Smarketing – a importância em alinhar vendas e marketing para gerar bons resultados

Smarketing – a importância em alinhar vendas e marketing para gerar bons resultados

O marketing digital mudou — e muito — a maneira de abordar, interagir e se relacionar com o seu público-alvo. Mas, internamente, as suas transformações são significativas também, como propõe o conceito de smarketing, por exemplo.

Afinal de contas, a sua ideia e aplicação se concentram na integração cada vez mais qualitativa e próxima dos setores de marketing e de vendas.

Como resultado, suas equipes vão obter dados mais ricos sobre o seu cliente em potencial, e vão entrar em sintonia. Algo fundamental para alcançar os objetivos com o menor número possível de riscos e imprevistos.

Quer saber mais a respeito do smarketing e como ele pode fazer a diferença no planejamento e na execução de estratégias? É só seguir com a leitura deste post!

O que é smarketing?

Começando pela conceituação de smarketing, estamos falando de uma palavra que une as nomenclaturas dos dois departamentos que vão interagir: Sales (vendas, em inglês) e marketing.

Smarketing - Agência labra

E isso, por si só, já pode gerar estranhamento nas pessoas. Afinal de contas, por muito tempo ambos os setores eram vistos como a água e o óleo em um mesmo recipiente: incompatíveis.

Algo que podemos perceber como infrutífero para o desenvolvimento de uma empresa, não importando o seu porte ou segmento de atuação. Pois os objetivos são os mesmos, no processo de vendas estruturado.

Sem falar que são etapas complementares — nos dois sentidos — para a consolidação de estratégias de marketing digital (como o marketing de conteúdo). É importante que o marketing qualifique os leads para os vendedores que, por sua vez, devem passar contínuos feedbacks para que as campanhas seguintes sejam mais assertivas.

Veja um comparativo: o marketing está tradicionalmente encarregado de:

  • atrair prospectos;
  • acompanhá-los em suas respectivas jornadas de compra;
  • prepará-los e nutrir cada um deles com materiais relevantes;
  • mapear profundamente tudo a respeito dos leads em especial que evoluem no seu funil de marketing.

Enquanto isso, os vendedores passam a abordar os clientes em potencial com o máximo possível de informações para argumentar, convencer e efetivar uma venda.

Qual é a importância do smarketing para os negócios?

Ficou claro que um dos benefícios intrínsecos ao marketing digital está a unificação de suas equipes internas? Nada mais natural, uma vez que essa harmonia guia todos os seus colaboradores para a mesma direção — e os mesmos objetivos.

Quer ver outros benefícios colhidos a partir da utilização do smarketing?

  • os objetivos são alinhados com base nas necessidades e objetivos de cada setor;
  • as ações planejadas devem garantir resultados impactantes para todos os envolvidos;
  • o smarketing agrega mais empatia e um espírito colaborativo, já que os profissionais passam a entender melhor a demanda, os desafios e as necessidades de cada área;
  • os esforços são otimizados;
  • a redução de custos é palpável;
  • os processos são otimizados.

Por consequência, esse trabalho em conjunto se mostra eficaz para a atração de leads qualificados. É o constante diálogo entre vendedores e os profissionais de marketing que ajuda a diluir os desafios e agregar mais oportunidades à empresa, portanto!

Como trabalhar o smarketing na empresa?

Que tal colocar a sua marca para se destacar, diante da concorrência, com um contínuo processo de alinhamento interno? É isso o que propõe o smarketing. E, a seguir, vamos descobrir na prática como isso pode potencializar os resultados para o seu negócio:

Analise os objetivos da empresa

Comece comparando os setores de marketing e de vendas: eles têm os mesmos objetivos e são minimamente integrados?

Pense que esse alinhamento inicial é de suma importância para a condução de estratégias. Quando a balança pende para um dos dois lados, há algo errado. A sintonia é elementar.

Isso significa, inclusive, transparência entre os setores. Quando a comunicação é objetiva e facilitada nós conseguimos estimular o que foi dito anteriormente sobre o espírito colaborativo. Como gerar empatia, afinal de contas, se os setores não souberem o que o outro está passando?

