O marketing de conteúdo para a indústria tem as suas peculiaridades — especialmente, quando comparada com o comércio — porque tende a dialogar com um perfil diferente: diretamente com o empreendedor.

Em inglês, o termo é conhecido como B2B — business to business —, que se refere às ações estratégicas planejadas não para o consumidor final, mas para outras organizações.

Isso significa que as estratégias de marketing de conteúdo não são similares às utilizadas por empresas que entregam um produto ou serviço ao consumidor. E, neste post, vamos avaliar a importância em saber essa diferenciação, bem como as melhores ações para impactar o seu público. Boa leitura!

O que é o marketing de conteúdo para indústrias?

Em resumo, é o planejamento de ações digitais que focam nas necessidades de outros empreendedores para atraí-los, negociar as melhores condições e gerar uma experiência impactante, capaz de retê-lo como um fiel cliente.

É um objetivo muito próximo ao que traçam as empresas que lidam com o consumidor final (conhecido também como business to client — ou B2C). A diferença está na maneira de abordar, despertar interesse e mantê-lo atento às suas novidades.

O que é o marketing de conteúdo para indústrias?

E é aí que o marketing de conteúdo para indústria mais se diferencia do B2C. Pois, diferentemente da tradicional abordagem comercial, o perfil do empreendedor industrial é diferente. Se você comercializa um maquinário com ele, por exemplo, ele não está pensando só no preço praticado, mas na produtividade que ele pode agregar ao seu fluxo de trabalho.

Além disso, esse perfil, em geral, é composto por pessoas que conhecem o mercado onde estão situados. Eles, normalmente, são os especialistas e geram autoridade. Quando falamos em B2C, por exemplo, queremos transformar as marcas em autoridades.

E isso influencia demais na maneira de interagir e se relacionar com o perfil do industrial.

Quais são os benefícios do marketing de conteúdo para indústrias?

Em comum com o marketing de conteúdo para startups ou pequenas e médias empresas, a sua variação para a indústria tem como objetivos:

  • Atrair novos consumidores;
  • Reter os clientes atuais;
  • Compreender as “dores” do consumidor para solucioná-las;
  • Gerar mais presença digital;
  • Consolidar-se no seu ramo de atuação como uma das principais referências.

Quais são os benefícios do marketing de conteúdo para indústrias?

Claro que, como consequência, o planejamento bem feito se traduz em mais lucratividade para as empresas. Só que, como a elaboração de conteúdo é mais pautada na verificação de resultados para o empreendedor da indústria, é importante avaliar benefícios específicos desse tipo de ação, como:

​​​​​​​Autoridade

O seu cliente, em geral, tende a ser muito bem informado, pois a sua tomada de decisão influencia diretamente nos resultados da sua indústria.

Por isso, o marketing de conteúdo para indústrias também serve para mostrar que a sua empresa compreende, exclusivamente, a realidade daquele cliente em particular. Ele é uma autoridade, sim, mas você está consolidando a sua marca como uma referência na solução que esse cliente em potencial mais precisa.

Mas, como não basta apenas se portar como uma autoridade, é importante considerar que os seus conteúdos devem vir acompanhados de boa dose factual de resultados.

De que maneira? A partir de resultados, cases de sucessos, depoimentos de clientes… Tudo aquilo que comprove o que o seu público-alvo já ouviu falar em outros lugares, mas não se convenceu disso.

​​​​​​​Conversão de vendas

Em uma sociedade tão digital quanto a nossa, a conversão de vendas está entre os principais objetivos de quem usa o marketing digital. Ao explorar as suas ferramentas para o meio industrial, a ideia é fazer com que mais usuários anônimos interajam com os seus conteúdos.

Mais que isso: a partir do funil de vendas deles, torná-los clientes de sua empresa. Uma vez que a maioria das pessoas faz pesquisas on-line, em busca de soluções para os seus problemas, apresentar-se como uma empresa disponível e interessada em resolvê-los é um diferencial.

Com uma boa estratégia de conteúdo, portanto, você fortalece duas áreas que, até então, eram pouco integradas: marketing e vendas. Com o marketing industrial e qualquer uma de suas ações do marketing digital, ambas passam a caminhar lado a lado, na mesma direção e ao mesmo tempo.

Sabe por quê? Com o funil de vendas definido, tanto o setor de marketing quanto os vendedores vão saber identificar a etapa em que o prospecto se encontra da sua jornada de compra.

De nada vai adiantar, portanto, um vendedor abordar e insistir na venda com um usuário apenas interessado em saber mais a respeito do seu problema.

Confira, então, as etapas da jornada de compra e veja como a integração entre marketing e vendas ocorre por meio dela:

  • Topo do funil, é o momento em que a descoberta ocorre. O usuário dá nome ao seu problema;
  • Meio do funil, quando as dicas são mais aprofundadas na questão problematizada na etapa anterior;
  • Fundo do funil, que consiste em compreender, por fim, quais são as soluções para resolver o problema.

