Marketing digital: erros que provavelmente você está cometendo

Marketing digital: erros que provavelmente você está cometendo

Trabalhar com marketing digital significa estar o tempo todo, de olho em novas tendências e mudanças mercadológicas. Afinal, da noite para o dia, a sua estratégia certeira pode ficar obsoleta.

E, aí, aquilo que era certo se torna, lenta e gradualmente, um erro. Por isso, ainda que você tenha uma série de ações personalizáveis, é importante saber exatamente o que tem contribuído, ativamente, para o contínuo enriquecimento da sua relação com o consumidor.

Por isso, para este post, vamos mostrar para você os erros mais comuns do marketing digital, para que você não cometa eles e, aprenda a construir uma estratégia cada vez mais imune a riscos e imprevistos. Confira!

1. Falta de planejamento de marketing digital

Planejamento: sem isso, o marketing digital da sua empresa é uma série de tentativas e erros — algo que não condiz com o seu DNA.

Afinal de contas, toda a estratégia do marketing digital consiste em identificar a mensagem ideal, para a pessoa certa e no momento certo. Com isso, é importante saber, exatamente, o que dizer e para quem dizer antes de tentar qualquer estratégia.

Comece, portanto, avaliando os seus objetivos com o marketing digital, além de diagnosticar os desafios e também os meios mais alinhados às suas metas para que cada campanha atinja o resultado proposto — e para que nada venha em decorrência do acaso.

2. Ausência de uma persona definida

Além do objetivo, o seu marketing digital não vai evoluir se, antes, você não souber quem é a sua audiência. O público-alvo da sua marca é também conhecido como buyer persona, e é por meio do conhecimento desse perfil que você compõe todas as suas campanhas.

Por exemplo: ao saber profundamente quem é o seu consumidor, você entende quais são os termos que ele mais pesquisa, na internet, quais são os seus objetivos, necessidades, desafios e tipos de conteúdo que ele consome no dia a dia.

Como resultado, sua empresa pode compor todas as ações de marketing integrado com precisão.

3. A falta que faz uma jornada do cliente

Além do perfil do consumidor, destacamos acima a importância em saber as necessidades e desafios do seu público, certo? E todo esse percurso — entre descobrir que tem um problema à decisão de compra — é conhecido como a jornada do cliente.

No marketing digital, esse processo é definido assim:

  • Avaliação, que é a etapa na qual o seu cliente em potencial descobre que tem um problema e quer entendê-lo;
  • Consideração, que consiste na compreensão do problema e na busca inicial por soluções para resolvê-lo;
  • Decisão, que define o momento em que o seu cliente já sabe o problema e as soluções, bastando decidir-se pela sua empresa para auxiliá-lo.

Saber em qual etapa o seu consumidor está permite que se entenda o melhor tipo de abordagem. Não adianta empurrar os seus produtos e serviços, por exemplo, se esse cliente em potencial sequer saber qual é o problema que ele tem à frente.

4. Não investir em conteúdo qualificado

O marketing de conteúdo é um dos principais pilares do marketing digital. Por meio dele, tudo o que vimos aqui se traduz em soluções: a elaboração de conteúdos ricos e que respondam a todas as dúvidas do seu consumidor em potencial e que, lenta e gradualmente, vai convertendo-o em assíduo frequentador do seu site, blog e redes sociais.

Daí, inclusive, a importância mencionada em acompanhar os passos anteriores. O conteúdo é o rei do marketing digital, e ele só vai ser relevante se você conhecer, detalhadamente, tudo a respeito da sua persona.

Vale entender, ainda, que o marketing de conteúdo pode se desdobrar em diversos formatos de conteúdos, como:

  • Blog posts;
  • E-books;
  • Vídeos;
  • E-mail marketing;
  • Redes sociais — especialmente, aquelas em que os seus consumidores mais estão concentrados.

Isso tudo, é claro, baseando-se nas principais técnicas de SEO. Com isso, o seu marketing digital vai estar muito mais alinhado com as melhores práticas do mercado.

5. Não monitorar a performance de suas campanhas

Por fim, se existe uma lição valiosa de marketing e liderança que podemos deixar, é a seguinte: acompanhe o desempenho de suas campanhas com base nas métricas destacadas para os seus objetivos.

Com isso, não vai faltar tempo hábil para ajustar qualquer estratégia, avaliar novas ações e, inclusive, descartar o que não rendeu o esperado. Atente-se a esse ponto elementar para que as suas campanhas de marketing digital decolem e alcem voos cada vez maiores.

Quer ver um pouco mais sobre o assunto? Então, aproveite para entender, especificamente, como o marketing de conteúdo para indústrias pode ser uma campanha inteiramente diferenciada e personalizada para os seus negócios!

