Como aumentar as vendas com uma apresentação institucional

Como aumentar as vendas com uma apresentação institucional

É inegável, hoje em dia, a importância em ter um logotipo influente, presença digital nas redes sociais e um site responsivo. No entanto, evite deixar que isso tudo ofusque o quanto uma boa apresentação institucional pode ensinar você sobre como aumentar as vendas.

Afinal, é o momento em que você ou um colaborador está diante de interessados no que a sua marca tem a oferecer. E a apresentação institucional é uma ferramenta ideal para potencializar o que está sendo dito e ilustrar em detalhes as suas palavras.

Quer saber como valorizar ainda mais as suas apresentações institucionais e, consequentemente, como aumentar as vendas? Confira aqui!

Como aumentar as vendas com uma apresentação institucional?

A seguir, algumas dicas pontuais para você expandir o sucesso da sua marca e impactar o seu consumidor com uma apresentação institucional de respeito:

Crie seu site institucional com a gente

Organize os argumentos

Uma apresentação institucional possui o mesmo efeito de uma boa história: cativar os interlocutores.

Por isso, prepare-a pensando na ordem em que você quer elencar os argumentos. Assim, seus clientes serão guiados por cada ponto, de maneira harmônica, organizada e clara.

Desperte o interesse do seu público

Você deve conhecer profundamente o seu público-alvo, deve também estar ciente de seus problemas e estar lá para vender uma solução.

Então, convém apresenta-lós dificuldades e problemas, de maneira a fazer com que o seu público se identifique com aquilo e em seguida apresente soluções, realizadas pela própria empresa despertando curiosidade e interesse.

Isso ajuda a criar um elo muito mais sólido com quem estiver ouvindo você, durante a apresentação.

Crie apresentações de impacto

Cuidado para não cair na tentação de prender sua apresentação a um modelo puramente informativo, use de ferramentas diferentes e monte uma apresentação interativa, dinâmica e focada.

Se o cliente quiser saber sobre a sua empresa, ele pode buscar essas informações com facilidade em seu site otimizado com técnicas de Inbound Marketing, por exemplo.

Durante a apresentação institucional, você está vendendo uma solução. Cause impacto com isso, associe-a a ele, mostre o quanto o seu produto ou serviço é eficaz e quem mais já aderiu à sua empresa como resposta aos seus problemas.

Menos é mais em uma apresentação

Seja em gráficos, elementos visuais, animações, textos… Tudo isso é útil, impactante e deve ser usado, mas com harmonia, pois a sua solução é a protagonista.

Use os artifícios de uma apresentação institucional como complementos, utilizando-os em forma de oratória, não necessitando assim de slides, focando ao seu resultado final: a venda bem pontuada com ações de marketing.

Use mais metáforas

Um artifício comum, em apresentações institucionais e na maioria das estratégias de storytelling, é o uso de metáforas.

Aplique-as em suas apresentações, e busque criar conexões para que as soluções prometidas fiquem mais claras para o seu consumidor. Tudo isso ajuda a valorizar ainda mais o quanto você conhece o seu negócio – bem como o do seu cliente.

Varie as maneiras de fazer uma apresentação institucional

Não limite-se aos materiais impressos ou às populares apresentações em PowerPoint. O  mercado, hoje em dia, permite uma flexibilização inovadora para impactar o seu público e decifrar novas maneiras para aumentar as vendas.

Uma delas é o uso de vídeos on-line. Uma maneira rápida, de fácil absorção e alto retorno. Afinal de contas, boa parte do tráfego virtual corresponde à predileção dos usuários em assistirem a vídeos na internet.

Procure, então, associas esses valores aos seus objetivos e, claro, ao perfil do seu público-alvo para entender como aumentar as vendas por meio da sua apresentação institucional.

Complemente seu trunfo com mais dicas práticas

Agora que já vimos boa parte das alternativas para compor uma apresentação institucional vendedora, reunimos algumas dicas práticas que podem garantir ainda mais inspirações para relacionar-se com a sua audiência. São elas:

  • comece a sua apresentação com uma pergunta. Mostre que você entende as dificuldades que o prospecto está enfrentando;
  • alinhe essa questão com a oportunidade que você tem para apresentar;
  • evite as obviedades. Valorize o tempo investido do seu prospecto;
  • use um tom de voz próximo, que gere familiaridade ao público e, assim, ele baixe as resistências;
  • tenha um material flexível e adaptável. Assim, você modifica questões pontuais sem perder a essência de sua apresentação institucional.

