar todos os conteúdos relevantes criados. Isso facilita a busca do consumidor, quando pesquisa por termos relacionados nos mecanismos de busca, e permite que o blog se torne o epicentro desse primeiro contato.

O interessante é que o blog pode ser usado para:

  • atrair clientes em potencial;
  • mensurar dados importantes, como a quantidade de acessos, os posts mais lidos, quais conteúdos mais despertam o interesse do leitor etc.;
  • gerar mais presença digital para a sua marca;
  • coletar dados qualitativos sobre o seu público-alvo.

Só que o blog não é a única ferramenta proveitosa nessa etapa do funil de marketing. As redes sociais também são excelentes meios de comunicação para você atrair, relacionar-se e até mesmo, divulgar tudo a respeito da sua empresa.

É um método complementar que funciona até mesmo como ferramenta de vendas, quando usada estrategicamente. Tudo isso, é claro, produzido em alinhamento com as etapas do funil e, a demanda gerada pela sua audiência.

Além disso, existem outros tipos de conteúdos, no marketing digital, que podem reforçar o sucesso de suas estratégias por meio do funil de marketing, como:

  • newsletters;
  • e-mail marketing;
  • conteúdos do site otimizados com técnicas de SEO.

Com a ajuda de uma agência de inbound marketing, os seus objetivos e metas são planejados com muito mais profissionalismo, feito por quem entende as suas necessidades. Isso pode se traduzir em resultados mais rápidos, bem como um retorno mais qualitativo do investimento.

Agora, para complementarmos tudo o que vimos aqui e facilitar ainda mais o tracejado de suas estratégias em marketing digital, não deixe de conferir também nosso artigo que explica como vender mais otimizando o seu funil de vendas!

Marketing Digital para Pequenas e Médias empresas | Agência Labra

Entenda como gerar e nutrir seus leads

Entenda como gerar e nutrir seus leads

A conversão de leads está entre as principais estratégias de marketing, atualmente. Afinal de conta, são ações que visam atrair um público qualificado até você para, então, transformá-los em clientes satisfeitos. Até por isso, não é exagero dizer que existe um lead marketing nesse amplo contexto de se relacionar com o seu público-alvo.

Acontece que gerar leads é apenas a primeira parte do processo. Nutri-los durante toda a jornada de compra de cada um deles é o desafio complementar da tarefa. E é isso que costuma impedir o desenvolvimento sustentável das estratégias de marketing.

Para acabar com as interrogações a respeito do lead marketing, elaboramos este post. Confira, e aprenda conosco como gerar leads e nutri-los!

O que é nutrição de leads?

Nutrição de leads se tornou um termo popular, no marketing digital, e tem tudo a ver com a relação que você constrói com a sua persona. Isso porque os leads devem ser continuamente “alimentados” por ações estratégicas que aumentem a sua credibilidade e autoridade.

Por exemplo: um cliente em potencial que ainda não está pronto para chegar à etapa de decisão de compra deve ser nutrido pela sua empresa com ações que guiem o usuário até a certeza de que a sua marca é a alternativa ideal para ele.

Como criar um trabalho eficiente de lead marketing?

A seguir, vamos entender como esse planejamento de marketing é feito, de maneira que os leads sejam continuamente acompanhados pela sua equipe:

Informações sobre os leads

Quanto mais você souber do seu público-alvo, melhor. E isso se dá por meio das análises iniciais sobre o perfil do seu consumidor, mas também pelas estratégias de marketing específicas para isso, como o preenchimento de formulários.

Por exemplo: para baixar um material rico (como um e-book), o usuário deve preencher algumas informações básicas que ajudem a compreender melhor os motivos que levaram-no a se interessar por aquele assunto.

Com as perguntas certas e focadas em seus objetivos — e também nas necessidades do consumidor —, você passa a nutrir os leads com mais qualidade e com um repertório variado de oportunidades a partir das respostas deles.

Produção de conteúdo

O material rico acima mencionado e a produção de conteúdo direcionado a cada etapa do funil de vendas são diferenciais para o lead marketing. Por meio deles você cerca de cuidados o usuário, que vai imprimir, no inconsciente, a sua marca como referência no assunto.

Como resultado, ele vai sendo gradativamente guiado pelos seus conteúdos até o momento que não restam dúvidas: ele sabe qual é o seu problema, como resolvê-lo e quem pode fazer isso por ele. Daí, inclusive, a importância em criar conteúdos personalizados, que impactem diretamente na rotina do seu público.

Periodicidade

O tempo de cada ação e o intervalo entre elas devem ser cuidadosamente elaborados, também, para garantir a nutrição dos seus leads. Caso demore muito, é capaz que os leads se esqueçam de você. Em demasia, você pode cansá-los e parecer agressivo demais.

O aspecto inicial a ser observado é justamente o desenvolvimento da jornada de compra dos seus clientes. Por meio dos resultados de suas estratégias de marketing é possível analisar um tempo médio para compor ações pontuais, que acompanhem o ritmo dos seus clientes em potencial. O que nos leva à etapa final.

Conversão de leads

Os CTAs (call to action) são fundamentais nas estratégias de marketing para gerar e nutrir leads, pois são eles que os guiam para a etapa seguinte. O preenchimento de um formulário é um deles — ou mesmo de um orçamento — e outros que respeitem a jornada de compra.

Assim, o percurso até a decisão de compra é natural e facilitado pela sua equipe. Caso o cliente ainda não chegue ao momento final desejado, é importante avaliar em que etapa ele parou — e por quê. Assim, você mantém o fluxo de nutrição dos leads sem interromper o processo.

Isso, inclusive, condiz com um material fundamental para a nutrição de leads e a manutenção do bom relacionamento com o consumidor. Confira, então, por que a experiência dos usuários é importante na produção de conteúdo!

Pin It on Pinterest