Entenda, então, que o trabalho do marketing é definido no afunilamento de opções para que o seu consumidor em potencial tome a melhor decisão de acordo com as suas necessidades e objetivos.

E, para o setor de vendas, isso se converte em informações de qualidade para uma abordagem especializada, personalizada e objetiva. E, assim, sua conversão de vendas aumenta com o marketing de conteúdo.

Alinhamento de informações

Ainda em complemento ao tópico anterior, o marketing de conteúdo para indústria cria um discurso uniforme para toda a empresa. O consumidor vai saber, exatamente, com quem ele está interagindo, independentemente de ser o setor de marketing, o vendedor ou o gerente da organização.

Possibilidade de monitoramento

Um dos grandes trunfos do marketing de conteúdo para indústrias (e também para o mercado B2C) é a facilidade com a qual se monitora as performances de suas estratégias.

Não à toa, eventuais imprevistos são rapidamente solucionados, o que aumenta o ROI de marketing e, consequentemente, aumenta a sua lucratividade.

​​​​​​​Como criar uma estratégia de marketing industrial?

Vamos, agora, à questão prática do marketing de conteúdo para indústrias: como fazê-lo? E, para responder à pergunta, selecionamos uma série de etapas que devem ser consideradas antes de produzir conteúdos aleatoriamente em publicá-los on-line. São elas:

  • Identifique o seu público-alvo;
  • Descubra quais são os seus objetivos, frustrações, desafios e necessidades. Em seguida, avalie o quanto os seus produtos ou serviços se relacionam como uma solução para essas características;
  • Explore as ferramentas do marketing de conteúdo — como o blog, as redes sociais que o seu público mais utiliza, o e-mail marketing e as landing pages, entre outras — para apresentar as soluções aos respectivos problemas de sua audiência, com base nos termos mais pesquisados por eles na internet (as palavras-chave que vão direcionar para as suas páginas);
  • Invista também em mídia paga para ampliar o alcance de suas estratégias digitais;
  • Integre os setores de marketing e de vendas. Crucial estratégia que vai ajudar a qualificar ainda mais os vendedores ao abordarem os empreendedores industriais;
  • Mensure todos os resultados de cada campanha. Isso ajuda a otimizar as ações em tempo real e, ainda, faz com que você evite as ações que renderam poucos resultados.

Vale destacar que os resultados desse tipo de estratégia podem ser potencializados por meio da contratação de agências especializadas em marketing de conteúdo para indústria. Assim, toda a expertise, construção de estratégias e conhecimento do mercado são aplicados em curto prazo à sua demanda por resultados.

Como resolver o conflito entre marketing e vendas

Vale reforçar, aqui, a importância em integrar toda a empresa por meio das estratégias de conteúdo. Isso inclui marketing e vendas, que são tradicionalmente áreas complementares, mas díspares.

Vimos, entretanto, que o marketing de conteúdo para indústria é uma ação que une todos os departamentos. Todos na mesma direção, em prol dos mesmos objetivos previamente alinhados. E isso tende a reduzir, por si só, o conflito entre os setores.

Como resolver o conflito entre marketing e vendas?

Isso agrega às vendas mais visão estratégica, ao passo que o feedback do setor municia o setor de marketing com novas perspectivas para abordar, relacionar-se e aproximar-se do consumidor.

A contínua troca de informações, portanto, é definitivamente a melhor solução para findar esse conflito. Reúnam-se, exponham as barreiras entre as áreas e construam, juntos, uma estratégia de conteúdo que aproxime os setores e, principalmente, solucione as demandas do seu público-alvo.

Com o tempo, é fácil perceber que isso é uma solução completa, já que os resultados beneficiam a todos os envolvidos.

​​​​​​​Como explorar os benefícios do marketing de conteúdo para indústria?

Ao longo desate post, nós apresentamos o conceito de marketing de conteúdo para indústrias (B2B) e o quanto ele se diferencia das tradicionais ações para B2C.

Além disso, destacamos quais são os benefícios em investir nesse tipo de ação estratégica e também as principais ações para colocar em prática as suas ideias empreendedoras.

Agora, para complementarmos tudo o que vimos ao longo deste post, que tal conferir também nossas dicas e recomendações sobre a importância das estratégias de SEO na indústria? Assim, caso você já esteja rabiscando ideias para impactar o seu público-alvo, não vão faltar métodos, técnicas e ferramentas para colocar o seu plano em ação e gerar ótimos resultados para o seu negócio!

[e-book] As melhores estratégias para aumentar as vendas na indústria | Baixar grátis | Agência Labra

Pin It on Pinterest

Share This