Pois agora que você já entendeu como aumentar as vendas a partir de boas práticas, que tal cobrirmos também aquilo que deve ser evitado nesse processo?

E os erros mais comuns em uma apresentação institucional?

Para finalizar, vamos destacar algumas práticas que não são bem vistas ou recebidas pelo público — de maneira que você passe bem longe delas, em suas apresentações institucionais. Especialmente, se o seu objetivo é aprender como vender mais:

  • falta de estudo sobre os objetivos, as necessidades e os desafios do seu consumidor;
  • falta de objetividade, demorando para chegar à essência de sua apresentação institucional — e, consequentemente, o ponto que mais interessa ao público;
  • alta expectativa gerada, mas com baixos resultados apresentados ao término da apresentação;
  • abordagem e tom de voz dissonantes com o perfil do seu consumidor;
  • encerrar a apresentação institucional sem uma conclusão. Ou seja: algo que estimule e impulsione a sua audiência a tomar uma ação — como fechar o negócio, entrar em contato com um de seus especialistas etc.

Uma lista interessante e que, com certeza, vai ajuda na sua meta de entender como vender mais a partir do uso de uma apresentação institucional!

Conte com o auxílio de uma agência especializada

Por fim, uma alternativa altamente eficaz, nesse sentido, é a consultoria de uma agência especializada em apresentação institucional.

Sites Institucionais: Como transformar o seu site em uma poderosa ferramenta de oportunidades.

Dessa maneira, profissionais altamente qualificados vão analisar o seu ramo de atuação, diferenciais e expertise para traduzir esse conceito em uma apresentação única, diferenciada e envolta em todas as qualidades que mencionamos neste artigo.

Consequentemente, você e sua equipe passam a focar exclusivamente na parte estratégica e oral da apresentação, que é vender o produto ou serviço de sua empresa, e encantar os seus interlocutores!

E, para obter um auxílio ainda mais profissional para atrair mais clientes até você, potencializando o número de apresentações institucionais, convidamos você a baixar o nosso material gratuito Marketing Digital para Pequenas e Médias Empresas!

Criando estratégias de marketing B2B no Linkedin

Criando estratégias de marketing B2B no Linkedin

Usar os meios digitais para prospectar clientes é uma necessidade para empresas que querem se manter competitivas no mercado. Isso inclui fazer das redes sociais uma das mais poderosas estratégias de marketing B2B — capaz de promover a marca e de aumentar a rede de relacionamento da empresa.

A questão-chave é: como fazer esse marketing digital quando o foco da empresa são outras empresas? Antes de tudo, é essencial acertar o meio em que devem ser focadas as ações promocionais e de captação de leads.

Se o Facebook apresenta grande potencial para atingir audiências B2C, no comércio B2B o LinkedIn é a rede social com maior probabilidade de conversão de leads. Por isso, neste post vamos explorar as estratégias de marketing mais produtivas nessa plataforma, que é uma das favoritas dos empreendedores dialogarem com outros empresários. Acompanhe!

Por que usar o LinkedIn?

Exclusivamente idealizada para a qualificação das relações profissionais, o LinkedIn logo evoluiu junto com as grandes tendências das estratégias de marketing digital.

Afinal, que lugar melhor para dialogar com o público B2B? A rede social é uma concentração massiva de oportunidades para explorar as necessidades e os objetivos do seu público-alvo, na mesma proporção que é possível construir e desenvolver um relacionamento sólido com ele.

No entanto, atenção para que o uso estratégico da plataforma seja um complemento às suas ações, e não uma simples formalidade para gerar presença digital. Para isso, vamos apontar na sequência algumas ações eficazes para o sucesso da sua empreitada!

Marketing B2B: como fazer do LinkedIn um aliado na prospecção de clientes?

Se o seu público-alvo são outras empresas, então o LinkedIn é uma rede social que não pode ser ignorada nas suas estratégias de marketing digital. De acordo com um infográfico publicado no site Bussiness 2 Community, 80% dos leads B2B gerados em redes sociais vêm do LinkedIn. Os outros 20% são divididos entre outras redes, como o Facebook e o Twitter.

Para garantir uma estratégia de marketing B2B eficiente é preciso, portanto, ter um bom planejamento de ações focadas na rede social de negócios. O primeiro passo é criar uma página para a empresa no LinkedIn. Se você já tem uma página na rede, pode ser uma boa ideia avaliar se ela está bem estruturada para gerar leads para a empresa.

