Como aumentar as vendas com uma apresentação institucional

Como aumentar as vendas com uma apresentação institucional

É inegável, hoje em dia, a importância em ter um logotipo influente, presença digital nas redes sociais e um site responsivo. No entanto, evite deixar que isso tudo ofusque o quanto uma boa apresentação institucional pode ensinar você sobre como aumentar as vendas.

Afinal, é o momento em que você ou um colaborador está diante de interessados no que a sua marca tem a oferecer. E a apresentação institucional é uma ferramenta ideal para potencializar o que está sendo dito e ilustrar em detalhes as suas palavras.

Quer saber como valorizar ainda mais as suas apresentações institucionais e, consequentemente, como aumentar as vendas? Confira aqui!

Como aumentar as vendas com uma apresentação institucional?

A seguir, algumas dicas pontuais para você expandir o sucesso da sua marca e impactar o seu consumidor com uma apresentação institucional de respeito:

Crie seu site institucional com a gente

Organize os argumentos

Uma apresentação institucional possui o mesmo efeito de uma boa história: cativar os interlocutores.

Por isso, prepare-a pensando na ordem em que você quer elencar os argumentos. Assim, seus clientes serão guiados por cada ponto, de maneira harmônica, organizada e clara.

Desperte o interesse do seu público

Você deve conhecer profundamente o seu público-alvo, deve também estar ciente de seus problemas e estar lá para vender uma solução.

Então, convém apresenta-lós dificuldades e problemas, de maneira a fazer com que o seu público se identifique com aquilo e em seguida apresente soluções, realizadas pela própria empresa despertando curiosidade e interesse.

Isso ajuda a criar um elo muito mais sólido com quem estiver ouvindo você, durante a apresentação.

Crie apresentações de impacto

Cuidado para não cair na tentação de prender sua apresentação a um modelo puramente informativo, use de ferramentas diferentes e monte uma apresentação interativa, dinâmica e focada.

Se o cliente quiser saber sobre a sua empresa, ele pode buscar essas informações com facilidade em seu site otimizado com técnicas de Inbound Marketing, por exemplo.

Durante a apresentação institucional, você está vendendo uma solução. Cause impacto com isso, associe-a a ele, mostre o quanto o seu produto ou serviço é eficaz e quem mais já aderiu à sua empresa como resposta aos seus problemas.

Menos é mais em uma apresentação

Seja em gráficos, elementos visuais, animações, textos… Tudo isso é útil, impactante e deve ser usado, mas com harmonia, pois a sua solução é a protagonista.

Use os artifícios de uma apresentação institucional como complementos, utilizando-os em forma de oratória, não necessitando assim de slides, focando ao seu resultado final: a venda bem pontuada com ações de marketing.

Use mais metáforas

Um artifício comum, em apresentações institucionais e na maioria das estratégias de storytelling, é o uso de metáforas.

Aplique-as em suas apresentações, e busque criar conexões para que as soluções prometidas fiquem mais claras para o seu consumidor. Tudo isso ajuda a valorizar ainda mais o quanto você conhece o seu negócio – bem como o do seu cliente.

Varie as maneiras de fazer uma apresentação institucional

Não limite-se aos materiais impressos ou às populares apresentações em PowerPoint. O  mercado, hoje em dia, permite uma flexibilização inovadora para impactar o seu público e decifrar novas maneiras para aumentar as vendas.

Uma delas é o uso de vídeos on-line. Uma maneira rápida, de fácil absorção e alto retorno. Afinal de contas, boa parte do tráfego virtual corresponde à predileção dos usuários em assistirem a vídeos na internet.

Procure, então, associas esses valores aos seus objetivos e, claro, ao perfil do seu público-alvo para entender como aumentar as vendas por meio da sua apresentação institucional.

Complemente seu trunfo com mais dicas práticas

Agora que já vimos boa parte das alternativas para compor uma apresentação institucional vendedora, reunimos algumas dicas práticas que podem garantir ainda mais inspirações para relacionar-se com a sua audiência. São elas:

  • comece a sua apresentação com uma pergunta. Mostre que você entende as dificuldades que o prospecto está enfrentando;
  • alinhe essa questão com a oportunidade que você tem para apresentar;
  • evite as obviedades. Valorize o tempo investido do seu prospecto;
  • use um tom de voz próximo, que gere familiaridade ao público e, assim, ele baixe as resistências;
  • tenha um material flexível e adaptável. Assim, você modifica questões pontuais sem perder a essência de sua apresentação institucional.