Compartilhe entre as equipes os detalhes de sua buyer persona

A persona não é importante só para o marketing atrair clientes em potencial: é indiscutivelmente importante para que os vendedores aprendam como abordar as pessoas, saibam argumentar e agregar solução aos produtos e serviços que sua empresa oferece.

Sendo essa uma das grandes sacadas do marketing digital, o smarketing necessita desse conhecimento coletivo a respeito da buyer persona.

Construa um diálogo entre vendas e marketing

Um processo de vendas estruturado contribui para saber, exatamente, as etapas para uma negociação mais eficiente. Assim como o marketing alinhado a esses processos consegue obter dados qualitativos para nutrir os vendedores com informação relevante para suas abordagens.

Isso significa que o diálogo deve ser constante entre ambas as equipes. Periodicamente, uma reunião deve ser promovida para que os resultados sejam compartilhados, novas ações sejam desenhadas e objetivos possam ser traçados.

Isso pode funcionar da seguinte maneira:

  • encontros semanais são definidos para que cada um explique o andamento de cada objetivo anteriormente planejado. O alinhamento de personas também é considerado, bem como outros pontos que possam ser ajustados e afinados para que todos permaneçam na mesma direção;
  • encontros mensais, por sua vez, são mais profundos e permitem um alinhamento pensado para campanhas em médio e longo prazo. Além, é claro, de eventuais ajustes no que ainda for necessário e não foi concretizado nas últimas reuniões semanais.

Por meio do smarketing, o diálogo flui melhor e as equipes aprendem mais sobre o panorama geral das suas campanhas. Isso é de grande relevância para que os processos sejam mais integrados, e todos têm a ganhar com isso.

Gerencie relatórios compartilhados entre marketing e vendas

Vale observar que, da mesma maneira que as métricas ajudam o marketing e o setor de vendas a qualificarem cada vez mais as suas ações, o smarketing depende de um relatório conjunto para que as ações e resultados estejam ao alcance de todos.

Por exemplo: o marketing precisa de um retorno do setor de vendas para entender onde os leads não estão qualificados o suficiente. Da mesma maneira que o setor de vendas precisa obter os dados que julga importantes para uma boa negociação.

Com um relatório que contenha esses dados, o processo flui com mais facilidade. Afinal de contas, vivemos em uma época onde todas as nossas ações digitais podem ser mensuráveis.

Absorver essas informações e compilá-las, de maneira estratégica e aberta às equipes, é um passo importante para que o smarketing permaneça gerando bons resultados.

Implemente o SLA

O SLA é uma sigla para Service Level Agreement: um acordo entre ambas as partes e que deve ser cumprido em determinado prazo.

Para o smarketing, isso pode ser uma definição clara e objetiva de quantos leads o marketing deve gerar para os vendedores, por exemplo.

A ideia é resumida nesse acordo, mas compreende também os esforços em fazer isso acontecer — e o que estiver ao alcance de qualquer uma das equipes envolvidas, considerando que os objetivos são os mesmos.

Troquem feedbacks continuamente

É importante destacar também que o smarketing só funciona adequadamente quando as pessoas aprendem o que não está surtindo efeito.

As métricas estão aí para isso, é verdade, mas o feedback ainda é a melhor ferramenta de monitoramento. Um exemplo: alguns dados fornecidos pelo marketing não estão ajudando em nada na argumentação dos vendedores.

Assim, na próxima reunião essa informação deve ser compartilhada e analisada em coletivo. Talvez, os vendedores não tenham entendido como usá-las. Talvez, elas realmente não impactem em nada no processo de vendas.

Mas é importante saber disso, e os seus motivos, para que ações desnecessárias não façam mais parte da estratégia de smarketing ou que seja replanejada.

Com base nessas informações, nós achamos que vai ser possível construir uma ação de smarketing em que todos sejam beneficiados — interna e externamente.

Afinal de contas, um processo muito bem alinhado e construído só gera ações mais positivas para o seu público-alvo, à medida que fortalece a sua empresa internamente.

Para complementar o que vimos aqui sobre smarketing, então, que tal dar uma conferida em mais um conteúdo relevante? Conheça também como fazer um processo de vendas bem estruturado na sua empresa!

E-book de como gerar novas vendas com marketing industrial, baixe agora! | Agência LABRA

CallPage: venda mais, com agendamentos inteligentes!