As características de uma página que gera leads

Dê importância a campos como a descrição da empresa, especialmente às duas primeiras linhas, que devem ser interessantes o suficiente para que os seus potenciais clientes cliquem em “Visualizar mais”.

Estratégias de marketing B2B | Agência Labra

Não comece contando toda a história do seu negócio ou os prêmios acumulados – estas são informações para compartilhar mais tarde. Uma das primeiras coisas que a pessoa que entra na sua página quer saber é se ela está no lugar certo – ou seja, se o seu conteúdo é relevante para ela. Uma boa estratégia para isso é informar nas duas primeiras linhas quem é o público-alvo da empresa.

Crie uma Company Page

Não muito diferente das outras redes sociais nesse sentido, o LinkedIn permite a elaboração de uma página específica para o seu empreendimento, e não um perfil pessoal.

Pode parecer detalhe, mas faz toda a diferença para construir uma presença digital confiável para o público, ao passo que esse tipo de página permite a análise qualitativa (e quantitativa) de dados para avaliar a eficácia de cada uma das suas estratégias de marketing.

Monte uma Showcase Page

Dentro do perfil corporativo é possível estabelecer uma série de vitrine virtual dos seus produtos ou serviços. Por meio da Showcase Page, você tem múltiplas possibilidades de engajar o interesse da sua audiência via a produção de conteúdos multimídias.

Assim, além de ter acesso às informações básicas sobre o seu negócio, o usuário já pode transitar também por entre o que você tem a oferecer — cujos diferenciais são expostos pelos meios favoritos do seu público em consumir conteúdo.

E-mails

Uma das estratégias de marketing mais eficazes, no LinkedIn, é a partir do uso do recurso de InMail. Embora não seja gratuito, ele permite o contato direto com outros usuários da rede social, facilitando a abordagem, o relacionamento e a solução de problemas enfrentados pela sua audiência. Uma valiosa ferramenta de divulgação e vendas.

Participação em grupos

Muitos grupos de áreas ou assuntos específicos são fundamentais para a consolidação das suas estratégias de marketing. Afinal, lá estão concentradas as dúvidas que o seu negócio pode responder efetivamente, e associar também com as suas soluções.

Expor as opiniões que refletem os valores da sua marca é uma oportunidade valiosa para apresentar-se como um dos diferenciais do mercado. Aproveite, e construa uma rede de relacionamentos mais qualificada com essa ação de marketing digital.

Mantenha a regularidade nas postagens

Uma das principais estratégias de marketing para o público B2B, no LinkedIn, é produção de conteúdo. Mas, de nada adianta a periodicidade irregular se o objetivo da sua empresa é construir e nutrir um relacionamento com os seus leads.

Conteúdo no LinkedIn - marketing B2B | Agência Labra

Por isso, é sempre importante experimentar e entender a demanda que o seu público-alvo gera, e como os seus conteúdos podem ajudar a solucionar os seus problemas.

Quanto mais respostas eles encontrarem nas suas estratégias de marketing, por meio do conteúdo exibido no LinkedIn, melhor será para a construção de uma marca de autoridade.

Seja ativo

Depois de criada a página, é fundamental mantê-la ativa. O LinkedIn disponibiliza uma série de recursos para que empresas possam aumentar a sua rede de contatos. Um deles é a busca avançada, que permite que sejam realizadas pesquisas com base em parâmetros como localização, setor e idioma. Você pode encontrar boas oportunidades de novos negócios usando a busca do LinkedIn.

Usando os recursos citados — e de maneira complementar —, você pode gerar mais leads, fortalecer a sua rede de contatos e aumentar as oportunidades de vendas.  Lembre-se, apenas, de pensar em uma comunicação padronizada, relevante e que desperte o interesse do seu público.

Afinal, não é a toa que o LinkedIn é considerado uma rede de negócios. Diversas empresas estão presentes no site e o usam para encontrar talentos, conteúdos interessantes e parceiros de negócio. Aproveite o potencial da rede nas suas estratégias de marketing B2B!

Agora, queremos ouvir um pouquinho mais sobre você: você já usa o LinkedIn como uma potencial ferramenta de geração e conversão de leads B2B? Deixe uma resposta nos comentários.

A importância de um catálogo de produtos bem elaborado

A importância de um catálogo de produtos bem elaborado

O catálogo de produtos da empresa tem uma importante função: apresentar os produtos para os clientes. Com este material, o consumidor consegue ter uma boa ideia da qualidade das mercadorias vendidas pela marca e também da organização e do profissionalismo que podem ser esperados do negócio.