Pois agora que você já entendeu como aumentar as vendas a partir de boas práticas, que tal cobrirmos também aquilo que deve ser evitado nesse processo?

E os erros mais comuns em uma apresentação institucional?

Para finalizar, vamos destacar algumas práticas que não são bem vistas ou recebidas pelo público — de maneira que você passe bem longe delas, em suas apresentações institucionais. Especialmente, se o seu objetivo é aprender como vender mais:

  • falta de estudo sobre os objetivos, as necessidades e os desafios do seu consumidor;
  • falta de objetividade, demorando para chegar à essência de sua apresentação institucional — e, consequentemente, o ponto que mais interessa ao público;
  • alta expectativa gerada, mas com baixos resultados apresentados ao término da apresentação;
  • abordagem e tom de voz dissonantes com o perfil do seu consumidor;
  • encerrar a apresentação institucional sem uma conclusão. Ou seja: algo que estimule e impulsione a sua audiência a tomar uma ação — como fechar o negócio, entrar em contato com um de seus especialistas etc.

Uma lista interessante e que, com certeza, vai ajuda na sua meta de entender como vender mais a partir do uso de uma apresentação institucional!

Conte com o auxílio de uma agência especializada

Por fim, uma alternativa altamente eficaz, nesse sentido, é a consultoria de uma agência especializada em apresentação institucional.

Sites Institucionais: Como transformar o seu site em uma poderosa ferramenta de oportunidades.

Dessa maneira, profissionais altamente qualificados vão analisar o seu ramo de atuação, diferenciais e expertise para traduzir esse conceito em uma apresentação única, diferenciada e envolta em todas as qualidades que mencionamos neste artigo.

Consequentemente, você e sua equipe passam a focar exclusivamente na parte estratégica e oral da apresentação, que é vender o produto ou serviço de sua empresa, e encantar os seus interlocutores!

E, para obter um auxílio ainda mais profissional para atrair mais clientes até você, potencializando o número de apresentações institucionais, convidamos você a baixar o nosso material gratuito Marketing Digital para Pequenas e Médias Empresas!

Criando estratégias de marketing B2B no Linkedin

Criando estratégias de marketing B2B no Linkedin

Usar os meios digitais para prospectar clientes é uma necessidade para empresas que querem se manter competitivas no mercado. Isso inclui fazer das redes sociais uma das mais poderosas estratégias de marketing B2B — capaz de promover a marca e de aumentar a rede de relacionamento da empresa.

A questão-chave é: como fazer esse marketing digital quando o foco da empresa são outras empresas? Antes de tudo, é essencial acertar o meio em que devem ser focadas as ações promocionais e de captação de leads.

Se o Facebook apresenta grande potencial para atingir audiências B2C, no comércio B2B o LinkedIn é a rede social com maior probabilidade de conversão de leads. Por isso, neste post vamos explorar as estratégias de marketing mais produtivas nessa plataforma, que é uma das favoritas dos empreendedores dialogarem com outros empresários. Acompanhe!

Por que usar o LinkedIn?

Exclusivamente idealizada para a qualificação das relações profissionais, o LinkedIn logo evoluiu junto com as grandes tendências das estratégias de marketing digital.

Afinal, que lugar melhor para dialogar com o público B2B? A rede social é uma concentração massiva de oportunidades para explorar as necessidades e os objetivos do seu público-alvo, na mesma proporção que é possível construir e desenvolver um relacionamento sólido com ele.

No entanto, atenção para que o uso estratégico da plataforma seja um complemento às suas ações, e não uma simples formalidade para gerar presença digital. Para isso, vamos apontar na sequência algumas ações eficazes para o sucesso da sua empreitada!

Marketing B2B: como fazer do LinkedIn um aliado na prospecção de clientes?

Se o seu público-alvo são outras empresas, então o LinkedIn é uma rede social que não pode ser ignorada nas suas estratégias de marketing digital. De acordo com um infográfico publicado no site Bussiness 2 Community, 80% dos leads B2B gerados em redes sociais vêm do LinkedIn. Os outros 20% são divididos entre outras redes, como o Facebook e o Twitter.

