Ter o site no topo do Google se tornou um desafio incessante para os empreendedores em busca de mais presença digital. Não por menos: o consumidor procura na internet, primeiro, pelas respostas para os seus problemas.

Assim, as empresas que planejam as melhores ações estratégicas têm mais chances de se apresentar aos usuários como a resposta para eles. E, neste post, vamos conferir alguns dos métodos mais frutíferos para colocar o seu site no topo do Google. Se colocar à frente da concorrência. Acompanhe!

[e-book] Indústria 4.0 e os desafios do setor | Baixar Gratuitamente | Agência Labra

[e-book] Indústria 4.0 e os desafios do setor | Baixar Gratuitamente | Agência Labra

  1. Atenção às melhores palavras-chave

O uso de palavras-chave ainda influencia significativamente a posição do seu site no topo do Google. Para tanto, uma análise detalhada deve ser feita para compreender quais são os termos mais pesquisados pelo seu púbico-alvo e inseri-los, harmoniosamente, ao longo de suas páginas virtuais — como o site ou mesmo o blog dos seus negócios.

Assim, você consegue promover o uso dessas palavras para que o seu site retorne como os principais resultados da pesquisa dos seus clientes em potencial.

Vale destacar, ainda, que é importante usar essas palavras-chave não apenas distribuindo-as ao longo dos textos, mas nos títulos de cada página, nos cabeçalhos e também nos sub-cabeçalhos. Isso facilita a leitura e ainda confere um ranqueamento melhor dos artigos.

  1. Analise as ações da concorrência

Uma boa maneira de avaliar como colocar o seu site no topo do Google é a partir das ações de sua concorrência. Para isso, mantenha um olhar atento no que ela tem feito para se distanciar dos seus competidores.

Essa manobra serve tanto para saber quais estratégias surtem efeito, e podem ser personalizadas para os seus objetivos. Quanto para identificar carências geradas pelas ações dos concorrentes.

  1. Dependa de uma boa estratégia de conteúdo

O conteúdo é rei, no que diz respeito às ações para colocar o seu site no topo do Google. Artigos originais, relevantes e atrativos. Eles fazem toda a diferença para atrair um público qualificado e gerar tráfego para o seu site.

Dependa de uma boa estratégia de conteúdo

Para tanto, uma estratégia de conteúdo deve ser continuamente desenvolvida para garantir que essa relevância permaneça evidente nos artigos produzidos.

  1. Insira links internos

Além do conteúdo, propriamente dito, você também pode promover uma ação integrada por meio de links internos. Eles ajudam a mostrar a relevância do seu site para os mecanismos de busca. Consequentemente, seu site no topo do Google é uma questão de ajustes para alinhar.

Não apenas os links internos de suas páginas, mas também conteúdos relevantes de outros sites — como pesquisas e estudos. São os links externos que, quando vindos de fontes confiáveis e seguras, ajudam a melhorar o posicionamento de suas páginas no Google.

Além disso, convém avaliar o uso de ferramentas que ajudam a integrar as ações de marketing e conferir resultados ainda mais promissores! É o caso, por exemplo, do Google AdWords. Ele ajuda a reforçar tudo aquilo que comentamos ao longo deste artigo!

  1. Crie backlinks

Backlinks são os links que você direciona o usuário ao longo dos conteúdos que você desenvolve. E, para muitos empreendedores, o risco reside nesse aspecto.

E sabe por quê? Há quem pense que basta fazer um ou outro link, para os conteúdos que desejam ranquear melhor nos mecanismos de busca, e o trabalho está finalizado.

Só que o trabalho nunca chega ao fim, pelo contrário: ele é incessante. Isso porque os mecanismos do Google — para citar um exemplo — verificam também a periodicidade com a qual você produz conteúdos e faz os links.

Se cair na mesmice, e na ausência de novidade, seu site no topo do Google vai permanecer um sonho distante.

  1. Mantenha o site sempre atualizado

Falamos sobre isso no tópico acima: frequência e relevância são as palavras-chave para colocar o seu site no topo do Google. E o que você faz a respeito disso?