Por isso, é essencial ter um cuidado especial na hora de desenvolver o material. Boas imagens, informações completas e design interessante são alguns dos elementos que devem estar presentes no catálogo de produtos.

Mas, para que você entenda a fundo o diferencial nesse tipo de investimento, neste post vamos explicar tudo o que você precisa saber a respeito do catálogo de produtos — e como elaborá-lo com perfeição! Boa leitura!

O conceito de catálogo de produtos

Como adiantamos, anteriormente, o catálogo de produtos é um material gráfico que representa a totalidade de serviços ou produtos, bem como os diferenciais da sua marca.

Em outras palavras, é um portfólio que o seu cliente em potencial pode levar para todos os lugares — e a sua empresa também. Assim, diante de um evento do seu segmento de atuação, fica mais fácil explorar os diferenciais competitivos do seu negócio.

A sua relevância

Imagine, por exemplo, que você tem uma reunião urgente e pouco tempo para preparar uma apresentação institucional ou o local não possui uma boa recepção de internet.

Assim, o catálogo de produtos pode acompanhar você na bagagem, sem ocupar espaço e com todas as informações que o seu prospecto necessita.

Ou mesmo podemos reutilizar o exemplo anterior: em um evento, com congressos, feiras, palestras e workshops, entre outros, o catálogo é um material à mão, fácil de distribuir e de usá-lo como ferramenta de orientação para explicar algo ao público-alvo.

Claro, cada um desses catálogos de produtos vai ser confeccionado de acordo com os seus objetivos. Do contrário, você vai distribuir livros impressos com tudo o que gostaria de explicar às pessoas sobre o seu negócio. E isso não vai estimular a leitura delas.

Portanto, enxergue no catálogo de produtos uma verdadeira porta de entrada para abordar e relacionar-se com o seu consumidor e cliente em potencial. Use-o estrategicamente, de acordo com as suas demandas e objetivos.

Os benefícios de um catálogo bem elaborado

Pense no catálogo de produtos como uma vitrine, não apenas dos seus produtos, mas também da sua empresa. Ele ajuda a refletir a seriedade e o profissionalismo do negócio. Quanto melhor estruturado o material está, melhor é a imagem transmitida ao cliente.

Além disso, um catálogo bem organizado garante que o consumidor tenha uma boa ideia de como são os produtos vendidos pela empresa – algo que reflete positivamente nas vendas. Quanto mais informações o cliente tem, maior é a probabilidade de ele concluir a compra.

Um bom design também reflete positivamente nas vendas da empresa. Com os elementos certos, o cliente consegue focar no produto e nas suas características principais. Sendo assim, podemos citar como benefícios de um catálogo bem elaborado:

  • aumento da credibilidade da empresa;
  • consolidação da imagem profissional da marca;
  • mais destaque para os produtos no material de divulgação;
  • melhores materiais para que os vendedores desenvolvam o seu trabalho.

Todos estes são benefícios que refletem em uma grande consequência para o negócio: o aumento das vendas.

Como aprimorar o catálogo de produtos da sua empresa

Para garantir um material bem estruturado, com todos os elementos necessários para garantir mais vendas, existem três cuidados principais. Saiba quais são eles:

Boas imagens e informações completas

Se o objetivo do catálogo é apresentar os produtos comercializados pela marca, é importante que as imagens e dados incluídos no material sejam suficientes para que o consumidor consiga visualizar o item.

Para isso, devem ser usadas imagens claras e que mostrem o produto em diferentes ângulos. Já nas informações devem constar: a descrição do produto, características técnicas, principais vantagens e outros dados relevantes para o consumidor.

Design moderno

Um bom design pode falar muito sobre a empresa. Por isso, é importante ter cuidado com as cores utilizadas no catálogo, evitar o excesso de informações e garantir que o destaque do material seja para os produtos.

O ideal é apostar em um estilo clean, objetivo e visualmente agradável. Além disso, as fotos devem estar bem posicionadas e as fontes utilizadas devem favorecer a leitura. Os detalhes contam muito: desde um índice bem organizado até uma capa moderna, que reflita a identidade da empresa.

Alinhamento à sua idade visual

Priorize isso: o catálogo de produtos é a extensão da sua marca. Por meio dele você vai explicar algo de relevância, para o seu público-alvo, e ajudar a despertar um interesse.