CallPage: venda mais, com agendamentos inteligentes!

Que a tecnologia já é uma realidade, você já está cansado de saber! Agora, na prática, o quanto você tem se beneficiado dela para aumentar de fato suas vendas?

Um dos principais desafios das empresas é estar disponível para falar com seus potencias clientes no momento em que desejam. Deixar um potencial cliente que quer fazer negócio com você esperando, pode não ser uma boa ideia, não é mesmo? Como você se sentiria se fosse o contrário?

Alias, além de não ser uma boa ideia, não é lucrativo pois pouquíssimas empresas conseguem medir quantas pessoas deixaram de se tornar uma oportunidade real de negócio pois não conseguiram ser atendidas, ou desistiram enquanto esperavam sua longa e eterna mensagem de boas-vindas na URA.

Isso mesmo, URA? Você ainda utiliza? Ura foi algo inventado na década de 80 para ajudar empresas de grandes volumes como empresas de cartão de crédito, telefonia e TV a cabo a dar conta de sua grande demanda.

Mas e você, quer gerar mais leads e vendas e ainda tem essa fricção que por mais que seja de poucos segundos, pode gerar desistências? Faz sentido?

Agora, imagine se você tivesse a possibilidade de falar com seus clientes no momento exato em que eles querem e podem fazer com você? O quanto isso poderia agilizar seu processo de vendas?

Digo isso, pois, quantas vezes você tentou falar com um lead e ele estava em reunião, ou não atendeu a ligação ou, o telefone estava errado?

Tudo isso é possível com a ferramenta CallPage que em parceria com a Agência Labra te oferece a possibilidade de falar com seus potenciais clientes no momento exato em que eles desejam. A ferramenta conecta o visitante de seu site com sua equipe de vendas em apenas 28 segundos.

E não se preocupe se você trabalha somente até as 18h. Após este horário, você pode configurar a ferramenta para captar agendamentos futuros, ou se preferir, especificar membros de sua equipe para um plantão até às 22h por exemplo.

O quanto isso poderia te ajudar a aproveitar melhor todo seu investimento em anúncios, gerar mais leads qualificados e, no fim, gerar mais vendas?

Fale com a Agência Labra e descubra por que a CallPage acabou de receber R$ 17.5 Milhões de investimento e é considerada a mais poderosa ferramenta de geração de leads do momento!

A importância de um processo de vendas bem estruturado

A importância de um processo de vendas bem estruturado

O processo de vendas, como um todo, é o sonho de todo empreendedor. Afinal de contas, são as vendas que impulsionam qualquer empresa ao sucesso.

O problema acontece quando esse processo não está devidamente planejado e estruturado. Se falta padrão, organização, critério e objetivos, os imprevistos se acumulam aos montes na rotina de qualquer empresa.

Por isso, neste post nós gostaríamos de apontar a importância de um processo de vendas bem estruturado. Acompanhe, e entenda o diferencial em agregá-lo à empresa!

Considere o processo de vendas como um guia

Independentemente do porte da sua equipe de vendas, a organização e o padrão no discurso devem ser muito bem definidos.

E sabe por quê? Porque o processo de vendas ajuda a orientar os seus profissionais para a mesma direção. Do contrário, cada um vai atuar de uma maneira, abordar o cliente da sua forma favorita e atuar — ou não — de maneira estratégica com as ações de pós-vendas.

Agora, com todos “falando o mesmo idioma”, o consumidor vai perceber a padronização e harmonia nas argumentações. Algo que facilita a gerar identificação e fortalecer a sua marca.

E-book de como vender utilizando Inbound Marketing | Agência LABRA

Avalie a redução de riscos na sua operação

Por meio do processo de vendas os erros de processos tendem a ser menores. Afinal, uma das características principais dessa ação é o mapeamento de todo o fluxo de trabalho, com o objetivo de reduzir as etapas, tornar o processo mais objetivo e simplificá-lo.

Isso tudo sem perder a qualidade no serviço prestado, é claro. Mas quando o procedimento é simples e tem um padrão definido, os erros vão sendo gradativamente menores.

Os clientes são atraídos até a sua empresa

Outro fator relevante, para ser considerado, é a relação com o cliente. Já destacamos isso, anteriormente, mas vale o reforço: os seus vendedores vão fazer um processo de vendas alinhado ao perfil e à demanda do seu público-alvo.