Sem uma boa estratégia de conteúdo, sua empresa não avança na relação com o usuário, não desenha o acompanhamento próximo de sua jornada de compra e, tampouco, ranqueia o seu site.

Construção de uma autoridade no mercado | Agência Labra

Só que você não precisa, necessariamente, inventar a roda para dialogar com o seu público-alvo. Quer um bom exemplo de trabalhar em harmonia com tudo aquilo que os mecanismos de busca valorizam? Atualize postagens já publicadas.

Um exemplo: em 2016, a sua empresa destacou uma série de dicas para o seu público-alvo aumentar as vendas. Agora, em 2019, você pode fazer uso da mesma postagem, atualizando-a com mais dicas (ou, quem sabe, mais atuais) para que esse artigo volte a ser bem ranqueado, colocando seu site no topo do Google. Dessa forma, você cria uma autoridade no mercado sobre seus produtos e serviços.

  1. Considere a velocidade do seu site

Além da jornada de compra e do funil de vendas, toda organização deve considerar a experiência do usuário, que é a maneira com a qual o seu site e redes sociais facilitam essa jornada de conhecimento.

E, inquestionavelmente, a velocidade de carregamento do site é um fator importante nesse processo. Não só para o usuário, mas para o Google posicionar as suas páginas como confiáveis e dignas de uma boa experiência de navegação para as pessoas.

Por isso, considere que você tem que lidar, diretamente, com as questões relativas ao carregamento veloz e eficiente das páginas do seu site. Por sua vez, uma experiência negativa é tão impactante para o ranqueamento do Google quanto para a confiança do consumidor em potencial.

Isso porque experiências negativas são agravantes em potencial. Se um usuário se sente lesado, e impedido de checar a informação que gostaria no seu site, ele vai — em segundos — para o resultado seguinte do Google. E pode ser a sua concorrência… Já deu para entender o desfecho disso, certo?

Algumas dicas que reunimos, então, para você melhorar a velocidade de carregamento de suas páginas e, assim, obter o seu site no topo do Google:

  • Use um servidor de qualidade, que ofereça boa resposta aos usuários;
  • Habilite o cache e a compressão de imagens;
  • Considere o uso de um serviço VPN para carregar o site com rapidez e evitar as quedas imprevistas.

Viu como é possível fazer a diferença sem muito esforço para colocar o seu site no topo do Google? Mas, espere: ainda temos uma última dica!

  1. Incremente a presença da sua marca nas redes sociais

Vamos lá: você sabe em quais redes sociais o seu público-alvo mais se concentra, atualmente? Essa resposta é determinante para que as suas estratégias de conteúdo impacte, diretamente, a demanda gerada pelo seu consumidor em potencial.

Além disso, esse tipo de engajamento e relação com os usuários é bem recebido pela tecnologia do Google e de outros mecanismos de busca. Consequentemente, sua presença digital é maior e contribui com que o seu site no topo do Google se torne uma realidade palpável em médio prazo.

Quanto tempo dura a vida útil de um post nas mídias sociais? | baixe gratuitamente | Agência LABRA

Aqui vão algumas dicas para você alcançar o sucesso dessa empreitada em pouco tempo:

  • Estimule o engajamento por meio de botões de compartilhamento nos seus conteúdos;
  • Solicite aos usuários que compartilhem esses conteúdos para que mais pessoas encontrem os seus artigos e se relacionem com eles também;
  • Ofereça materiais riscos em troca desse engajamento — como brindes e downloads gratuitos.

Quer saber, então, como colocar o seu site no topo do Google na prática, atrair mais clientes até o seu negócio e, ainda, gerar mais presença digital para a sua marca? Então, complemente os seus conhecimentos conhecendo uma empresa que, realmente, entende as suas necessidades.

Quer saber mais a respeito das melhores estratégias para colocar o seu site no topo do Google? Entre em contato conosco!

Pin It on Pinterest

Share This