Para garantir uma estratégia de marketing B2B eficiente é preciso, portanto, ter um bom planejamento de ações focadas na rede social de negócios. O primeiro passo é criar uma página para a empresa no LinkedIn. Se você já tem uma página na rede, pode ser uma boa ideia avaliar se ela está bem estruturada para gerar leads para a empresa.

As características de uma página que gera leads

Dê importância a campos como a descrição da empresa, especialmente às duas primeiras linhas, que devem ser interessantes o suficiente para que os seus potenciais clientes cliquem em “Visualizar mais”.

Estratégias de marketing B2B | Agência Labra

Não comece contando toda a história do seu negócio ou os prêmios acumulados – estas são informações para compartilhar mais tarde. Uma das primeiras coisas que a pessoa que entra na sua página quer saber é se ela está no lugar certo – ou seja, se o seu conteúdo é relevante para ela. Uma boa estratégia para isso é informar nas duas primeiras linhas quem é o público-alvo da empresa.

Crie uma Company Page

Não muito diferente das outras redes sociais nesse sentido, o LinkedIn permite a elaboração de uma página específica para o seu empreendimento, e não um perfil pessoal.

Pode parecer detalhe, mas faz toda a diferença para construir uma presença digital confiável para o público, ao passo que esse tipo de página permite a análise qualitativa (e quantitativa) de dados para avaliar a eficácia de cada uma das suas estratégias de marketing.

Monte uma Showcase Page

Dentro do perfil corporativo é possível estabelecer uma série de vitrine virtual dos seus produtos ou serviços. Por meio da Showcase Page, você tem múltiplas possibilidades de engajar o interesse da sua audiência via a produção de conteúdos multimídias.

Assim, além de ter acesso às informações básicas sobre o seu negócio, o usuário já pode transitar também por entre o que você tem a oferecer — cujos diferenciais são expostos pelos meios favoritos do seu público em consumir conteúdo.

E-mails

Uma das estratégias de marketing mais eficazes, no LinkedIn, é a partir do uso do recurso de InMail. Embora não seja gratuito, ele permite o contato direto com outros usuários da rede social, facilitando a abordagem, o relacionamento e a solução de problemas enfrentados pela sua audiência. Uma valiosa ferramenta de divulgação e vendas.

Participação em grupos

Muitos grupos de áreas ou assuntos específicos são fundamentais para a consolidação das suas estratégias de marketing. Afinal, lá estão concentradas as dúvidas que o seu negócio pode responder efetivamente, e associar também com as suas soluções.

Expor as opiniões que refletem os valores da sua marca é uma oportunidade valiosa para apresentar-se como um dos diferenciais do mercado. Aproveite, e construa uma rede de relacionamentos mais qualificada com essa ação de marketing digital.

Mantenha a regularidade nas postagens

Uma das principais estratégias de marketing para o público B2B, no LinkedIn, é produção de conteúdo. Mas, de nada adianta a periodicidade irregular se o objetivo da sua empresa é construir e nutrir um relacionamento com os seus leads.

Conteúdo no LinkedIn - marketing B2B | Agência Labra

Por isso, é sempre importante experimentar e entender a demanda que o seu público-alvo gera, e como os seus conteúdos podem ajudar a solucionar os seus problemas.

Quanto mais respostas eles encontrarem nas suas estratégias de marketing, por meio do conteúdo exibido no LinkedIn, melhor será para a construção de uma marca de autoridade.

Seja ativo

Depois de criada a página, é fundamental mantê-la ativa. O LinkedIn disponibiliza uma série de recursos para que empresas possam aumentar a sua rede de contatos. Um deles é a busca avançada, que permite que sejam realizadas pesquisas com base em parâmetros como localização, setor e idioma. Você pode encontrar boas oportunidades de novos negócios usando a busca do LinkedIn.

Usando os recursos citados — e de maneira complementar —, você pode gerar mais leads, fortalecer a sua rede de contatos e aumentar as oportunidades de vendas.  Lembre-se, apenas, de pensar em uma comunicação padronizada, relevante e que desperte o interesse do seu público.

Afinal, não é a toa que o LinkedIn é considerado uma rede de negócios. Diversas empresas estão presentes no site e o usam para encontrar talentos, conteúdos interessantes e parceiros de negócio. Aproveite o potencial da rede nas suas estratégias de marketing B2B!

Agora, queremos ouvir um pouquinho mais sobre você: você já usa o LinkedIn como uma potencial ferramenta de geração e conversão de leads B2B? Deixe uma resposta nos comentários.