Como resultado, a abordagem, o tom de voz e o alinhamento dos seus produtos ou serviços são determinantes para que ele compreenda o quanto a sua marca o conhece. Consequentemente, mais oportunidades de negócio surgem.

Otimização do tempo produtivo

O processo de vendas também contribui com o valor do tempo de trabalho dos seus profissionais. É só tomar como exemplo a questão de simplificar todo o processo para entender que sobra mais tempo para atuar como peça estratégica em melhorias.

Aprenda a estruturar o processo de vendas

Agora que já apontamos os motivos pelos quais você deveria aderir ao processo de vendas internamente, que tal conferir também os meios para alcançar tais benefícios?

  • foque, exclusivamente, no seu cliente. É ele quem dita a demanda, as necessidades e o perfil que se alinha às suas soluções;
  • associe as respostas obtidas no item acima ao atual fluxo de trabalho. Procure meios (tecnologias ou integrações de tarefas) para simplificá-lo e torná-lo mais objetivo;
  • defina metas e métricas para serem acompanhadas. Assim, é possível monitorar, em tempo real, o quanto as novas estratégias estão surtindo efeito, e o quanto necessitam de ajustes.

Vale destacar que o processo de vendas não é um diferencial isolado a ser exercitado na empresa. Ele pode ser integrado com outras ações também, como o marketing digital, cujo DNA está embasado no conhecimento do seu público-alvo e em transformar os dados de cada ação estratégica em um insight poderoso para aumentar as vendas.

Quer saber mais a respeito? Então, baixe gratuitamente o nosso material sobre como vender mais usando o marketing industrial e descubra como aplicá-lo no seu dia a dia!

Dicas para sua marca se destacar

Dicas para sua marca se destacar

Destacar a marca no mercado é algo essencial para atrair novos clientes e garantir a fidelização dos antigos, certo? Por isso, um dos grandes desafios para o marketing das empresas é encontrar formas de aumentar a relevância da sua marca frente aos clientes e concorrentes.

Uma das mais poderosas ferramentas para conquistar este destaque, atualmente, é a internet. Com ela, você pode fazer da sua marca uma referência na área em que atua.

Quer saber, então, como usar as conexões para fortalecer a sua marca, gerar presença digital e relacionar-se com o seu público-alvo de maneira eficiente? Para isso, convidamos você a conferir nossas dicas para isso logo abaixo!

Como dar destaque à sua marca

O mercado digital está em efervescência, sempre em renovação para garantir que o caminho entre a sua marca e o público-alvo seja o mais objetivo possível.

E, a seguir, destacamos algumas das soluções mais consolidadas para atingir os seus objetivos. São elas:

1. Conheça o seu público

Ações de marketing digital só surtem o efeito esperado quando a empresa conhece o seu público. Só assim, é possível saber o tom da linguagem e o tipo de conteúdo que devem ser utilizados para atingir a audiência certa.

Por isso, o primeiro passo é analisar quem são e quais são os interesses dos seus potenciais clientes. Isso é essencial para garantir que a marca tenha mais destaque.

Afinal de cintas, quanto mais bem direcionados são os conteúdos e as propagandas produzidas, melhores resultados elas alcançam, maior é a visibilidade da empresa e, consequentemente, maior é o seu destaque no mercado.

2. Crie conteúdo relevante para o seu público

A criação de conteúdos relacionados à área de atuação da empresa é uma das grandes estratégias para atração de novos clientes e aumento da visibilidade da marca. Quando bem utilizada, esta estratégia também contribui para que a empresa se torne uma referência na área. Para isso, é importante:

  • Escolher temas que sejam úteis para o seu público;
  • Checar a veracidade das informações compartilhadas;
  • Fazer uma boa divulgação dos conteúdos publicados;

Também é importante ficar de olho nas tendências e novidades da área. Se você é um dos primeiros a falar sobre o assunto, isso mostra que a sua empresa está bem informada. Quanto mais valor a marca gera, maior é a probabilidade de conquistar uma boa audiência.

3. Analise a eficácia do seu site

O site da empresa também é uma ferramenta que ajuda a aumentar a visibilidade da marca. Para isso, a página deve ser interessante e agradável.