Marketing de conteúdo: como aumentar as vendas da sua empresa com o tráfego orgânico

Marketing de conteúdo: como aumentar as vendas da sua empresa com o tráfego orgânico

Tráfego orgânico, hoje em dia, está intrinsecamente relacionado ao seu aprendizado sobre como aumentar as vendas, sabia? Desde que, é claro, você esteja atentando-se ao uso das boas práticas em marketing de conteúdo para desenvolver o alcance digital da sua empresa.

O que nos leva à pergunta: como andam as suas estratégias de marketing? A questão é de grande relevância, uma vez que o marketing de conteúdo tem correspondido a uma elevada parcela de sucesso no desenvolvimento das empresas, nos últimos anos.  

E, se você também tem interesse em aumentar o tráfego orgânico que direcione os resultados de busca à sua empresa, siga com esta leitura. Nos próximos tópicos, vamos explorar os grandes diferenciais do marketing de conteúdo, e como usá-lo de maneira assertiva!

[e-Book] Buyer Persona Guia completo para jornada de compra | Baixar grátis | Agência Labra

Como aumentar as vendas com o marketing de conteúdo

A seguir, selecionamos algumas dicas pontuais que podem ser aplicadas diretamente nas suas estratégias de marketing industrial e, assim, melhorar o tráfego orgânico nas suas páginas on-line!

Anuncie a sua marca nos meios digitais

Pode parecer uma dica óbvia, mas muito empreendedor se esquece que o marketing de conteúdo se estende à produção de artigos para o seu blog ou redes sociais. Existem, também, as campanhas de anúncios digitais, como o AdWords e o Facebook Ads, que ajuda a aumentar o alcance das suas estratégias de marketing.

Convém destacar o valor dessas ações pelo simples motivo de que os anúncios aparecem, especificamente, para o perfil do seu público em potencial — o que pode melhorar significativamente o tráfego orgânico.

Apareça nas redes sociais

Sua empresa está nas redes sociais? Reformulando: sua empresa está nas redes sociais onde a sua persona mais se concentra?

São perguntas similares, mas cujas diferenças fazem muito sentido para o uso planejado do marketing de conteúdo. Afinal, do que adianta usar uma rede social que nenhum cliente em potencial da sua empresa faz uso?

Comece pesquisando, então, quais mídias a sua audiência consome, e transforme esses hábitos em atrativos para que ela se relacione, continuamente, com os seus conteúdos. Dessa maneira, a prospecção de clientes se torna mais fácil e assertiva com o tempo.

Varie as mídias e os tipos de conteúdo

Além da dica acima, experimente modificar, nas suas estratégias de marketing, as mídias e os tipos de conteúdo compartilhados.

Por exemplo: por que limitar-se aos textos do blog? Experimente fazer infográficos, abusar da criatividade em imagens cativantes ou, ainda, em vídeos — que são, inclusive, responsáveis por grande parte do tráfego on-line, hoje em dia.

Tenha foco nas palavras-chave de cauda longa

Palavras-chave de cauda longa são aquelas que obtêm um bom volume de pesquisa do seu consumidor. Aliando-as às melhores práticas de SEO, é possível ranquear melhor os seus conteúdos, deixando-os cada vez mais próximos do topo do Google.

Faça parcerias

O guest post é uma maneira incrível, dentro do marketing de conteúdo, de melhorar o ranqueamento e o nível de autoridade da sua empresa nos mecanismos de busca — o que promove, também, o tráfego orgânico.

Para tanto, identifique quais empresas podem se relacionar efetivamente com a sua marca e desenvolva uma relação de qualidade com elas. Assim, a troca de conteúdos garante mais solidez à autoridade que ambas as marcas buscam promover, no mercado, gerando mais valor também na relação com o seu público-alvo.

Use e abuse dos links internos e externos

Criou um novo conteúdo? Então, relacione-o a outras produções de sua própria empresa (os links internos) e embase os seus argumentos com outros sites que são referência (links externos).

Marketing de conteúdo: como aumentar as vendas da sua empresa com o tráfego orgânico

Isso ajuda a fazer com que os mecanismos de busca identifiquem as suas estratégias de marketing como relevantes, nesse oceano de empresas que também investem em marketing de conteúdo.

E, vale mencionar: quanto mais relevante esses mecanismos considerarem a sua ação de marketing de conteúdo, melhor ranqueadas serão as suas páginas.

Aposte no uso do e-mail marketing

O e-mail não morreu, com a chegada do marketing de conteúdo. Pelo contrário: ganhou superpoderes para alcançar, relacionar e vender para o seu consumidor. Use-o de maneira estratégica, alinhando-o à jornada de compra do seu consumidor, e explore todo o potencial dessa valiosa ferramenta de comunicação!