Marketing digital para pequenas e médias empresas

Marketing digital para pequenas e médias empresas

Que o marketing digital é essencial para atrair clientes e garantir a competitividade no mercado é algo que quase todo mundo já sabe. Mas uma dúvida comum é: será que as pequenas empresas também precisam investir em estratégias online?

Com certeza! Os meios digitais trazem uma série de novas possibilidades – e de benefícios – para as empresas. E isso não se restringe às grandes marcas. A possibilidade de mensurar resultados, de segmentar o público-alvo e de construir audiências também pode e deve ser aproveitada pelos negócios de menor porte. Quer saber como implementar estratégias online na sua empresa? Contamos neste post, acompanhe!

Quais são os benefícios do marketing digital para as pequenas empresas?

E se houvesse uma forma econômica de fazer marketing direcionado para o seu público-alvo? E se este marketing permitisse atrair uma quantidade considerável de novos clientes, além de criar uma base de contatos segmentada por etapa na jornada de compra? Tudo isso já é possível utilizando recursos digitais, como o e-mail, as redes sociais e os blogs.

Quando você cria um espaço online para compartilhar dicas e informações importantes, por exemplo, tem grandes chances de atrair a atenção dos seus potenciais clientes para a sua marca e, consequentemente, para os seus produtos. Já as redes sociais são excelentes meios para aumentar o engajamento de quem já consome os seus produtos e serviços. Vale dizer que quanto mais engajados são os clientes, mais eles promovem a sua empresa para amigos e familiares – e são estas as recomendações, as de clientes reais, mais valorizadas pelos consumidores atualmente.

A possibilidade de mensurar os resultados de cada ação digital realizada é mais uma vantagem do marketing online. Com este recurso, é possível medir o alcance de cada ação, reorganizar estratégias e otimizar investimentos.

Vale destacar, também, outros benefícios palpáveis de investir no marketing digital para pequenas e médias empresas, como:

Presença digital

O marketing digital é democrático em criar disputas entre as empresas interessadas em obter uma fatia maior do seu mercado de atuação.

Ao investir nessa estratégia, sua empresa fica ao alcance de um público qualificado — como já mencionado — a conhecer os seus produtos e serviços. E, com o tempo, mais conteúdos seus podem ser melhor ranqueados nos mecanismos de busca e gerar alta competitividade.

Vale destacar que a presença digital é uma maneira atual, acessível e eficaz de transformar a sua pequena ou média empresa em uma referência no assunto que você domina, enfrentando de frente os grandes nomes do setor.

Mais credibilidade à sua marca

Quanto mais presença digital e conteúdos gerados, que tenham a ver com o perfil e a demanda da sua marca, mais credibilidade terá a sua empresa.

Pense assim: por meio de conteúdos elaborados e outras ações de marketing digital, você soluciona pequenos problemas na rotina dos seus clientes em potencial.

Com isso, você consolida gradativamente a sua marca no mercado. Algo que vai fazer com que as pessoas confiem mais na sua empresa

Mais competitividade

Já destacamos esse aspecto, mas vale o reforço: o marketing digital é um conjunto de estratégias acessíveis. Você pode colocar a sua empresa no “mapa digital” e disputar esse espaço com grandes marcas. Basta bolar uma estratégia que gere resultados.

Fidelização dos clientes

Por fim, é importante observa que o alinhamento de suas ações com o funil de marketing dos seus clientes permite que eles comprem com você. E mais: que volte a comprar com você.

Afinal, o marketing digital é também uma ferramenta de pós-venda, que facilita a interação com os clientes e apresente continuamente novidades para mantê-los interessados no que você tem a dizer e no que tem a oferecer também.

Como implementar estratégias digitais em pequenos e médios negócios?

O marketing digital permite que as empresas de menor porte tenham tanto acesso ao consumidor quanto as grandes empresas. Aqui, não tem mais visibilidade quem gasta mais com publicidade, mas sim quem faz o melhor planejamento e sabe aproveitar melhor os recursos disponibilizados pela internet.

A sua empresa já tem um bom site? Já compartilha artigos relevantes em um blog? Já tem perfis oficiais nas redes sociais? Mas, atenção: não basta criar estes espaços online, é preciso alimentá-los com frequência. Também é preciso encontrar o tom de linguagem certo para garantir uma comunicação direta com o seu público-alvo.