Avalie o seu site e saiba como ele está posicionado, veja a relação do layout com as cores utilizadas e os menus do seu endereço virtual: eles garantem uma boa experiência de navegação?

Isso é essencial para que o internauta passe mais tempo no espaço e volte a visitar o site – ações que contribuem para o aumento da relevância digital da empresa.

4. Use as redes sociais

Não basta criar um perfil no Facebook, LinkedIn e no Twitter – é preciso mantê-los ativos. Compartilhe notícias relevantes, responda às interações dos consumidores e fique de olho no que é dito sobre a sua marca.

As redes sociais são excelentes meios de divulgação, para atrair mais atenção para a empresa, e de relacionamento com o cliente: aproveite o potencial destes sites!

5. Tenha uma identidade bem definida

Quanto mais forte é a identidade da empresa, mais facilmente ela pode ser reconhecida pelo público. Assim, também é mais fácil destacá-la da concorrência.

A sua marca já conta com elementos de comunicação bem definidos? Se não, é hora de pensar em uma logo, em cores e em uma linguagem que caracterizem a empresa. Também é fundamental pensar em materiais promocionais que fortaleçam a identidade da marca.

6. Explore as tendências

A sua empresa deve ser única: diferenciada, mostrar-se profundamente alinhada ao perfil do seu público-alvo e esbanjando identidade no processo.

Soma-se a isso, agora, a atenção às principais tendências do mercado para alinhá-las a tudo o que foi dito no parágrafo anterior. Parece um gigante desafio, mas é mais uma atividade investigativa para encontrar as soluções que deram certo no mercado, para replicá-las à sua realidade.

Um exemplo: para o YouTube, os vídeos vão ser responsáveis por cerca de 80% de todo o tráfego on-line até 2019. Motivo mais que suficiente para considerá-lo entre as suas ações de atração, divulgação e vendas, não é mesmo?

7. Mensure os resultados de suas estratégias

Independentemente do que você faça na internet, tenha a certeza de que você possui os meios para registrar os dados dessa ação estratégica.

Em uma época na qual o Big Data dominou o mercado e a mente do empreendedor, é fundamental saber como absorver essas informações digitais e usá-las em benefício do desenvolvimento da sua marca.

Um exemplo são as principais ações do marketing digital. Quando os dados são constantemente monitorados, pode-se alterar o planejamento em tempo real para render resultados melhores.

Esse monitoramento é essencial para que o seu investimento gere um retorno elevado, e que você não gaste-o — e tampouco o tempo dos seus colaboradores — em ações que não estão rendendo o esperado. Flexibilidade e mobilidade são palavras-chave para o sucesso da sua marca: aplique-as!

8. Invista em mídia paga

Seja por meio do display do Google ou por meio de banners em sites parceiros, você pode direcionar ainda mais as suas ações para impactar, de fato, o seu público-alvo.

Assim, as suas campanhas de mídia digital vão aparecer apenas para quem demonstra interesse nos seus produtos ou serviços. Um diferencial e tanto para fazer valer cada centavo do investimento para promover a sua marca com eficácia.

9. Considere o uso do remarketing

Com bons resultados no mercado, o remarketing é aquela ação na qual o usuário de internet visita uma página — sobre produtos ou serviços similares aos seus — e, momentos depois, ele passa a encontrar ofertas similares nos banners de sites que ele visita.

Inclusive, em páginas do seu site que ele tenha visitado. Isso ajuda, por exemplo, a reduzir a taxa de abandono do carrinho e também fortalece a sua marca na percepção do consumidor e clientes em potencial ao navegar on-line.

Como colocar a divulgação da sua marca em prática?

Por fim, convém observar quais oportunidades a sua marca tem deixado passar a partir de um constante monitoramento da concorrência. Algo que permite avaliar os acertos e erros, dos rivais, a fim de verificar a possibilidade de usá-los em benefício da sua marca.

E aí, quais das estratégias acima citadas você já aplica na realidade do seu negócio, e quais têm potencial para complementar a eficácia das suas ações já implementadas? Se estiver em busca de novas técnicas e ferramentas para potencializar os resultados e dar mais visibilidade à sua marca, conheça nossas dicas sobre como usar o marketing de conteúdo para indústrias!

