Se você já se preocupa em compor as páginas digitais de sua empresa com diferentes tipos de conteúdo, deve saber que a otimização de site não depende somente dessa estratégia.

Afinal de contas, a fidelização de sua marca não constrói leitores, mas relaciona-se com o público-alvo da sua empresa — o que impacta também uma série de outros aspectos.

Por exemplo: do que adianta um conteúdo relevante se as páginas do seu site demoram uma eternidade para carregar?

Saber como integrar diferentes ações estratégicas é o principal trunfo para uma boa otimização de site. E, ao longo deste post, nós vamos apresentar para você as principais para que o tráfego aumente, as conversões sejam ainda maiores e a fidelização de clientes, uma constante na sua rotina. Acompanhe e inspire-se nas nossas dicas!

Qual é a importância da otimização de site?

A otimizar o site, a sua empresa fica ao alcance do seu público-alvo. E sabe por quê? Pois as estratégias e ferramentas usadas para isso são pensadas para antecipar a demanda criada pela sua audiência, agregando mais conveniência para encontrar, acessar e navegar pelo seu site.

Como resultado, a experiência dele com a sua empresa já é positiva desde o primeiro clique com o mouse. Quando associada à eficácia de outras estratégias de atração, relacionamento e venda, sua empresa conquista não um cliente, mas um consumidor satisfeito.

E, a essa altura com tantas tendências digitais no mercado, você já deve saber que o SEO é a ponta do iceberg da otimização de site, certo? É por isso que, logo abaixo, vamos destacar outras ações que podem ter passado despercebidas por você!

Atenção ao seu servidor

Para melhorar a posição do seu site entre os resultados orgânicos do Google, certifique-se de que você pode contar com um servidor estável, cujo tempo de resposta é o mais breve possível.

Com isso, ele é indexado rapidamente no mecanismo de busca e também possibilita um acesso mais rápido e fluído para os usuários. Lembre-se que o consumidor logo desiste de um site cujas páginas demoram para carregar e isso impacta diretamente nas suas estratégias de otimização de site, portanto.

Cuidado com a linguagem usada na construção do site

A linguagem em Flash, tão popular até poucos anos atrás, tornou-se obsoleta e carrega em sua essência diversos problemas para quem está em busca de uma boa otimização de site.

Por exemplo: trata-se de uma tecnologia que impossibilita a visualização das páginas do site em dispositivos móveis, como smartphones e tablets. Sem falar que as atualizações de conteúdo ocorrem com muito mais frequência, hoje em dia, e um site em Flash pode demandar bastante tempo de ajustes até chegar à nova versão desejada.

Verifique como está o título do seu site

Lembre-se de considerar o título do seu site para otimização também. O segredo, aqui, está em considerar as principais palavras-chave relacionadas ao mote do seu negócio, para então acrescentá-las ao título.

Como resultado, você adquire um elemento extra para valorizar o ranqueamento do seu site nos mecanismos de busca, aproximando a sua empresa das necessidades de clientes em potencial.

Verifique a descrição do seu site

A descrição é também conhecida como Meta-Tag Description — um breve espaço para textos com até 160 caracteres. É o conteúdo exibido logo abaixo do nome da sua empresa nos resultados de busca do Google, por exemplo.

Com uma boa descrição do seu site — sempre em alinhamento às técnicas de SEO e uso estratégico de palavras-chave —, você já pode conquistar ali mesmo o usuário e convencê-lo a clicar na sua página, e não nos links da concorrência.

Avalie também os títulos e descrições de cada página

Tenha em mente que todas as suas páginas — como as relacionadas a cada um dos seus produtos ou serviços — devem conter os respectivos títulos e descrições.

Convém, ainda, bolar URLs (o link de cada página) que sejam fáceis e que contenham a palavra-chave mais adequada à página em questão. Parecem detalhes — e são —, mas que impactam grandiosamente no posicionamento do seu site nos mecanismos de busca.

Cheque as heading tags

Em HTML, as heading tags são conhecidas como <H1>, <H2> e <H3> — e assim por diante. Elas ajudam a dar fluidez ao texto — como o subtítulo acima —, tendo que haver a palavra-chave relacionada ao conteúdo sempre que possível.

Vale pensar que a otimização de site, aqui, tem um sentido forte de tornar a leitura do consumidor muito mais fácil e proveitosa. Melhor do que os blocos imensos de conteúdos, sem um espaço sequer para o leitor respirar, não concorda?

Valorize as imagens utilizadas

O uso de imagens é bastante atrativo, para a otimização de site, e por dois motivos:

elas ajudam a construir e manter uma identificação com o seu público-alvo. Elas podem vir acompanhadas da palavra-chave do conteúdo — no título do arquivo da imagem — para que sejam também visualizadas nos resultados de busca por imagens.

Portanto, fica a nossa dica: por mais que o conteúdo seja o rei das estratégias de conteúdo digital, não se esqueça que as imagens também são uma forma de conteúdo.

Utilize links internos e externos

Ao produzir um conteúdo, pense estrategicamente em acrescentar links de outras páginas — do seu próprio site ou blog — que remetam ao assunto abordado. Isso ajuda muito na estratégia de otimização de site. E pode ser enriquecida também a partir do uso de links externos.

Diferentemente dos links de outras páginas suas, o link externo é o conteúdo de outro site confiável — como um site de notícias —, que pode ser usado para complementar uma afirmação feita ao longo do conteúdo.

Por exemplo: de acordo com o IBGE, temos 116 milhões de brasileiros conectados à internet. Por isso, é tão importante considerar estas dicas de otimização de site.

E é inegável o impacto do conteúdo na otimização de site. Pois, como você deve ter percebido, a maioria das nossas dicas se relaciona com uma produção estratégica, focada em se alinhar à rotina do seu público-alvo e de resolver os seus problemas.

Quer saber, então, como se colocar à frente da concorrência e aprender um pouco mais sobre a otimização de site? Então, leia também o nosso artigo que dá novas dicas sobre como colocar o seu site no topo do Google!

Pin It on Pinterest

Share This