Além disso, é fundamental medir os resultados alcançados. Analise métricas, como: número de acessos no site, tempo médio que cada visitante fica na página, interações nas redes sociais e outros números que possam influenciar o alcance digital da sua empresa. Use estes dados para aprimorar as suas estratégias e para garantir que mais novos clientes sejam atraídos.

Quais são os desafios do marketing digital para pequenas empresas?

Abaixo, vamos destacar alguns dos grandes desafios que as empresas — independentemente do seu porte ou segmento — enfrentam para fazer render as suas ações de marketing digital:

Big Data

Diante do volume imenso de dados gerados a cada segundo, cabe aos empreendedores ter em mãos as ferramentas certas para analisar as informações digitais mais alinhadas aos seus objetivos. Assim, os resultados tendem a aparecer com qualidade;

Diferentes tecnologias

Não há como negar que, diariamente, novas tecnologias e tendências digitais pipoquem diante da sua tela. Daí a importância em manter-se atento a elas e identificar, rapidamente, quais são realmente eficientes para as suas ações.

Do contrário, você vai modificar constantemente os processos, em busca de melhorias, e as decisões equivocadas podem manter a sua empresa em um estágio de estagnação de resultados.

Acirramento de concorrência

Muitos já se deram conta de que o marketing digital é uma solução revolucionária e que está em contínua expansão. Cabe dizer que as empresas que se antecipam a isso têm mais chances de conquistar o seu público-alvo.

Mas a competitividade já é elevada e, por isso, é importante avaliar as melhores estratégias para a sua empresa. E, se possível, dispor de um auxílio profissional que enriqueça ainda mais a tomada de decisão para as soluções em marketing para as pequenas e médias empresas.

O marketing digital traz uma série de novas possibilidades para as grandes, médias e pequenas empresas. Você já aproveita o potencial da internet para divulgar o seu negócio? Para saber mais a respeito, faça o download gratuito do nosso e-book de Marketing Digital para Pequenas e Médias Empresas!

Funil de Marketing: entenda como funciona a primeira etapa

Funil de Marketing: entenda como funciona a primeira etapa

Se você já pesquisou um pouco a respeito do marketing digital, deve ter descoberto que um dos grandes trunfos de sua aplicação está na segmentação de estratégias. E que, como resultado, você se aproxima mais das necessidades e objetivos do seu público-alvo, certo? Pois essa jornada tem um nome: funil de marketing. 

A ideia é simples: o seu consumidor passa — simbolicamente — por um afunilamento desde o momento em que ele descobre ter um problema a ser resolvido até decidir-se pelos seus produtos ou serviços. No marketing digital o funil de marketing possui uma jornada de compra que seu público-alvo percorre, dividida em 3 etapas.

Neste post, vamos falar sobre a primeira etapa dele, expondo tudo o que você precisa saber para alinhar com mais qualidade suas estratégias com o perfil do seu consumidor ideal e atraí-lo até você. Boa leitura!

As etapas do funil de marketing

Como destacamos, acima, a jornada de compra do funil de marketing é tradicionalmente dividida em 3 etapas. São elas:

  • Topo de funil — onde estão os momentos de aprendizado e descoberta do consumidor;

Nesta fase os visitantes estão interessados em satisfazer uma necessidade ou resolver um problema que na maioria das vezes nem sabem que possuem, muito menos que tipo de empresa contratar ou produto a ser adquirido.

  • Meio de funil — onde estão os momentos de reconhecimento do problema e consideração da melhor solução;

No meio do funil os visitantes já estão avançados no processo de compra, pois eles já sabem o problema que possuem e estão em busca de uma solução para resolve-los, mesmo que ainda não saibam como fazer. Esta é a hora da sua empresa converter estes visitantes em leads, e ajuda-los a identificar a solução para o seu problema.

  • Fundo de funil — onde está o momento de decisão da compra.

Esta é a fase onde você precisa convencer os leads qualificados que a sua empresa possui a solução ideal para resolver o problema dele, tornando-os oportunidades de negócio para o time comercial realizar a venda.

Em baixo, uma imagem para explicar de maneira mais simples esse processo:

Funil do marketing | Agência LABRA

Cada uma delas possui, portanto, uma maneira de abordar, relacionar-se e instigar continuamente a curiosidade e o interesse do cliente em potencial.

Como o marketing digital está profundamente ligado ao mantra de enviar a mensagem certa, para a pessoa certa, no momento certo, o funil assume o protagonismo de suas ações estratégicas.