Atenção ao seu site

O seu site é responsivo (adaptável para quem acessa também via dispositivos móveis, como smartphones e tablets) e rápido? Acredite, isso faz toda a diferença para garantir que o usuário não abandone a visita em segundos.

Foque, portanto, em alternativas para garantir uma navegabilidade veloz, segura e harmônica. A experiência do usuário é valiosa, e está devidamente inserida nas melhores práticas do marketing de conteúdo.

Agora que você já entendeu como aumentar as vendas a partir das estratégias de marketing digital, que tal irmos além e complementar tudo o que foi visto aqui? Para isso, aproveite para ler também as nossas dicas sobre como aumentar as vendas em 2019?

[e-book] As melhores estratégias para aumentar as vendas na indústria | Baixar grátis | Agência Labra

Saiba como otimizar seu site com SEO

Saiba como otimizar seu site com SEO

Hoje em dia, o termo SEO (sigla em inglês para Search Engine Optimization), já é mais popular. Não apenas isso: essas técnicas de otimização para mecanismos de busca está em alta no conceito do empreendedor.

Não por menos, já que a sua eficácia foi comprovada, permitindo a empresas de todos os portes e segmentos mais presença digital. E, como se sabe, esse é um fator determinante para desenvolver uma marca hoje em dia.

E, para que você não fique atrás nessa disputa competitiva pela melhor otimização para mecanismos de busca, elaboramos este artigo. Confira, e descubra conosco como otimizar seu site com SEO!

Dicas de otimização para mecanismos de busca

O primeiro passo para desenvolver sua estratégia de SEO consiste em ter URLs amigáveis. O que seria isso? Endereços de rede — ou links, se preferir — que sejam facilmente reconhecidos, lidos e compreendidos. Além do uso de domínios conhecidos, como:

  • .com;
  • .com.br;
  • .net.

Entre outros. Isso ajuda a gerar mais credibilidade ao seu site, mas também confere uma importante etapa na otimização para mecanismos de busca. URLs amigáveis têm tudo a ver com as técnicas de SEO aplicadas em outras partes de suas páginas, o que permite um ranqueamento melhor quando usadas estrategicamente.

Faça excelente uso de suas palavras-chave

Aí está a protagonista de qualquer estratégia de SEO: a palavra-chave. Por meio dela, você conhece melhor o perfil de sua persona, compreende a demanda mercadológica e sabe como alinhar os seus produtos ou serviços a essa necessidade dos seus clientes em potencial.

Como consequência, você vai preencher as páginas do seu site institucional e blog com as principais palavras-chave. Isso é determinante na otimização para mecanismos de busca, pois ranqueia melhor as suas páginas e aproxima o seu negócio do seu público-alvo.

Alie suas estratégias de SEO a uma produção de conteúdo relevante

Junto com a palavra-chave podemos destacar a importância de um conteúdo de qualidade em suas ações de SEO. Isso porque, sem uma boa estrutura ou relevância nos conteúdos, os mecanismos de busca não vão avaliar positivamente suas páginas.

E se você acha isso ruim, vale pensar também que um consumidor que é direcionado para o seu blog ou site, e não gosta do que lê, dificilmente vai procurar saber mais a respeito dos seus produtos ou serviços.

É importante que, em suas estratégias de SEO, você mostre aos usuários que é a grande referência do seu ramo de atuação. Isso torna a experiência do usuário mais enriquecedora e se traduz em mais credibilidade para a sua empresa.

Expanda sua atuação nas redes sociais

Embora as postagens em redes sociais não se traduzam diretamente em benefícios para o SEO, indiretamente elas agregam muito mais valor à sua marca. Afinal, os sinais sociais em suas páginas — como botões de compartilhamentos e curtidas nas principais redes sociais — trazem mais presença on-line para o seu negócio.

Além disso, essa otimização para mecanismos de busca faz com que você gere mais autoridade. Sem falar que expandem o alcance dos seus conteúdos, fazendo com que mais pessoas se interessem pela sua marca.

Para tanto, uma dica: identifique quais redes sociais o seu público-alvo mais utiliza, e direcione suas estratégias para elas. Assim, o retorno pode ser ainda mais frutífero.

Por falar em alcance de marca, é fundamental fazer com que o público reconheça imediatamente a sua empresa — seja em um e-mail, post nas redes sociais ou ao visualizar a sua logomarca. Dessa maneira, convidamos você a conhecer um pouco mais a respeito de branding e identidade visual, e o que eles podem fazer pelo desenvolvimento de sua empresa!

Pin It on Pinterest