Dessa maneira, é impensável que o seu material não tenha a ver com a identidade visual e o DNA da sua empresa. Ele deve refletir todos os seus pilares institucionais, indo desde a abordagem aos argumentos e tom de linguagem às cores pensadas para esse tipo de material.

Funciona da mesma maneira que você se relaciona com o seu público na internet: é importante fazê-lo perceber que ele está diante de um material da sua empresa. E que essa identificação seja o mais rápida possível para fisgar de imediato a sua atenção.

Objetividade

Voltando ao que destacamos previamente, o catálogo de produtos deve ser conciso, objetivo e esbanjar criatividade.

Difícil? Sim, mas com elevado potencial de retorno para o seu negócio. Se você duvida disso ainda, é só lembrar-se do último evento que você participou e deixou para depois a leitura de um catálogo ou informativo qualquer.

O seu consumidor pensa da mesma maneira. Por isso, equilibre as suas propostas em um material que consiga ser impactante e gerar identificação em poucas palavras — e imagens.

A busca por um serviço feito por empresas especializadas

Contar com profissionais experientes é fundamental para garantir um material de qualidade, que faça uma boa apresentação dos seus produtos aos clientes. Por isso, é uma ótima ideia contar com uma agência com boas referências para desenvolver este tipo de projeto.

Profissionais capacitados podem oferecer boas sugestões de design, sabem que tamanhos e estilos de fontes devem ser utilizados e conhecem boas combinações de cores. Por isso, são um apoio essencial para garantir um catálogo bem elaborado.

Ou seja: por meio de um investimento rápido e um planejamento profissional, você consegue acumular os benefícios citados neste artigo, a respeito da confecção de um catálogo de produtos, e valoriza parcerias pontuais para alcançar os resultados desejados.

Agora, queremos saber um pouquinho mais sobre as suas expectativas: sua empresa já trabalha, corriqueiramente, com um catálogo de produtos? Ele é um aliado de vendas, na sua empresa, ou um material em estoque ou com pouca rodagem? Deixe a sua opinião sobre o assunto nos comentários e aproveite para baixar o nosso portfólio de catálogos de produtos! Assim, você vai compreender como podemos associar as suas necessidades e objetivos aos nossos diferenciais!

4 dicas de como vender mais no Natal

4 dicas de como vender mais no Natal

Como vender mais no Natal é um dos principais objetivos de empreendedores — seja no varejo ou na indústria. Afinal de contas, trata-se de um período em que é fácil atrair novos clientes, uma vez que o consumidor está atento às principais ofertas de final de ano.

E, para que você se mantenha à frente da concorrência e consiga atingir os seus objetivos com um bom e-mail marketing e outras estratégias planejadas em conjunto com a sua agência de marketing digital, elaboramos este conteúdo.

Confira, e descubra conosco algumas dicas e orientações para aumentar as vendas no Natal e atrair novos clientes para o seu negócio!

1. Planeje e reveja o seu planejamento

Com o fim do ano se aproximando, você tem uma série de dados acumulados, nos meses anteriores, para traçar metas reais e atingíveis. Além disso, é possível analisar o que não funcionou, anteriormente, e o que pode ser replanejado.

Dessa maneira, você pode aumentar as vendas no Natal por meio de uma análise estratégica das ações estabelecidas ao longo do ano — e misturá-las a algumas ideias pontuais e capazes de surpreender o seu público-alvo.

Entre elas, o uso do e-mail marketing de maneira segmentada para impactar diretamente nas necessidades e objetivos do seu público-alvo. Além disso, as redes sociais e o conteúdo que gere engajamento são também boas alternativas para colocar o seu negócio em destaque.

2. Crie ações específicas para o Natal

É Natal e todos — ou a maioria — está ciente e com alta expectativa para o período. Por isso, destaque esse furor consumista e construa estratégias que remetam à data tão especial.

Pode ser uma landing page para produtos em destaque, ou uma série de postagens, em seu blog e nas redes sociais, que divulguem promoções exclusivas aos seus seguidores. Isso tudo ajuda a promover a sua marca e, quando atinge em cheio o consumidor, é determinante para aumentar as vendas no Natal.

3. Facilite a compra e cumpra os prazos

É fim de ano e muito cliente busca se antecipar para começar o mês seguinte a todo pique. Por isso, é hora de você e a sua equipe se reunirem para traçar um plano logístico que supra essa demanda sazonal.

Ao fazê-lo com sucesso, o consumidor terá você na mais alta consideração para os meses que ainda virão, diante de uma nova necessidade. Prometer — e cumprir — algo ao público-alvo é uma das maneiras mais ricas de construir um relacionamento de qualidade com ele.