O topo do funil

Vamos considerar que, no topo do funil, você sabe quem é o seu público-alvo, mas ele desconhece a sua empresa e, tampouco, os seus resultados. Ele ainda pesquisa termos genéricos nos mecanismos de busca (como o Google) sobre o problema que ele enfrenta.

E é aí que o funil de marketing deve ser trabalhado: de modo que o usuário (ainda anônimo, nessa etapa) tenha as suas dúvidas plenamente esclarecidas. É aqui também que você precisa agregar valor ao conteúdo que foi gerado para isso.

Afinal de contas, a concorrência também está de olho no seu funil e em criar as mesmas respostas para o usuário. Nessa competitividade exclusivamente digital, ganha quem conhece melhor o seu público e se posiciona melhor entre os resultados da busca on-line.

Ou seja: para cada etapa do funil, uma abordagem diferenciada deve ser adotada e fazer parte do seu planejamento. Quer saber a importância disso?

É o primeiro contato com a sua marca

A primeira impressão ainda é a que fica. Especialmente, em um mundo tão dinâmico quanto este digital em que vivemos. O tempo que um usuário leva para decidir se vai continuar a leitura ou não é muito rápido. E, por isso, seus conteúdos devem ser únicos!

Por unicidade, vamos entender que o conteúdo criado deve ser:

  • exclusivo;
  • impactante;
  • relevante;
  • encantador.

Do contrário, o que diferencia a sua empresa de tantas outras no mercado? Por isso, no topo do funil de marketing você já deve se apresentar como a principal referência naquele assunto.

É a hora de se apresentar

Complementando o que falamos acima: quanto mais relevante o seu conteúdo, mais o consumidor vai acompanhar as novidades — seja no blog, nas redes sociais ou em seu site institucional.

Com o tempo, ele vai buscar automaticamente as suas páginas para encontrar uma resposta similar à dúvida esclarecida anteriormente. Isso, sem dúvidas, é o diferencial que vai construir a sua autoridade no mercado. Para aquele usuário, a princípio, mas que se estende facilmente para os outros clientes em potencial com as mesmas dúvidas.

O conteúdo de marketing digital para o topo do funil

Pois se o tempo todo falamos de direcionamento e segmentação, é de se imaginar que cada etapa do funil possui um ou, mais tipos específicos de conteúdo para engajar o consumidor.

Funil de vendas: etapa de atração | Agência Labra

E, no topo do funil, a intenção principal é:

  • criar estratégias de fácil entendimento para resolver um problema do público-alvo;
  • gerar conteúdos acessíveis e presentes onde a sua audiência mais passa o tempo (nos mecanismos de busca e nas redes sociais, por exemplo);
  • atrair potenciais clientes.

Para atingir esses objetivos, uma série de estratégias de conteúdo pode ser desenhada para colocar o consumidor em contato com a sua empresa. Algumas delas:

A importância do blog e das redes sociais

Por meio de um blog corporativo você pode concentrar todos os conteúdos relevantes criados. Isso facilita a busca do consumidor, quando pesquisa por termos relacionados nos mecanismos de busca, e permite que o blog se torne o epicentro desse primeiro contato.

O interessante é que o blog pode ser usado para:

  • atrair clientes em potencial;
  • mensurar dados importantes, como a quantidade de acessos, os posts mais lidos, quais conteúdos mais despertam o interesse do leitor etc.;
  • gerar mais presença digital para a sua marca;
  • coletar dados qualitativos sobre o seu público-alvo.

Só que o blog não é a única ferramenta proveitosa nessa etapa do funil de marketing. As redes sociais também são excelentes meios de comunicação para você atrair, relacionar-se e até mesmo, divulgar tudo a respeito da sua empresa.

É um método complementar que funciona até mesmo como ferramenta de vendas, quando usada estrategicamente. Tudo isso, é claro, produzido em alinhamento com as etapas do funil e, a demanda gerada pela sua audiência.

Além disso, existem outros tipos de conteúdos, no marketing digital, que podem reforçar o sucesso de suas estratégias por meio do funil de marketing, como:

  • newsletters;
  • e-mail marketing;
  • conteúdos do site otimizados com técnicas de SEO.

Com a ajuda de uma agência de inbound marketing, os seus objetivos e metas são planejados com muito mais profissionalismo, feito por quem entende as suas necessidades. Isso pode se traduzir em resultados mais rápidos, bem como um retorno mais qualitativo do investimento.

