A revolução da indústria 4.0 já é realidade nas fábricas de todo o mundo. O novo meio de integração operacional é capaz de aumentar drasticamente a produtividade, melhorar todos os processos e entregar com maior velocidade os produtos para os clientes.

Assim como a produção, a tecnologia industrial auxilia também no desempenho das máquinas industriais antes, durante e depois do funcionamento trocando informações de forma autônoma.

O responsável por fazer os equipamentos mais eficientes é a realidade aumentada, que consegue dar informações aos operadores, prevendo o desempenho das máquinas e quanto elas podem ser produtivas, inclusive de falhas e quebras do equipamento.

O que é realidade aumentada?

Essa tecnologia nada mais é que um ambiente imersivo criado por softwares de computador que integram o mundo real ao digital. Muito conhecidos nos aplicativos de smartphones, a realidade aumentada desses programas fazem a leitura de adesivos no local que tenha conexão à internet.

Com essa imersão, é possível haver uma interatividade entre os dois mundos desempenhando inúmeras atividades.

Na indústria, essa tecnologia auxilia nas informações do funcionamento das máquinas, como a produção, a integridade da máquina, e os seus limites para os operadores, dando uma maior eficiência na utilização dos equipamentos industriais.

Augmented Reality Industries GIF - Find & Share on GIPHY

Como funciona

As etiquetas que são colocadas para a leitura tem o QR code, que após a leitura, há a imersão dos dois mundos. Quando aplicado aos equipamentos, ele dá uma série de instruções de troca de peças, quando ela deve acontecer através de animações, que surgem na tela para demonstrar os passos. Com apenas uma ou mais fotos, o processo fica muito mais ágil de resolução, do que os velhos métodos de anotações em planilhas.

Para que a imersão aconteça, é necessário uma câmera ou dispositivo reprodutor de imagens que são capazes de transmitir imagens do objeto real, precisa também de software que interpreta a transmissão do sinal pela câmera.

Realidade Aumentada X Realidade Virtual

Um grande número de empreendedores que desejam entrar no segmento de automação industrial tem dúvidas e até confundem os dois termos.

Ambos têm similaridades de integração, porém, os objetivos são diferentes. Por um lado, a realidade aumentada atua na conexão entre mundo real e virtual no local em que você se encontra, podendo se interagir de maneira que quiser. Ou seja: a pessoa está no mundo real, com informações virtuais.

Já a realidade virtual transfere a pessoa para um outro local, como os simuladores de vídeo-games e de montanha russa, que nos faz sentir como se estivéssemos dentro do ambiente, entretanto, a movimentação é limitada e robotizada. Entendidos os dois conceitos, está na hora da aplicação no setor industrial.

Virtual Reality GIF - Find & Share on GIPHY

Realidade aumentada nas máquinas

Com os equipamentos que integram esse tipo de tecnologia, é possível prever uma série de ações sem precisar de manuais ou de instruções de terceiros. Mas, pode parecer estranho no primeiro momento, por isso, as empresas devem aplicar os procedimentos para melhorar a qualidade na linha de produção. Os maiores benefícios são:

Treinamento: todo equipamento quando chega a fábrica precisa de profissionais preparados. No caso da realidade aumentada, é preciso fazer muitas simulações e atividades na prática;

Locais dos itens: a realidade virtual consegue indicar onde fica determinado equipamento e outros itens a disposição;

Reconhecimento: é possível conhecer as peças usadas e o padrão de funcionamento, prevendo determinados movimentos antes de alcançar o equipamento;

Imagens: a partir da sobreposição de imagens, os técnicos têm mais facilidade para ver as máquinas por dentro, melhorando a agilizando a manutenção;

Conforto: para ter acesso virtual aos equipamentos, basta o uso de um smartphone e tablet para analisar e resolver os problemas nas máquinas;

Processamento: com a tecnologia de realidade aumentada, todo processo passa a ser informado e coletado em tempo real, sem a necessidade de outros equipamentos específicos de medição. Além disso, é possível o acesso de um especialista remotamente, que com apenas um dispositivo, consegue resolver os problemas de manutenção;

Redução de custos: usando um menor número de equipamentos e facilitando os processos, é natural que haja uma melhoria operacional com uma grande redução nos custos, pois todas as instruções são previamente informadas pelo software.

Os resultados

A presença dessa tecnologia é capaz de abrir uma nova dimensão na maneira como as tarefas são realizadas, tanto das pessoas, quanto as executadas pelas máquinas. Graças a interação entre o mundo real e o virtual.

Em média, a diminuição de trabalho na produção das peças e do funcionamento é de 30%. Por isso, a lucratividade do setor supera a casa dos bilhões de dólares, se tornando uma sensação em todas as indústrias.

Em resumo

A realidade aumentada é um dos braços da indústria 4.0, junto com a internet das coisas e a automação industrial, consegue fazer a integração eficiente de máquinas e pessoas visando a melhor produtividade.

Essa tecnologia consegue ajudar todos os funcionários em todos os processos, desde os mais simples, como acionamento da máquina, até os mais complexos, como a regulagem satisfatória dos equipamentos, usando apenas aplicativos de smartphones.

Pela redução de custos e aumento da produtividade, a realidade aumentada está cada vez mais fazendo parte da realidade das empresas, ajudando tanto os empreendedores, quanto colaboradores.

Você se interessou pelo assunto? Tem alguma dúvida? Deixe o seu comentário abaixo ou entre em contato conosco pelo portal Soluções Industriais!

Realidade Aumentada

Pin It on Pinterest

Share This