Dentro das principais ações de um plano de marketing devem constar estratégias que se traduzam em resultados. E não há dúvidas que, para o devido alinhamento às etapas da jornada de compra do seu consumidor, a landing page é uma das mais eficazes ferramentas do marketing digital!

E, caso você ainda não tenha familiaridade com o conceito e as vantagens e aplicações de uma landing page, não há motivo para pânico. Nos próximos tópicos vamos falar tudo sobre ela, e também o que ela pode agregar de valor ao desenvolvimento da sua marca. Confira!

A importância da conversão

A conversão é uma das métricas mais relevantes, no marketing digital. Por meio dela é que sua empresa está ciente do número de visitantes em suas páginas que, de fato, se converteram em clientes em potencial ou mesmo em vendas efetivas.

Nesse sentido, temos a landing page — também conhecida como páginas de conversão. Na prática, trata-se de uma página que cumpre o principal objetivo de guiar o consumidor até o produto ou serviço que você deseja oferecer a ele.

Pode ser, por exemplo, uma promoção de uma linha específica. Assim, ao clicar em um anúncio, o usuário é direcionado à landing page (que é uma versão mais simplificada da verdadeira página do seu site para evitar distrações) e se depara com os elementos em promoção. Isso, por sua vez, estimula melhor a conversão de visita em compra.

Por que usar a landing page

De maneira simplificada: pelos resultados que ela traz — assim como o e-mail marketing — nas ações de marketing digital. A landing page ajuda no cumprimento de suas metas e objetivos, além de ser benéfica por outros fatores, como:

Aumenta sua base de leads

Otimização é a palavra-chave aqui. Quando o cliente é direcionado para a página desejada, ele tem muito mais chances de conversão do que um usuário sem objetivo definido, ao entrar em seu site, e navegar por uns instantes e sair, sem comprar nada.

Ajuda a conhecer os seus leads

A landing page tem um formulário para o preenchimento do usuário. São informações simples e pessoais, mas que ajudam a identificar, dentro do seu público-alvo, quais são as principais demandas e os seus desafios e dificuldades.

Como resultado, você aprende a ajustar com mais personalização as suas estratégias, visando um impacto maior na vida dos seus consumidores.

Dicas para criar uma landing page que renda resultados

Agora que já deu para ter uma perspectiva clara sobre o que é a landing page e o que ela pode fazer para potencializar suas ações de marketing digital, vamos a algumas orientações práticas para a sua elaboração:

  • Título: simplicidade e objetividade para fisgar o leitor de imediato;
  • Cores: além das cores de seu site, na landing page, adicione cores que estimulem o clique — especialmente, no botão de Call-to-Action (CTA), que é o que vai guiar o usuário para a ação desejada;
  • Links: use-os para comprovar os seus argumentos, mas com moderação. Afinal de contas, cada clique que o usuário fizer vai levá-lo a outra página, distraindo-o do objetivo principal;
  • Formulário: teste diferentes versões dele, até definir a melhor alternativa — ou seja: aquela que obteve mais preenchimentos dos usuários;
  • CTA: simples e direto. Aponte o que você deseja do usuário sem rodeios;
  • Vídeos: vale a pena usá-los na landing page, e por um simples motivo: eles são atrativos, não deslocam o usuário para outra página e enriquecem a sua página de conversão.

E então, deu para entender como criar uma landing page pode ser o diferencial que faltava para impulsionar os resultados em marketing digital? Agora, para reforçar ainda mais qualitativamente os seus esforços, descubra também os diferenciais do marketing de conteúdo!

Pin It on Pinterest

Share This