Agora, para complementarmos tudo o que vimos aqui e facilitar ainda mais o tracejado de suas estratégias em marketing digital, não deixe de conferir também nosso artigo que explica como vender mais otimizando o seu funil de vendas!

Marketing Digital para Pequenas e Médias empresas | Agência Labra

Agência de Inbound Marketing: por que sua empresa deve contratar uma?

Agência de Inbound Marketing: por que sua empresa deve contratar uma?

O inbound marketing — assim como o marketing digital — chegou para ficar. Algo que se pode perceber a partir de inúmeros cases no mercado sobre como uma agência de inbound marketing promoveu mais presença digital às empresas, atraindo um público qualificado e por meio de ações de relacionamento.

Isso tudo faz parte do trabalho de uma agência de inbound marketing, mas também desse conjunto de técnicas e tecnologias. A questão que pode fisgar na mente empreendedora é: por que contratar uma agência, e não internalizar esse tipo de trabalho?

Para responder a essa pergunta, neste post nós vamos destacar as diferenças entre as alternativas, e apontar o quanto a sua empresa tem a se beneficiar com um investimento em inbound marketing. Acompanhe!

A importância em investir no inbound marketing

As empresas, independentemente do seu porte ou ramo de atuação, estão de olho no inbound marketing. O cenário está cada mais competitivo e,  por isso, o investimento em inbound marketing não se faz apenas necessário: a tomada de decisão deve ser assertiva.

Isso significa que a margem para erros é menor do que era há alguns anos e que você deve se portar como um especialista desde o princípio. Afinal, é essa a imagem que você mostrar ao seu público e fazer com que, gradativamente, suas páginas cheguem ao topo do Google.

É seguro dizer, então, que o investimento de inbound marketing se configura em algo fundamental para o desenvolvimento da sua empresa. Abaixo, destacamos alguns dos principais benefícios nessa ação estratégica:

  • mostra-se relevante para o seu consumidor com conteúdos de impacto e relevantes;
  • monitoramento em tempo real das ações, permitindo ajustes pontuais;
  • consequente valorização do seu investimento;
  • ações de marketing que atraem o consumidor;
  • mais reconhecimento de sua marca;
  • boa capacidade em converter visitantes on-line em clientes;
  • excelente ferramenta de fidelização.

Vamos ver, então, qual é a melhor opção para o seu negócio, entre internalizar o serviço ou contratar uma agência de inbound marketing?

As opções de internalizar ou usar uma agência de inbound marketing

Ao internalizar o trabalho, a sua empresa pode se beneficiar de ter uma equipe próxima e inteiramente focada em seus objetivos. No entanto, o processo, em si, é mais dispendioso e demorado.

Imagine, por exemplo, os custos relacionados à infraestrutura, contratação de profissionais, treinamento e tecnologias para colocar em prática o seu projeto?

Agora, com uma agência de inbound marketing, os conteúdos elaborados — bem como as outras estratégias — são mais fáceis de implementar. Mas não apenas isso: existem também outros motivos que poderiam fazer você considerar uma agência de inbound marketing.

E, para mostrar a você algumas das vantagens em optar por essa opção, vamos destacá-las logo a seguir:

Time de especialistas à sua disposição

Lembra que falamos a respeito do tempo e investimento necessários para colocar em prática o seu time interno de marketing? Pois então: com uma agência de inbound marketing, o trabalho é aplicado rapidamente e por profissionais com elevado grau de conhecimento.

Sem falar que eles se adaptam rapidamente às suas exigências, necessidades e objetivos. Com isso, economiza-se em tempo e no seu orçamento para obter resultados satisfatórios.

Além disso, uma agência de inbound marketing oferece um conhecimento em 360° para implementar a sua estratégica. Por exemplo: internamente, você necessitaria de planejamento, designers, profissionais de redes sociais, redatores…

A lista é extensa e, por meio de uma agência especializada, você conta com todos esses profissionais de uma só vez.

Economia diversificada

Vale resgatar o tempo economizado, bem como a assertividade no seu investimento. Com uma agência de inbound marketing você não precisa focar nas tendências de mercado, nas tecnologias emergentes e no contínuo aperfeiçoamento dos seus profissionais.