Processo de vendas: etapas importantes para orientar sua equipe

Processo de vendas: etapas importantes para orientar sua equipe

O processo de vendas é um planejamento que toda empresa deveria elaborar e segui-lo à risca. Afinal, trata-se do mapeamento que vai orientar toda a equipe ao longo da jornada de compra do seu público-alvo.

Imagine-o como um mapa do tesouro. Que explorador abriria mão de um item tão valioso para alcançar os seus objetivos? Pois então, com o processo de vendas não é diferente.

A questão é: como fazê-lo e explorar as melhores técnicas e ferramenta para impulsionar os resultados na sua empresa? É isso o que falaremos ao longo deste artigo. Confira!

O que é o processo de vendas?

Como já destacado, o processo de vendas é uma maneira de guiar os vendedores por todo o fluxo de suas atividades, proporcionando um atendimento melhor.

Dessa maneira, há como obter um planejamento em constante crescimento, com metas mais ambiciosas (e reais) e, com a otimização do tempo de sua mão de obra.

E, embora pareça óbvia a necessidade de um processo de vendas, o que se percebe é que muitos profissionais — e empreendedores — confiam mais nas suas habilidades do que na padronização de um modelo de negócios.

Isso quebra a harmonia de um atendimento exclusivo e personalizado. Algo elementar, atualmente, para a boa percepção do seu público-alvo.

Quais são as vantagens de um processo de vendas?

Quando o modelo é colocado em prática, com base em profundas pesquisas sobre os hábitos, e demandas do seu consumidor, o processo de vendas se mostra valioso porque:

  • contribui com a redução de erros em toda a operação;
  • otimiza o tempo da sua força de vendas;
  • gera mais produtividade aos profissionais;
  • potencializa o nível de qualidade dos serviços prestados;
  • trabalha ativamente na capacitação dos seus colaboradores.

Ou seja: qualidades que todo empreendedor buscam continuamente no aperfeiçoamento de suas respectivas equipes de vendas. Que tal vermos, então, como isso funciona na prática?

Como implementar o processo de vendas?

Abaixo, nós preparamos um rápido guia para você identificar o caminho mais conveniente para inserir o processo de vendas na rotina do seu negocio:

  • reconheça as necessidades, os objetivos e os desafios enfrentados pelo seu público-alvo;
  • associe os seus produtos ou serviços a essa demanda gerada por ele;
  • mapeie todo o processo que leva a consideração do consumidor, a respeito de um problema, até a decisão de compra pelo produto ou serviço que a sua empresa comercializa;
  • mapeie, agora, todo o seu fluxo de trabalho e avalie a possibilidade de simplificá-lo — menos etapas, menos tarefas burocráticas sob a responsabilidade dos vendedores (aqui, o uso de ferramentas tecnologias que automatizem algumas etapas pode ser uma alternativa);
  • vale, ainda, padronizar os processos e incluí-los em uma cartilha que vai ser elaborada, estudada e aperfeiçoada pelos seus vendedores a partir de cada atendimento. Assim, eles não serão pegos desprevenidos em nenhum momento do atendimento;
  • mensure os últimos resultados e passe a acompanhar os mais recentes. Aqui, aprende-se onde você deve ajustar, ainda, e quais foram os acertos na sua estratégia.

Convém adicionar que nenhum processo é insubstituível. Especialmente, nos dias atuais, onde novas tecnologias permanecem agregando mais valor ao processo de vendas e de outras atividades relacionadas ao seu negócio.

O que isso significa? Que é importante manter-se de olho no mercado em busca de novas soluções. Assim, você consegue antecipar tendências e distanciar-se da concorrência.

Deu para perceber o quanto isso se aproxima, e muito, da construção de uma jornada de compra e outros processos relativos ao marketing digital?

Conhecer a fundo o seu público-alvo é, portanto, um diferencial que serve não apenas para atrair clientes em potencial, mas para retê-los também e proporcionar uma experiência memorável para eles — e de alto retorno para o seu negócio.

Quer saber, agora, como você pode aplicar o processo de vendas nessa etapa de divulgação da sua marca? Então, não deixe de conferir as nossas dicas sobre como você pode utilizar o marketing de conteúdo para valorizar ainda mais o seu empreendimento!

Pin It on Pinterest