4. Não pare no Natal

Ou seja: estenda o volume de vendas e tráfego gerados no Natal para estimular novas estratégias para o consumidor. Para tanto, mantenha o foco nas estratégias planejadas com sua agência de marketing digital e reforce o uso do e-mail marketing e outras ferramentas.

Lembre-o que o período de festas de final de ano é importante também para pensar no planejamento do ano seguinte. Com isso, estabeleça novas promoções exclusivas para reforçar esse compromisso com os seus clientes.

Tudo sempre pensado para suprir a demanda do seu público-alvo e gerar uma experiência virtual memorável, sem equívocos e com vantagens em relação às ações da concorrência. Com isso, aumentar as vendas no Natal será uma rápida consequência dos seus esforços.

E, caso tenha ficado com alguma dúvida com relação a este conteúdo, entre em contato conosco!

Como criar valor para o seu cliente

Como criar valor para o seu cliente

Tem se tornado popular a relevância em criar valor para o seu cliente. Afinal, é uma necessidade misturada à preocupação em se diferenciar no mercado, já que o consumidor está cada vez mais no centro das atenções dos empreendedores.

Podemos perceber isso no cuidado em gerar uma experiência de compra memorável. Ou mesmo no impacto de um pós-venda, hoje em dia. E, nessa dinâmica veloz e urgente, o empreendedor deve saber como criar valor para o seu cliente.

Quer aprender ou aperfeiçoar as suas técnicas? Então, confira como podemos ajudar você a criar valor para o seu cliente neste post!

Qual é o valor de entrega para o cliente?

Ao elaborar uma solução para o seu público-alvo, você deve definir o seu valor com base em 4 tipos de custos:

  • Custo psíquico: o impacto de sua solução na vida do seu público-alvo;
  • Custo de energia física: a redução no esforço em decidir-se pela sua solução;
  • Custo de tempo: envolve tanto o tempo para a tomada de decisão quanto o necessário para a sua solução ser implementada e eficaz para a demanda do consumidor;
  • Custo monetário: o preço de produção e também de comercialização.

Importante perceber, nesse último tópico, que é a partir da junção desses elementos que você passa a ter um parâmetro que ajude a criar valor para o seu cliente. Algo que a agência de marketing contratada e sua equipe de vendas devem trabalhar para expor isso ao consumidor.

A diferença entre preço e valor

Com base no que mencionamos acima, deu para entender como criar valor para o seu cliente? Trata-se de uma questão de analisar — em diferentes espectros — o impacto de sua solução.

Com isso, é importante fazer com que o consumidor também enxergue isso. Assim, obtém-se o número para essa equação que todos os empreendedores tentam resolver, como um grande enigma matemático.

Acontece que já existem meios para criar valor para o seu cliente. E, a seguir, vamos analisar as 3 principais maneiras praticadas no mercado:

Reduzindo o preço de sua solução

Simples assim. A redução de preço faz com que o consumidor — sempre em busca de economia — observe o que você tem a oferecer e, que, experimente sua solução.

Acontece que essa é também a maneira menos efetiva de criar valor para o seu cliente. E sabe por quê? Porque a simples redução no preço também baixa o valor do seu produto ou serviço.

Redução no custo total para o cliente

O outro método consiste em avaliar os tipos de custos mencionados anteriormente, e avaliar maneiras de reduzi-los. Isso pode ajudar em uma redução qualitativa do preço, sem que o valor de sua solução seja impactado negativamente.

Aumentando o valor para o cliente

Aí está uma solução que demanda mais tempo e planejamento, mas com possibilidade de aumentar o retorno de seu investimento.

Afinal de contas, ao investir nos diferenciais de sua solução e fazer valê-los o que realmente os destaca no mercado — e os que diferencia da concorrência —, você está provando para o seu público que o valor do seu produto ou serviço está acima do preço praticado.

Em tempos nos quais a experiência do cliente é valiosíssima, o preço é coadjuvante de um cenário que você monta. E, nele, deve conter a eficácia do que você prometeu ao cliente.

Até por isso, o inbound marketing trabalha tanto com o conceito de personas. Por meio da elaboração de um perfil de consumidor ideal, as estratégias para criar valor para o seu cliente são mais assertivas e melhor direcionadas.

Quer saber como aplicar tais conceitos e, assim, criar valor para o seu cliente? Entre em contato conosco!

Pin It on Pinterest