Isso tudo é responsabilidade da empresa que você contratar. São eles quem vão buscar novidades continuamente e oferecer, para a sua empresa, soluções que a concorrência no seu ramo de atuação ainda não pensou ou explorou devidamente.

Consultoria para o planejamento de ações

Toda a experiência da agência de inbound marketing se traduz em uma consultoria contínua e em tempo real a respeito das melhores alternativas para o seu negócio.

Por exemplo: em um primeiro contato já é possível esboçar o planejamento e traçar planos de ação. Em curto e médio prazo, isso se mostra de grande importância para você sair à frente da concorrência e gerar a tão desejada vantagem competitiva.

Alta performance

Por fim, vale destacar que uma agência de inbound marketing entende de resultados como ninguém. E isso vai desde o planejamento ao ajuste de estratégias que, a princípio, não renderam o esperado.

Não pense que por terceirizar o serviço os profissionais não vão lutar por resultados. Pelo contrário: eles sabem como alcançá-los e vão trabalhar continuamente para oferecer os aspectos positivos desejados por meio do seu investimento em negócios digitais!

A escolha assertiva pela melhor agência de inbound marketing

Com base no que falamos acima, tudo parece muito bem encaminhado para a sua empresa ser potencializada pela experiência de uma agência, certo? Acontece que isso nem sempre é possível. Afinal, existem empresas que podem se vender bem, mas não oferecem resultados.

Por isso, é importante que você e a sua equipe dediquem todo o tempo necessário para compreender se as empresas pesquisadas compreendem, de fato, as suas necessidades e conseguem caminhar com você rumo ao cumprimento dos objetivos estipulados.

Para ajudar em sua decisão, abaixo nós destacamos algumas questões que devem ser respondidas antes de fechar o contrato. Entre elas:

Proximidade

Não exatamente física — embora possa ser um diferencial para a realização de reuniões periódicas —, mas de estar sempre por perto mesmo. Isso significa muito para que as empresas percebam que a agência de inbound marketing se preocupa com o planejamento, as ações e os resultados para aquela estratégia.

Relevância da agência

A empresa em questão consegue provar, com números, que os resultados prometidos para você foram atingidos em outras oportunidades. Isso importa para saber quais agências de inbound marketing estão consolidadas no mercado e quais mais prometem do que cumprem.

Repertório de serviços

Você sabe o que procura e as agências pesquisadas souberam expor com eficácia as melhores alternativas para você? Então, é hora de filtrar a busca e decidir-se pela agência que melhor entenda as suas necessidades e disponha das melhores soluções.

Lembre-se que quantidade de serviços não implica, necessariamente, qualidade. Por isso convém avaliar o tamanho da agência e de sua equipe, ajudando na tomada de decisão.

Especialização da agência

Além dos serviços oferecidos, quais são os diferenciais que poderiam fazer você optar pela agência, em detrimento de outra?

Pergunte-se isso e procure se informar se a especialização das agências tem a ver com o momento de sua empresa e o caminho que você deseja trilhar com ela em curto, médio e logo prazo. Afinal de contas, estamos falando de uma parceria duradoura.

Dica: confira também se a empresa possui uma boa reputação — em sites de reclamação ou nas redes sociais da agência. Tudo serve como evidência para a sua tomada de decisão. E, por fim, se a agência em questão conta com certificações que as gabaritem como a especialista que elas afirmam ser.

Prazo e orçamento

Nada de loucuras e de contratar todo tipo de serviço sem saber, ao certo, o que eles podem fazer por você. Identifique, entre as agências, a que melhor pode se adaptar às suas necessidades e objetivos e que, ao longo da parceria, você invista mais.

Além disso, convém avaliar os prazos de cada ação e os resultados prometidos. O marketing integrado é uma ação eficaz, mas que deve ser feito ao seu tempo. Agências que prometem muito, e em pouco tempo, podem ser armadilhas para o desenvolvimento da sua marca.

E então, o que achou deste pequeno guia sobre a importância em contratar uma agência de inbound marketing para a sua empresa?

Vale destacar que todas as dicas aqui podem servir para um planejamento mais assertivo. Mais investimento e menos apostas para aumentar a sua presença digital e atrair mais clientes até você!

Quer saber por onde começar a sua pesquisa e colocar à prova tudo aquilo que falamos aqui? Basta entrar em contato conosco, falar com um de nossos consultores e compreender a fundo o planejamento estratégico e personalizado que podemos construir para a sua empresa!

Pin It on Pinterest